FlatOut!
Image default
Project Cars Project Cars #327

Project Cars #327: começam os upgrades no meu Voyage Trend 2009


Meu primeiro post aqui no FlatOut foi um negócio sobrenatural. Antes de enviar o texto, pensei muito se valeria a pena, pois com o conteúdo e desenvolvimento de outros PC, o meu é um mero mortal no meio de gigantes. O que vi é uma comunidade fantástica. Dezenas de comentários, boa parte parabenizando, outros querendo dicas e etc.

A ideia principal por trás do meu carro é conforto. Eu rodo bastante. Foram mais de 18.000 km desde quando foi comprado, há um ano, e hoje tenho um carro confortável, com opcionais de conforto e visuais, que me deixam confiante para ir onde quiser com meu 1.0, que não é tão fraco assim. Upgrades de potência e etc. estão na lista, mas não para agora. A crise também pegou os pequenos.

Voltando ao carro: Depois da compra do carro, um dos pontos que me deixava encucado era a manutenção do carro. Como teria sido feita. Aparentemente estava tudo certo, mas, para sanar qualquer dúvida, fui a algumas oficinas para ver sobre a descarbonização. Minha região tem poucas e não muito confiáveis opções, por isso, na primeira oficina, ao “ouvir o motor”, o mecânico condenou o bloco, dizendo ser necessária retífica, porque o motor estava batendo.

Como não sou o cara mais entendido do assunto, procurei uma concessionária VW em uma cidade vizinha, e depois de vários testes no carro, me tranquilizaram dizendo que o motor estava perfeito. Mesmo assim fiz a descarbonização do motor, com abertura do cárter, remoção do cabeçote e lavagem dos dutos de óleo. O carro se mostrou menos travado depois dessa operação, e somado à troca de cabos e velas (essas ainda originais de fábrica, ano 2009 em 2015!!) melhoram o consumo em cerca de 15% na cidade.

post-27986-0-12137800-1444431821

Em setembro de 2015 juntei as “economias para o carro” e procurei itens para instalar no carro, que são acessórios originais, mas que no meu não tinham. Boa parte desses itens é paralela de boa qualidade, e várias outras originais. Um dos primeiro pontos foi a troca do chicote do farol de neblina, que antes era de má-qualidade, instalada com fiação insuficiente para a carga, e que por pouco não acenderam o carro todo.

Durante três dias inteiros, da manhã à noite, eu me dediquei inteiramente ao carro, que foi totalmente desmontado por dentro, com todos os acabamentos removidos e limpos, bancos, carpe e outros itens retirados, lavados e depois de melhorias, recolocados.

post-27986-0-15308200-1444431574

Os VW em geral têm a fama de terem tec-tec, nhec-nhec e outras onomatopeias originais de fábrica. Como minha cidade é 80% sem asfalto, com ruas ruins demais, essa sinfonia era muito ampliada. Para sanar os barulhos, além de melhorar a acústica do carro, todas as peças de acabamento plástico, com exceção do painel, receberam uma forração feita com feltro. É um investimento bem baixo, cerca de R$ 15,00 cada “cobertor de mendigo” e mais R$ 15,00 cada tubo de cola de sapateiro em uma loja de tintas.

Esse trabalho é demorado, e dá uma noiada em quem o faz por causa da cola, mas depois de pronto e recolocado fica outro carro. O som da estrada, pneus, buracos e sons externos em geral sumiram do interior do carro. Além dos acabamentos, o assoalho recebeu uma camada, sem cola, em toda a sua extensão, que melhorou os ruídos e também reduziu a passagem de calor para o interior do carro. Até o ar-condicionado ficou mais eficiente.

post-27986-0-62653300-1444431789

Também, aproveitei essa desmontagem completa para instalação de outros itens, como sensor de estacionamento semelhante ao original, tilt-down no retrovisor direito, troca dos puxadores da porta, já bem surrados, e claro, limpeza geral e completa. Também troquei a grade inferior do para-choque, para o modelo Comfortline, com aro cromado.

Todo esse trabalho foi feito por mim, com ajuda da minha esposa, que mesmo com a bagunça gigante na casa não me deu nenhum puxão de orelha e ainda aprovou as mudanças.

Também faria, nessa etapa, um martelinho de ouro, mas tive outros problemas e não deu ainda. Agora, para dificultar a situação, tive que começar a trabalhar fora, pois a renda com o blog é insuficiente, e o carro tem ficado de lado.

O projeto teve outras pequenas modificações, e o final dele fica para o próximo post, que acredito que vá demorar um pouco.

Para quem pediu dicas da instalação do botão original de abertura de porta-malas, e também da instalação de pisca nos retrovisores, que citei no outro post, deixo esses links aqui e aqui.

Até a próxima!

Por Rafael Brusque Toporowicz, Project Cars #327

0pcdisclaimer2

Este Uno 1.5R pode ser seu!

Participe!

Clique aqui e veja como

Compartilhe agora