A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Lançamentos

Novo Chevrolet Onix finalmente é apresentado (com 5 estrelas no Latin NCAP) – confira os preços e versões

A Chevrolet apresentou agora há pouco a nova geração de seu modelo de entrada – e atual líder em vendas no Brasil: o Chevrolet Onix, hatchback e sedã (este, chamado Onix Plus, e não mais Prisma). Com ele, a fabricante espera manter sua posição confortável no mercado. Para isto, o compacto adotou uma nova plataforma, mais moderna e segura; ficou maior por fora e por dentro; e ganhou novos motores.Confira todos os detalhes, incluindo versões, preços e equipamentos, agora!

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicoshistórias de carros e pilotosavaliações e muito mais!

 

FLATOUTER

Plano de assinatura com todos os benefícios: acesso livre a todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site, download de materiais exclusivos, participação em sorteios e no grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!), além de veiculação de até 7 carros no FlatOuters e até 3 anúncios no site GT40, bem como descontos em oficinas e lojas parceiras*!

R$20,00 / mês

*Benefícios sujeitos ao único e exclusivo critério do FlatOut, bem como a eventual disponibilidade do parceiro. Todo e qualquer benefício poderá ser alterado ou extinto, sem que seja necessário qualquer aviso prévio.

CLÁSSICO

Plano de assinatura na medida para quem quer acessar livremente todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site1, além de veiculação de até 3 carros no FlatOuters e um anúncio no site GT402.

De R$14,90

por R$9,90 / mês

1Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em oficinas ou lojas parceiras.
2A quantidade de carros veiculados poderá ser alterada a qualquer momento pelo FlatOut, ao seu único e exclusivo critério.

Antes de tudo, verdade seja dita: já sabíamos como seria boa parte do visual do novo Onix, pois a versão chinesa foi revelada já há alguns meses. No entanto, ver o carro brasileiro totalmente descoberto, em fotos oficiais, é sempre diferente. De qualquer forma, em todas as suas variações regionais, o novo Onix é o primeiro modelo da GM a usar a nova plataforma GEM – de Global Emerging Markets, ou “Mercados Globais Emergentes” em português. Esta plataforma também é usada no novo Chevrolet Tracker, que não deve demorar para chegar ao Brasil.

Por enquanto, apenas o Onix Plus – o sedã – teve mais informações divulgadas. As dimensões aumentaram: agora são 4,47 m de comprimento, 1,73 m de largura, 1,47 m de altura e 2,6 m de entre-eixos, com 469 litros de porta-malas. Para comparação, o atual Prisma tem 4,28 metros de comprimento, 1,70 m de largura, 1,48 m de altura e 2,53 m de entre-eixos – além de um porta-malas maior, com 500 litros. As dimensões do hatchback ainda não foram reveladas, mas é evidente que ele também cresceu.

Para o Onix Plus, a única opção de motor disponível é o tão falado 1.0 turbo, com 116 cv e 16,8 kgfm de torque (números com etanol). O único câmbio disponível, por ora, é o automático de seis marchas. Com este conjunto, o Onix Plus vai de zero a 100 km/h em 9,7 segundos.  A Chevrolet afirma que, usando etanol, o motor é capaz de rodar 10,9 km/L na estrada e 8,6 km/L na cidade. Obviamente, ele é mais econômico com gasolina: são 15,7 km/L e 12 km/L, respectivamente. Os dados foram aferidos pelo Inmetro.

A Chevrolet diz que o Onix hatch será vendido com uma versão naturalmente aspirada deste motor, mas não deu dados de potência e torque, desempenho ou consumo de combustível. Fora isto, mais nada foi dito a respeito do dois-volumes – uma entrega de informação a conta-gotas que, a nosso ver, é desnecessária. Ao menos temos uma foto oficial:

Agora, sabemos que o novo Onix hatch terá exatamente o mesmo design do sedã na dianteira. Por mais que as proporções sejam mais imponentes, nota-se que a Chevrolet não quis se afastar demais do Onix atual – repare que agora há uma janela falsa na coluna “C”, recurso que dá uma sensação de carro maior, e ainda emula o contorno original da área envidraçada.

Dá para entender esta decisão: mudar radicalmente um produto tão bem aceito pode mesmo ser arriscado.

Estranhamente, ainda que o hatch só vá chegar às lojas daqui a algumas semanas, a Chevrolet já divulgou todas as versões e preços. Confira abaixo:

Onix LT 1.0 aspirado manual (hatch): R$ 51.590
Onix LTZ AT 1.0 turbo automático (hatch): R$ 66.290
Onix Plus 1.0 turbo manual (sedã): R$ 58.790
Onix Plus LT 1.0 turbo manual (sedã): R$ 61.190
Onix Plus LTZ 1.0 turbo manual (sedã): R$ 65.790
Onix Plus LTZ 1.0 turbo automático (sedã): R$ 70.990
Onix Plus Premier 1.0 turbo automático (sedã): R$ 73.190

Os equipamentos de todas as versões ainda não foram revelados, mas a Chevrolet destaca que ao menos as versões mais caras terão central multimídia por GPS com MyLink com integração de smartphones, rede OnStar de assistência ao motorista.

Importante frisar que, a partir de agora, todas as versões virão com seis airbags (dois frontais, dois laterais, e dois de cortina), enquanto as mais caras também terão controle de estabilidade. Nos carros com estes dois equipamentos, a Chevrolet garantiu cinco estrelas para ambas as carrocerias nos testes do Latin NCAP.

O quadro de instrumentos divulgado usa mostradores físicos e tem uma tela monocromática para o computador de bordo

A estratégia usada pela Chevrolet é comum em nosso mercado: dar uma nova geração a um modelo bem sucedido, e manter o modelo antigo como opção mais em conta – papel que ficará com o Onix Joy (hatch) e com o Prisma (que deverá mudar o nome como a segunda geração), ambos reestilizados recentemente. Conhecendo nosso mercado, tem tudo para funcionar.

Matérias relacionadas

Killer Lambo: Huracán Super Trofeo é a primeira versão de corrida do mais novo Lamborghini

Dalmo Hernandes

Audi apresenta seu R8 LMX com faróis a laser em Le Mans

Leonardo Contesini

Mercedes-AMG Project One: conheça os detalhes mecânicos do hipercarro com motor de F1

Dalmo Hernandes