A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Project Cars Project Cars #432

Project Cars #432: meu Nissan 350Z de cara nova e roncando bonito

Estou de volta para mais uma parte da minha história de amor com o 350z. Desta vez, iremos falar das modificações que fiz até agora. Você pode relembrar as partes 1 e 2 aqui e aqui.

Antes que alguns reclamem da demora por essa parte, gostaria de informar-lhes que esta parte foi escrita junto com a parte 1 e parte 2. Demorei para enviar pois gostaria que algumas coisas relacionadas à parte 4 acontecessem antes de enviar a parte 3, para garantir a periodicidade. Mas não deu certo, continuo com alguns contratempos, mas resolvi enviar a parte 3 que já estava até empoeirada aqui num canto do computador. Se serve de consolo, esta é a melhor parte da história, mais longa, com mais fotos, com muitos vídeos e fatos interessantes! Então posso dizer que valeu a pena esperar.

Vamos lá?

Gastei menos do que esperava com a compra do carro e com a viagem de volta à BH e isto significou que eu ainda tinha alguns centavos na conta… ou seja, upgrades! \o/

Primeiro upgrade: Badge Flatout!

Microsoft Word - Project Cars #432 - Parte 3.docx

Lembra que eu removi o badge quando vendi o C30? Pois é! O guardei com cuidado para colocar no próximo carro. Mas como a XC60 foi uma oportunidade para fazer dinheiro, não o usei nela, aguardando pelo 350z. E antes mesmo de lavar o carro:

Em 5 fucking dias, já fiz o escape. Lembra que eu disse que me incomodou um pouco depois de 15h de viagem? Pois é… então resolvi diminuir um pouco o ronco do carro, ficar mais silencioso, para não escutar o ronco do motor e ficar mais confortável. SÓ QUE NUNCA!

A primeira configuração que eu fiz no escape do Z foi instalar um difusor por controle remoto. Eu sou representante desse produto aqui no Brasil, e tanto o C30 quanto a XC60 possuíam esse sistema.

– Aviso 1: antes de tudo, gostaria de pedir desculpa pelos vídeos na vertical. Alguns, não fui eu quem filmei e bem… é melhor assim do que deixar vocês sem vídeos, né?

– Aviso 2: coloque seu fone de ouvido e seja feliz!

Sistema no C30:

Sistema na XC60 T6:

Funciona assim: você instala o difusor no seu escapamento original e pode escolher através do controle remoto se deseja o ronco do carro original ou esportivo. No meu caso, sempre instalo antes do primeiro abafador, ou seja, deixando escapamento DIRETO do catalisador pra trás! Quando eu falo direto, eu não estou brincando: nada de abafador esportivo, atenuador, bla bla bla. Apenas um cano reto até atrás! Merchan: quem tiver interesse nesse sistema, pode me enviar um e-mail: [email protected]

Microsoft Word - Project Cars #432 - Parte 3.docx

Quando eu o comprei, o ronco era assim:

Sim, o ronco estava bonito, alto, esportivo… mas tudo na vida pode ficar melhor, certo?

O sistema de escape original do 350z, vem com o abafador intermediário e um abafador final muito grande! Quando comprei o meu, o abafador final já tinha sido removido e substituído por dois esportivos.

Microsoft Word - Project Cars #432 - Parte 3.docx

 

Após a instalação do difusor, ficou assim:

Microsoft Word - Project Cars #432 - Parte 3.docx

É um sistema bem bacana e muito superior aos difusores de baixa qualidade anunciados no Mercado Livre, por exemplo. Possui 3 peças, todas as soldas são TIG, a válvula é de alumínio maciço cortado em CNC, com juntas metálicas, abraçadeiras e parafusos… tudo para não deixar os gases vazarem e deixar o carro barulhento mesmo com a válvula fechada, o que atrapalha a ideia principal do sistema, que é poder escolher entre silencioso (original) e esportivo. Eu mantive o escapamento como estava, com os abafadores, e só instalei o difusor antes de todos eles, deixando o ronco direto!

Saldo final – O ronco ficou assim com o difusor aberto:

Feito escape, não demorou mais 10 dias e eu estava pintando as rodas de preto. As rodas do 350z são um show a parte: O Z mais completo das 5 versões disponíveis nos EUA vem com rodas

RAYS forjadas de 18 polegadas, staggered de tala 8” e 8,5”, pesando 7,5 kg cada. São absurdamente leves, resistentes e lindas <3.
Todos os exemplares de importação oficial da “primeira geração” (2003~2006) do 350z, vieram para o Brasil na versão mais completa, sem opcionais: Cruise control, VLSD (diferencial viscoso com blocagem limitada), som Bose, bancos com revestimento em couro e aquecimento, freios Brembo e rodas aro 18” RAYS forjadas. Porém, vieram muitos 350z por importação independente, principalmente os de “segunda geração” (2006~2009), então não é incomum encontrar um exemplar sem freios Brembo ou com outras rodas das versões menos completas.

Minha ideia inicial era comprar um 350z preto, para deixá-lo All Black (como os meus carros anteriores) ou fazer uma zoeira e caracterizar o carro no estilo Police, envelopando portas e teto de branco e adicionando letreiros no estilo das viaturas americanas. Massss, o destino quis que eu comprasse um Z prata, que muitos julgam o mais bonito, pois é a cor que mais evidencia as curvas dos para-lamas Kim Kardashian pronunciados. THAT ASS!

(Por algumas semanas, eu chamei o carro de Kim!).

Particularmente, não gosto de carros prata: É a cor que mais vemos nos carros no Brasil. Mesmo sendo um carro que chama muita atenção naturalmente, tanto pelo design quanto pela raridade de se ver um nas ruas, a cor prata apaga um pouco o Z na multidão, e carros exóticos merecem uma cor mais chamativa, que fuja do comum.

Por isso, decidi que iria envelopar o carro em alguma cor diferente. Sempre tive vontade de envelopar algum dos meus carros e nunca levei a ideia adiante, seja por questões de custos, prioridades ou porque já era All Black, um estilo que me satisfaz bastante. Pesquisei algumas cores (namorada e amigos vetaram várias delas hahahaha), e acabei por decidir por uma tendência americana que não era muito comum por aqui na época: Matte Metallic Grey, vulgo cinza metálico fosco.

“Mas como é metálico se é fosco?”, você me pergunta. Esse adesivo, apesar de ser fosco, tem pigmentos metálicos, que dão um efeito bem bacana na luz do sol.

Microsoft Word - Project Cars #432 - Parte 3.docx

Não sei se você lembra, mas mencionei que o meu Z não tinha um mísero arranhão ou amassadinho, o que você pode comprovar pelas fotos dos posts anteriores e as fotos acima. Um bônus dessa escolha é que o adesivo irá proteger a pintura, que ficará imaculada por baixo, sem holografias, arranhões, marquinhas de pedrinhas no para-choque, etc. Sem contar a facilidade para lavar!

Mas comprar um carro envelopado causa desconfiança em qualquer um, certo? Afinal, o que há debaixo do adesivo? Será que a pintura está queimada? Arranhada? Uma peça de cada cor, no melhor estilo General Mayhem? Por quê o dono envelopou?

Pensando em uma futura venda e para não ter esse problema, filmei cada milímetro do carro, mostrando todos os detalhes, para eventual comprovação do estado da pintura para o futuro comprador, garantindo o estado impecável da pintura por baixo do adesivo. Aproveitei também para filmar uma parte do serviço para documentar o processo.

(Nota: sou extremamente chato e faço questão de documentar tudo a respeito do veículo. Faço diário de bordo com os principais acontecimentos, planilha de gastos, planilha de consumo, milhares de fotos, etc. desde a época do Audi A3.)

E assim ficou o carro depois de pronto:

 Mais um papel de parede para vocês! Utilizem sem moderação.

Curiosidade: Antes de comprar o Z de verdade, eu tinha um virtual no Forza 6. Passava horas personalizando, escolhendo cores, fazendo o envelopamento da polícia que mencionei, brincando de drift, etc. No jogo, eu nunca tinha pensado em fazê-lo cinza fosco, mas no final do ano passado, após o término do semestre da faculdade, peguei o jogo novamente e tive o prazer de realizar o inverso: Fiz o carro virtual ficar como o real, com direito até a placa de verdade do carro!

Aqui, uma projeção do futuro com um upgrade que ainda desejo instalar

Como se não bastasse ter um Z real e um virtual, eu também tenho um em miniatura. Na verdade, eu comprei a miniatura meses antes de comprar o de verdade, naqueles meses em que eu só falava, pensava, sonhava e respirava 350z. Pra mim, estava tão claro que eu iria conseguir comprar um, era um objetivo tão forte, que comprei a miniatura antes mesmo de comprar o carro de verdade, para fazer par e deixar a miniatura dentro do carro nas exposições e encontros, como fazem com carros antigos. Fala sério, tem algo mais legal do que ter a miniatura do seu próprio carro?

Incialmente, a miniatura era preta, pois como eu disse, o plano era comprar um Z preto. Sem problemas, bora envelopar a miniatura também!

Você pensa que o 350z de verdade, o virtual e a miniatura são o suficiente? Para um gearhead TARADO como eu, é claro que não.

Também fazia parte do plano comprar o Z de verdade antes do meu aniversário, em fevereiro. Desde dezembro, eu só falava, pensava, sonhava e respirava 350z, como já contei para você várias vezes. Então, porque não comer 350z também? Apresento à você o primeiro e único BOLO DE ANIVERSÁRIO 350z!

Hahaha… sim, eu consegui essa proeza. ̄\_(ツ)_/ ̄

Sim, uma obra de arte em escala 1:10 totalmente comestível: Pneus, rodas, discos, pinças brembo, maçaneta, emblemas, placas, vidros, TUDO! Nem preciso dizer que quase não quis cortar o bolo depois dos parabéns, né?

Foi literalmente uma obra de arte! Feito a partir de um blueprint do Z, durante três dias, nos mínimos detalhes, para ficar 100% perfeito. A ideia era tirar foto do bolo junto com o carro… mas você já sabe que não foi possível!

Para quem se interessou e se apaixonou, quem fez o bolo foi a confeitaria Confeito Secreto, daqui de BH. Você pode procurar a página no Facebook e instagram para conhecer outras obras de arte como essa. O detalhe é que a confeiteira que faz os bolos é a minha namorada!

Voltando às modificações, outro upgrade que fiz para completar o visual externo foi escurecer as lanternas traseiras e as setas. Já que o carro era todo cinza e preto, as lanternas inteiramente vermelhas estavam destoando do visual!

Sim, eu mesmo envelopei as lanternas e setas também, usando adesivo próprio para isso (Oracal). Não foi usado insulfilme ou tinta.

Passando para o interior, minha manopla original estava um pouco desgastada, afinal, é muito utilizada em um carro com 6 marchas ao longo dos anos. Por isso, comprei no Ebay uma manopla de alumínio maciço, estilo a das Ferrari. A surpresa foi que, por ter diâmetro menor que a manopla original, a nova encaixava muito melhor na mão, melhorando muito a dirigibilidade!

Upgrade duplo!

Sai a original…

Microsoft Word - Project Cars #432 - Parte 3.docx

…entra a nova!

Microsoft Word - Project Cars #432 - Parte 3.docx

Tenho planos de fazer um gated shifter, como as da Ferrari, Lamborghini, R8, etc., porém é um projeto que não sei nem por onde começar, visto que não tenho ferramental adequado e não sei se as formas que eu pensei como tirar medidas irão funcionar. Até encontrei um gringo que fez em um 350z, mas além de ter ficado mal feito, ele não respondeu meus contatos. Quem sabe no futuro?

Microsoft Word - Project Cars #432 - Parte 3.docx

Gated Shifter no 350z

E, por fim, resolvi mexer no escapamento novamente. Apesar do ronco estar maravilhoso, algo ainda me incomodava, ainda podia melhorar. Eu andava com o difusor aberto 100% do tempo! Só o fechava para demonstrar para clientes e as vezes quando pegava estrada voltando do trabalho de manhã, depois de ficar 10 horas na boate, ouvindo música alta, com fone de ouvido e a cabeça fervendo. Decidir remover o difusor e fazer um cano reto até o final! Literalmente, straight pipes! \o/

Microsoft Word - Project Cars #432 - Parte 3.docx

Obra de arte!

Como ficou o carro com escapamento novo?

Sabe aquele carro que você ouve à três quarteirões de distância? Pois é… esse sou eu!

Microsoft Word - Project Cars #432 - Parte 3.docx

Mas, em conflito com esse projeto, há uns meses eu já havia comprado um escapamento especial nos Estados Unidos. Tive problemas com o vendedor, que enviou com meu endereço incompleto, o que fez com que o escape voltasse para ele, para ele poder me reenviar com endereço correto, o que atrasou a ideia em três meses! Mas, mesmo depois de ter chegado, o ronco estava tão bonito que guardei para instalar em uma ocasião especial. Vou dar um spoiler para você ter um gostinho do que vem por aí.

Microsoft Word - Project Cars #432 - Parte 3.docx

É isso! Espero que tenham gostado – e aprovado – as modificações que realizei no meu filho. Foi tudo muito rápido! Em menos de 3 meses ele já estava assim…

No próximo post, falarei sobre revisão, custo de peças, e os problemas de ter um carro exótico no Brasil. Até lá!

Microsoft Word - Project Cars #432 - Parte 3.docx

Spoiler Alert!

Matérias relacionadas

Aletta Rossa: a história da minha Agrale SXT 16.5 1987, o Project Bikes #484

Leonardo Contesini

Dodge Charger R/T 72 LMS: detalhando o projeto!

Juliano Barata

Project Cars #107: identificando os pontos fracos e os primeiros upgrades do Honda Today JA4 de Kenji Ashimi

Leonardo Contesini