A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Vídeos

Recoil 4: a Toyota Tacoma de 860 cv voa alto pelas ruas, escadas e praias de Cuba

Já se tornou tradição: todos os anos, assim como Ken Block com sua Gymhana, o piloto de Trophy Truck “Ballistic” BJ Baldwin pega sua picape e vai até algum lugar remoto no planeta para filmar mais um capítulo de sua série Recoil. A principal diferença entre ambos é que, em vez de um Subaru WRX, um Ford Fiesta, um Focus ou um Mustang, Baldwin usa sua inseparável Toyota Tacoma Trophy Truck para dar um rolê joselítico, desta vez em Havana, Cuba. E, quando falamos de um rolê bem animado com uma caminhonete de 860 cv, estamos falando sério.

A última vez que mostramos um vídeo da série de BJ Baldwin foi em 2014, quando Recoil 2, filmado no México, foi revelado. Aparentemente o pessoal da equipe, que é Monster Energy (tal qual a Hoonigan de Ken Block) curtiu o clima tropical da América Latina, mas sem dúvida que Cuba é uma locação muito mais exótica do que a fronteira do México com o sul da Califórnia. Isto fica claro pela variedade de paisagens pela qual a caminhonete faz suas manobras ao longo de quase oito minutos. E isto é só o começo. Confere aí!

Havana pode ser a capital de Cuba, mas tem um ar interiorano bucólico que se estende por todas as suas regiões – seja o antigo centro, com seus edifícios históricos e carros antigos, das décadas de 1940 e 1950, nas ruas de paralelepípedo; seja nas periferias, que são mais recentes, asfaltadas e se parecem mais com qualquer cidade brasileira de médio porte. As pessoas são simples, não passam o tempo todo nas redes sociais e se surpreenderam com um veículo tão absurdamente agressivo, potente e barulhento dando saltos de até 60 metros nas diversas ladeiras da cidade. Larry Chen, do Speedhunters, fez parte da equipe de filmagem e registrou tudo em fotografias, além de relatar como foi a experiência por lá. Se você manja um mínimo de inglês, vale a pena conferir.

17458272_1650562161626013_2792182780993229641_n

Ele conta que, por mais que não seja mais o país fechado que era há alguns anos, pode ter o mesmo clima ameno e o visual típico de outros países latinos, mas politicamente ainda e algo mais próximo da Coreia do Norte. A Internet custa caro (US$ 5, ou R$ 15 por hora) e a TV por assinatura é proibida. Ele diz acreditar que poucas pessoas em Cuba até mesmo soubessem da existência de picapes como a Toyota Tacoma de BJ Baldwin, e ver um monstro com motor V8 de 860 cv saltando pelas ladeiras, colinas e morros da cidade fez com que dezenas de pessoas seguissem a equipe de filmagem ao longo de quatro dias.

Não é para menos: A Tacoma de Baldwin continua sendo um dos carros de competição mais impressionantes que já vimos. Para começar, sendo uma Trophy Truck, ela é uma estrutura de cromo-molibdênio (o famoso chromoly, mesmo material usado nos chassis de kart profissionais) com uma bolha de fibra que lembra a Toyota Tacoma, porém com diversas entradas de ar extras, arcos de roda muito maiores, para acomodar o curso de suspensão de 66 cm na dianteira e 76 cm na traseira. A suspensão tem braços triangulares sobrepostos na dianteira e eixo rígido do tipo four-link na traseira. É por isto que a picape consegue saltar tão longe e tão alto sem danificar gravemente sua estrutura. De acordo com os cálculos da equipe, somando todos os saltos que deu com a picape, BJ ficou pelo menos 800 metros no ar. A forma como ela absorve aterrissagens tão severas com tanta suavidade é impressionante.

17522621_1650771748271721_1840788055346515737_n

Mesmo com tanta robustez, muitas das manobras foram desafiadoras. Era preciso calcular cada movimento para não acertar as casas nas ruas na hora de aterrissar, e definir o ângulo de cada salto para que a caminhonete não caísse de bico no solo e capotasse de maneira espetacular. Isso sem falar em postes ou árvores. Esse exercício era especialmente importante porque as autoridades cubanas permitiram que a picape entrasse em Cuba, mas o trailer com todas as ferramentas e componentes de reserva (suspensão, motor e câmbio sobressalentes, painéis de carroceria) ficou preso no aeroporto até o fim das filmagens. Caso fosse necessário substituir um braço de suspensão ou instalar um novo motor, era caput.

17457900_1651409958207900_3266045821208633023_n

Falando no motor: apesar de a picape usar uma bolha da Toyota Tacoma, o motor é feito sob medida pela Kroyer Racing Engines, que usa blocos Chevrolet ou Ford como base para fornecer os motores V8 usados nos Trophy Trucks. A transmissão é sequencial de seis marchas, da Albins, e as rodas são de 17 polegadas calçadas com pneus de 39” de diâmetro da Toyo Tires.

17553600_1651827981499431_1459924437108496960_n

E para o caso de você querer mais ação com BJ Baldwin ao volante, confira abaixo Recoil 3, lançado no ano passado, quando a picape ainda usava uma bolha Chevrolet:

Matérias relacionadas

Que tal uma seleção de vídeos incríveis do Fiat 126 – sem motivo especial?

Dalmo Hernandes

Hoonicorn V2: Ken Block acelera seu Mustang biturbo com 1.420 cv e tração integral pela primeira vez

Dalmo Hernandes

Tokyo Auto Salon 2018: todas as culturas no maior evento de carros modificados do Japão

Dalmo Hernandes