A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Zero a 300

Os carros mais vendidos em março de 2021, Toyota GR86 é revelado, Ford tira EcoSport e Ka de seu website e mais

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco!

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Toyota GR86 é revelado com motor boxer de 235 cv

Não muito tempo depois do novo Subaru BRZ, chegou a vez de a Toyota revelar sua versão do esportivo – o novo GR86 – e o “GR”, claro, é de Gazoo Racing, a preparadora/divisão oficial de automobilismo da fabricante.

O Toyota GR86 foi apresentado junto do Subaru BRZ no Japão, como forma de mostrar que as duas fabricantes estão trabalhando em perfeita harmonia. Com isto, podemos confirmar que as diferenças visuais dos dois carros resumem-se, novamente, ao desenho do para-choque dianteiro. E os papéis se inverteram agora: o BRZ é o irmão “sorridente”, enquanto a abertura no para-choque do GR86 dá a ele uma expressão mais séria, quase agressiva.

Fora isto, silhueta e traseira dos dois carros são praticamente iguais. Da mesma forma, o interior de ambos é idêntico, incluindo volante e revestimentos de porta.

A mecânica do GR86 também tem jeito de déjà-vu, pois ele usa o mesmo boxer de 2,4 litros que o BRZ, com os mesmos 235 cv a 7.000 rpm e 25,5 kgfm de torque a 3.700 rpm – número da versão japonesa, que modem mudar ligeiramente em outras partes do mundo.

E aquela conversa de que o Toyota GR86 iria atrasar para ficar “diferente” do BRZ, a pedido do próprio CEO Akio Toyoda? Bem, pelo visto teremos de esperar até darmos uma voltinha nos dois para descobrir.

 

Os carros mais vendidos em março de 2021

Mai um mês se acabou e agora temos a costumeira lista dos carros mais vendidos. E há mudanças de posição novamente: por causa da paralisação de sua fábrica em Gravataí (RS), a Chevrolet não conseguiu atender à demanda pelo Onix e, com isto, a Fiat Strada retomou a liderança naquele que, apesar das baixas, já é o melhor mês do ano. A picape vendeu 10.268 exemplares – quase 900 a mais que no mês passado.

Na segunda posição veio o Hyundai HB20, que emplacou 8.012 unidades, mostrando uma leve recuperação em relação às 7.717 unidades de fevereiro. O Onix caiu para a terceira posição com seus 7.933 exemplares vendidos em março (em fevereiro foram 10.261).

Surpreendentemente bem posicionado está o VW Gol, que foi o quarto mais vendido com 6.891 unidades em março – cerca de 150 a mais que em fevereiro.

Dois Fiat vêm em quinto e sexto: Mobi e Toro, praticamente empatados com 6.725 e 6.708 exemplares, respectivamente. O Chevrolet Tracker, curiosamente, sequer constou no top 10 em fevereiro e agora vem em sétimo, com 6.410 unidades vendidas. Já o Jeep Renegade, apesar do leve aumento nas vendas (6.173 em março contra 5.834 em fevereiro), mantém-se na oitava posição.

Outra novidade no top 10 é o Hyundai Creta, que ficou na nona posição com 6.173 exemplares emplacados – mês passado ele foi o 11º mai vendido com 4.826 exemplares emplacados.

A lanterna ficou com o Chevrolet Onix Plus, com 5.450 unidades vendidas – uma queda dramática em vista do terceiro lugar no ranking de fevereiro, quando foram emplacados 6.501 carros.

 

Ford retira Ka e EcoSport de seu website e se assume como importadora

Acabou: os estoques de Ka e EcoSport nas concessionárias chegaram ao fim e, com as fábricas fechadas, restou aos modelos sair de linha. No site da Ford eles não existem mais –  o que sela de uma vez a atuação da empresa no Brasil como fabricante. Agora, a Ford é uma importadora de veículos no Brasil.

Os Ford disponíveis no Brasil resumem-se a Ranger, Territory, Edge ST e Mustang. A picape é o mais barato deles, partindo de R$ 166.790 na versão XL de cabine simples com tração 4×4 e motor a diesel.

O próximo passo da Ford deverá ser a expansão de sua gama de importados, começando pelo Bronco Sport ainda neste ano. O Mustang Mach 1 deve chegar no início de 2022, bem como o Bronco full-size.

 

 

Ferrari Purosangue aparece e revela novos detalhes

A Ferrari Purosangue, prevista para algum momento entre 2022 e 2023, segue desfilando sob camuflagem – e a cada vez que aparece, está um pouco diferente.

Embora ainda seja claramente a carroceria do Maserati Levante, agora o utilitário rival de Bentley Bentayga, Aston Martin DBX, Lamborghini Urus e afins revelou suas proporções mais baixas e agressivas, com caixas de roda maiores (para acomodar as rodas de 23 polegadas), capô longo, faróis de Ferrari Roma e carroceria de quatro portas. Na traseira, um novo difusor abriga saídas de escape quádruplas.

De acordo com a Ferrari, a Purosangue terá o motor atrás do eixo dianteiro, com o câmbio montado na traseira para melhorar a distribuição de peso. A fabricante também diz que sua plataforma suporta motores V6, V8 e V12, o que sugere a adoção de um sistema híbrido aos moldes da SF90 Stradale – que tem um V8 biturbo de quatro litros.

Se querem saber nossa opinião, este flagra só corrobora nossa teoria de que a Ferrari fará um modelo menos SUV e mais “perua aventureira”, como uma GTC4Lusso com suspensão elevada – talvez até com carroceria de duas portas. Ainda faltam uns bons meses até sua estreia e, até lá, certamente novas pistas vão surgir.

 

GMG Hummer em versão SUV é revelado

Caso não tenha ficado claro desde o início, a volta do Hummer como um modelo full-size elétrico com a marca GMC incluía uma picape e um SUV. A picape já é conhecida há meses, e agora é a vez do SUV.

Nenhuma grande surpresa aqui – o visual é exatamente o que esperávamos, com as mesmas proporções da caminhonete, porém com uma nova traseira. E mesmo com o teto mais longo e as novas janelas laterais traseiras, as linhas da picape são claramente presentes no SUV.

Ambas as carrocerias usarão o mesmo conjunto elétrico, que poderá ter dois ou três motores e entregará potência entre 625 cv e 833 cv, dependendo da versão. No caso desta última, a General Motors diz que a aceleração de zero a 100 km/h será cumprida em 3,5 segundos.

 

Mercedes-AMG confirma que novo SL substituirá GT conversível

A Mercedes-AMG confirmou aquilo de que qualquer um minimamente interessado na marca já desconfiava: o novo SL, previsto para estrear em 2022, será um produto AMG – e o substituto do AMG GT conversível.

De acordo com o CEO da AMG, Philipp Schiemer, o novo SL se beneficiará dos planos que a empresa tem: continuar desenvolvendo seus motores a combustão enquanto aposta em tecnologia híbrida para mantê-los dentro do padrão para emissões, especialmente com a chegada iminente do Euro 7.

Schiemer também diz que o novo Mercedes-AMG SL continuará sendo um carro confortável para longas viagens, com vocação para grand tourer, embora seu ingresso na família AMG seja um sinal de que ele ficará mais potente e dinamicamente afiado.

Matérias relacionadas

Como transformar o Chevrolet Cruze em um carro muito mais interessante? Coloque um V8 nele!

Dalmo Hernandes

Isto é uma Kombi com motor biturbo de Porsche 911 993 – ou um pão de forma com 540 cv!

Dalmo Hernandes

Porsche revela 911 Carrera 992, Schumacher está consciente e assite à F1 na TV, BMW R 1250 GS no Brasil e mais!