A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Automobilismo Zero a 300

O McLaren MP4/8 da última vitória de Ayrton Senna em Mônaco está à venda

A maior conquista de Ayrton Senna foi, sem dúvida, seu tricampeonato de Fórmula 1 pela McLaren. No entanto, estamos falando de um dos maiores (para muitos, o maior) piloto de todos os tempos na maior categoria do automobilismo, e suas conquistas foram muitas.

Uma delas foi o recorde de vitórias no circuito de rua de Mônaco, um dos mais emblemáticos e desafiadores do calendário. Ayrton é o maior vencedor na história da prova, com seis vitórias – em 1987, 1989, 1990, 1991, 1992 e 1993. Com exceção de de 1987, quando estava na Lotus, todas as outras foram pela McLaren.

Com a vitória de 1993, Senna superou o britânico Graham Hill, ainda hoje conhecido como Mr. Monaco por ter vencido a prova cinco vezes (1963, 1964, 1965, 1968 e 1969). No ano seguinte, marcado pelo trágico acidente do piloto brasileiro em San Marino, Michael Schumacher foi o vencedor em Mônaco. Schumacher acabou igualando a marca de Graham Hill também conquistando cinco vitórias no principado – 1994, 1995, 1997, 1999 e 2001. Na posição seguinte, com quatro vitórias, está outro rival feroz de Ayrton Senna – Alain Prost, que venceu em 1984, 1985, 1986 e 1988.

mclaren_ford_mp4-8_2

Senna largou em terceiro lugar, atrás de Michael Schumacher na segunda posição e Alain Prost na pole position. O francês queimou a largada e foi penalizado com uma parada de dez segundos nos boxes. A penalidade foi aplicada na volta 12, mas Prost teve problemas na hora de sair com o carro e ficou parado por mais alguns instantes. Quando finalmente conseguiu sair dos boxes, estava uma volta atrás dos outros competidores, na 22ª posição. Schumacher, então, seguiu à frente mas teve problemas no motor e na suspensão traseira, abandonando a prova.

Enquanto Alain Prost entretinha o público presente realizando ultrapassagem atrás de ultrapassagem (sim, em Mônaco) para terminar na quarta posição, Senna aproveitou as dificuldades dos colegas para tomar a liderança da prova. Algo que, francamente, já era o que todo mundo esperava.

O carro com o qual Ayrton Senna conseguiu sua sexta e última vitória em Monaco, o MP4/8, foi o primeiro monoposto da McLaren desde o MP4/4 de 1988 a não usar um motor Honda, pois a fabricante japonesa decidiu abandonar a Fórmula 1. Em vez disso, tinha um V8 Ford Cosworth HBD7 de 3,5 litros e 700 cv. No entanto, a maior novidade era a inclusão de diversos sistemas eletrônicos que, na época, pareciam coisa de outro mundo: transmissão semi-automática com trocas por aletas no volante, suspensão ajustável ativa e controle de tração, desenvolvidos pela Techniques d’Avant Garde, ou TAG, uma das parceiras e acionistas da equipe britânica.

Senna ficou impressionado com a dinâmica e agilidade do carro, ainda que o motor fosse um pouco menos potente que os rivais – o V10 Renault da Williams, por exemplo, entregava 760 cv. Bons tempos de layout livre para os motores. Prost, que era piloto da Williams-Renault, foi o campeão naquele ano, mas Senna ficou na segunda posição. E mais: dos 84 pontos conquistados pela McLaren em 1993, 73 foram marcados por Senna.

O carro usado por Ayrton em 1993 era o chassi nº 6. Sua estreia aconteceu no GP da Espanha, em Barcelona, e o brasileiro ficou com a segunda posição atrás de Alain Prost. O GP de Mônaco foi sua segunda corrida, e quase não aconteceu: durante os treinos de classificação Senna sofreu um acidente na curva Sainte Dévote, por conta da suspensão ativa, e machucou um dos polegares. O carro foi consertado a tempo dos treinos do sábado, e com isto Senna ainda conseguiu largar em terceiro, vencendo no domingo.

autowp.ru_mclaren_ford_mp4-8_3

Ayrton Senna ainda conduziu este chassi do MP4/8 nos GPs do Canadá, França, Reino Unido, Alemanha, Bélgica e Itália. Em Magny-Cours (França), Hockenheimring (Alemanha) e Spa-Francorchamps (Bélgica), Senna terminou em quarto lugar. Em Silverstone, no Reino Unido, Senna teria terminado na terceira posição se não tivesse ficado sem combustível. Depois, nos GPs do Japão e da Austrália, as duas últimas corridas do calendário, o MP4/8 chassi nº 6 foi o carro reserva.

A Bonhams não dá detalhes a respeito da vida do carro após 1993, mas garante que além de ser um vencedor, o carro ainda funciona perfeitamente. O carro será leiloado em maio de 2018, marcando os 25 anos da última vitória de Ayrton Senna em Mônaco. A agência de leilões ainda não divulgou uma estimativa do valor de arremate, mas não ficaremos surpresos com um número de sete dígitos.


O FlatOut Official Gear é a loja do FlatOut. Cada compra que você faz por lá é essencial para manter o site vivo e investindo em novas produções e conteúdos. E uma das nossas camisetas presta homenagem ao MP4/4!

 

carrossel-boss1988

Camiseta Boss 1988: Taishō: um grande líder, como o general de um exército ou capitão de um time, é usado também informalmente como “chefe”, um dos apelidos do nosso tricampeão. McLaren MP4/4 de 1988, o carro de seu primeiro título na F1. Clique aqui para acessar o produto.

flatcaverna-ensaio-1-1200x1300

Matérias relacionadas

O Honda Prelude de tração traseira (!) e motor Cosworth que arrepiou no Reino Unido

Dalmo Hernandes

John Player Special: a história da pintura preta e dourada dos Lotus da F1

Leonardo Contesini

Semana Camaro e Mustang no GT40: todas as gerações podem fazer anúncios na faixa até terça que vem!

Juliano Barata