A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Porsche 911 GT3 RS vira 6:56,4 em Nürburgring Nordschleife, Dodge Demon da Hennessey tem 1.000 cv, punição para motoristas embriagados fica mais severa e mais!

Este é o Zero a 300, nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo, caro car lover. Assim você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere com a gente!

 

Porsche 911 GT3 RS fez mesmo a volta em Nürburgring em 6:56

porsche-911-gt3-rs-new-laps-ring-2

Na terça-feira (17) soubemos dos rumores vindos de Nürburgring sobre uma série de voltas completadas em menos de sete minutos pelo Porsche 911 GT3 RS no Inferno Verde. Agora, depois de apenas três dias, os rumores se confirmaram: o GT3 RS fez o giro completo em Nürburgring Nordschleife em apenas 6:56,4. E com vídeo para comprovar o feito.

porsche-911-gt3-rs-new-laps-ring-1

O recorde foi cravado pelo piloto da Porsche Kevin Estre, que desenvolveu o carro em parceria com o piloto de testes Lars Kern. O tempo de 6:56,4 coloca o GT3 RS à frente do 918 Spyder e a menos de cinco segundos do Lamborghini Huracán Performante — cujo recorde foi envolto por polêmicas sobre as modificações feitas no carro usado para a cronometragem.

porsche-911-gt3-rs-new-laps-ring-5

 

O Porsche 911 GT3 RS, por sua vez, não aparenta ter modificações em relação ao carro oferecido nas concessionárias. O vídeo mostra que ele manteve o acabamento interno e a gaiola parcial original, além dos pneus Michelin Pilot Sport Cup 2 R — uma especificação dos pneus de rua própria para uso em pista —, embora o banco do motorista tenha sido substituído por um banco de corrida Porsche Motorsport com cinto de seis pontos. O carro também estava com o pacote Weissach e sem o sistema de áudio/multimídia, como todo GT3 RS. As condições da pista também estavam ideais para o recorde, que foi conseguido às 11:40 com temperatura ambiente de 14º C e temperatura do asfalto em 18º C.

Com 520 cv o Porsche 911 GT3 RS é capaz de acelerar de zero a 100 km/h em 3,2 segundos e chega aos 312 km/h — a velocidade “limitada” em cerca de 280 km/h no retão de Nürburgring se deve ao relevo em aclive e também à altitude da região, que afeta os motores aspirados. Com o recorde o GT3 RS se torna o terceiro carro produzido em série mais rápido em Nürburgring Nordschleife, atrás do GT2 RS, que é o atual recordista com 6:47,3, e do Lamborghini Huracán Performante, que completou a volta em 6:52,01. É um feito impressionante especialmente se você considerar que o Porsche GT3 RS tem somente tração nas rodas traseiras e um motor aspirado com 120 cv a menos que o Huracán Performante.

 

Hennessey já fez um Dodge Demon com mais de 1.000 cv

screen-shot-2018-04-19-at-1-52-34-pm-1524160380

Enquanto a Dodge publicava desafios indecifráveis e sem sentido algum sobre o Demon, a Hennessey aproveitou o buzz e anunciou uma versão do Camaro batizada “The Exorcist”, sugerindo uma rivalidade que nunca se concretizará nas ruas e pistas. Primeiro porque a Hennessey não é a fabricante do Camaro. Segundo, porque a Hennessey não deixaria de meter as mãos no Demon só para manter o “The Exorcist” como rival do Demon.

E não deixaram mesmo: o carro acaba de ser anunciado pela Hennessey com 1.000 cv produzidos pelo V8 sobrealimentado — como já havíamos previsto na ocasião do lançamento do carro, quando dissemos que a Dodge certamente superdimensionou os motores porque conhece melhor que ninguém a cultura aftermarket do mercado americano.

Segundo a medição do dinamômetro de rolo, a Hennessey chegou a 892 cv e 111,23 kgfm nas rodas — o que significa 1.070 cv e 133,4 kgfm no virabrequim, se considerada a perda de 20% estimada pela Hennessey.

A potência foi atingida usando a ECU da própria Dodge, fornecida como parte da caixa de maldades para as pirastas. Ela permite que o Demon use gasolina de corrida (com octanagem superior a 100). Depois eles substituíram as polias do compressor e do virabrequim para aumentar a pressão de trabalho, um novo mapeamento do motor, e um novo sistema de escape de aço inoxidável com catalisadores de alto fluxo.

Alguém viu o exorcista por aí?

 

Honda apresenta pocket rocket conceitual… que não teremos no Brasil

honda3703

Você talvez lembre que a Honda cogitou trazer um hatchback compacto menor que o Fit para o Brasil há pouco mais de cinco anos. Era o Honda Brio, que acabou nunca chegando ao Brasil, mas se deu bem no leste asiático. Ele agora está prestes a ganhar uma nova geração que mostra como poderia ser um rival da Honda para o Toyota Etios, Hyundai HB20 e, quem sabe, até para o Up TSI.

dd0e9627-1b43-460b-b404-91c6c98c4dbf_1365x1024

Ao menos é o que nos vem à mente diante do Small RS Concept, o conceito que antecipa essa nova geração, que parece mais um mini Civic Type R que um compacto urbano para países emergentes — e até lembra o Chevrolet Onix visto pela traseira.

901887935

Embora a Honda tenha uma linha RS com visual mais esportivo na Indonésia, onde o conceito foi apresentado, não se sabe se ele se tornará um modelo produzido em série ou se ficará apenas como conceito. O que sabemos é que a antiga geração tinha um motor 1.3 de 100 cv e pesava 992 kg — o que torna perfeitamente possível que a nova geração mantenha o peso ou seja até mais leve, considerando a adoção cada vez maior das ligas de aço de alta resistência. Já pensou como ele ficaria com o motor 1.5 do Fit nacional? Já pensou, Honda?

 

Penas mais severas para motoristas embriagados já estão valendo

Nesta última quinta-feira (19) entraram em vigar as modificações no Código de Trânsito Brasileiro para aumentar a punição a motoristas embriagados que causarem acidentes fatais. Com as mudanças os motoristas que forem condenados terem causado acidente fatal sob influência de álcool e outras substâncias, não poderão mais cumprir penas alternativas, visto que pela atual legislação as penas inferiores a 4 anos podem ser convertidas em prestações de serviços comunitários

O antigo texto do Código de Trânsito previa pena de 2 a 4 anos para responsáveis por acidentes fatais condenados por homicídio culposo (sem intenção de matar), e não especificava o agravante da embriaguez do motorista. Agora, com a nova lei, a pena passa a ser diferenciada para motoristas embriagados, aumentando para entre 5 e 8 anos de prisão.

 

Neste sábado tem All Friends Day no Box 54

29432286_376539489488160_3933642142747983872_n

Se você tem um modelo Ford de qualquer época ou simplesmente curte os carros do oval azul, anote aí o programa deste próximo sábado (21): o All Friends Day no Box 54, que irá reunir os fãs e proprietários da marca de todo o Brasil.

O evento está aberto a todos os membros dos Clubes Ford de todos os modelos, com vagas para todos os carros e espaço exclusivo para modelos especiais. Como todo evento no Box 54, haverá estrutura completa com praça de alimentação, exposição de carros a venda, museu de carros, e venda de camisetas e acessórios. O FlatOut estará no evento fazendo a cobertura e vendendo as camisetas e adesivos que você já conhece em nossa loja.

O preço da entrada é de 20 reais por pessoa, com estacionamento incluído. Crianças de até 10 anos não pagam. Para mais informações sobre o evento, acesse a página do AFD no Facebook.

Matérias relacionadas

Hot Wheels: a história das miniaturas de carros mais famosas do mundo

Dalmo Hernandes

As gerações de carros que atravessaram décadas – parte 1

Dalmo Hernandes

Mercedes-AMG GT pode ganhar versão com 600 cv, o novo Citroën C3 WRC, Honda chega aos 100 milhões de carros produzidos e mais!

Leonardo Contesini