A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Lançamentos Zero a 300

Silverado Yenko: vai uma caminhonete com motor supercharged de 811 cv aí?

O Camaro Yenko foi feito pela preparadora de Don Yenko – piloto, preparador e vendedor de carros – entre 1967 e 1969, e existem pouco mais de 300 unidades dele no mundo. Trata-se de um dos muscle cars mais cobiçados e valiosos do mundo. Se você acompanha o FlatOut, provavelmente sabe que o Camaro Yenko foi o carro que inspirou a Chevrolet a finalmente oferecer o Camaro com o motor V8 big block 427 de 430 cv igual ao do Corvette, porque até então o rival do Mustang recebia motores menos potentes para não canibalizar as vendas do cupê de fibra de vidro. Yenko ensinou à Chevrolet que, quando se trata de motor V8 americano, maior é quase sempre melhor.

Você deve lembrar que, no começo de 2017, uma empresa chamada General Marketing Capital Incorporated (GMIC) – que, apesar da sigla, não tem relação com a Chevrolet – apresentou um novo Camaro Yenko: um monstro com motor de 6,8 litros, supercharger e componentes internos reforçados para entregar 811 cv e 103,7 mkgf de torque. O motor é um small block LT1 com curso ampliado, e não um big block (realmente, os tempos mudam), mas ainda estamos falando de um V8 supercharged com mais de 800 cv, então não dá para reclamar muito.

O carro foi feito pela SVE (Special Vehicle Engineering), preparadora de Toms River, Nova Jersey, que usa o nome e a imagem da Yenko sob licença, devidamente autorizada pela GMIC – que comprou em 2009 os direitos sobre a marca Yenko e é dona dela até hoje. Então, de certo modo, o Camaro Yenko apresentado no ano passado é “oficial”. E, pouco tempo depois, ele ganhou uma versão Stage II, com 1.014 cv e 121 mkgf de torque.

Agora, a mais recente novidade da SVE é algo que provavelmente deixaria Don Yenko orgulhoso. Ou muito p*to. Ou os dois.

2018-chevrolet-yenkosc-silverado-1500-exterior-front-quarter

Trata-se de uma Chevrolet Silverado Yenko, equipada com o mesmo motor do Camaro Yenko apresentado no ano passado.

Levando em consideração que a Chevrolet Silverado, em sua versão 454 SS foi a primeira caminhonete esportiva da década de 90 (com um V8 de 7,4 litros e 233 cv), há pelo menos um precedente histórico para uma Silverado com um pouco mais de muscles. E a Silverado Yenko tem muscles de sobra: o V8 de 6,8 litros entrega 811 cv e 103,7 mkgf de torque – exatamente os mesmos números do Camaro Yenko. Honestamente: você vê algum problema em reaproveitar o V8?

DPqGAopUIAA2xwP

Segundo a SVE, o motor de 416 polegadas cúbicas tem bloco de alumínio, bielas, virabrequim e pistões forjados, além de cabeçotes LT1 com retrabalho de fluxo, válvulas injetoras de maior vazão e reprogramação eletrônica. O V8 também recebe sistema de escape totalmente feito de inox e, claro, o supercharger com dois rotores entre as bancadas de cilindros. A preparadora, contudo, não dá nenhum número de desempenho e nem fala a respeito da transmissão utilizada – situação que também aconteceu com o novo Camaro Yenko e que, para nós, é um equívoco. O que podemos fazer é comparar o desempenho com picapes preparadas de dimensões e potência semelhante: a Silverado HPE800, da Hennessey Performance, tem 816 cv e é capaz de ir de zero a 100 km/h em 3,9 segundos e de cumprir o quarto-de-milha em 12,3 segundos a 180 km/h. Mas a Hennessey também não esclarece nada a respeito da transmissão.

Para efeito de comparação, Silverado original utilizada como base, na versão 1500 Z71 4×4, tem um V6 de 3,5 litros e 285 cv acoplado a uma caixa automática de seis marchas.

2018-chevrolet-yenkosc-silverado-1500-exterior-front-view 2018-chevrolet-yenkosc-silverado-1500-exterior-rear-view

A SVE dá, contudo, outros detalhes a respeito da Silverado Yenko. Ela tem freios Brembo com pinças de seis pistões e discos de 408 mm de diâmetro (!), rodas de 22×9,5 polegadas inspiradas nas clássicas Torq Thrust e pneus Michelin Defender LTX de medidas 305/40 nos quatro cantos. A suspensão recebeu molas progressivas e novos amortecedores, ficando 5 cm mais baixa na dianteira e 12 cm mais baixa na traseira.

As modificações estéticas prestam homenagem ao Camaro Yenko clássico, como se pode ver pelo formato das faixas brancas nas laterais e pelos emblemas “YENKO/SC” (de Yenko Sports Car) e “sYc” espalhados pela carroceria e pelo interior da picape.

 

2018-chevrolet-yenkosc-silverado-1500-interior

Aliás, é no interior que está um dos opcionais mais legais da picape. Está vendo este revestimento dos bancos? Se olhar a estampa de perto, vai ver que não é uma estampa xadrez comum: o padrão não é quadriculado, e sim composto por desenhos que parecem dentes – é o houndstooth, ou “dente de cachorro” em inglês. Na França, este padrão se chama pied-de-poule, que significa “pé de galinha” em francês. O Camaro Yenko original do final dos anos 60 também oferecia este padrão como opcional. Um toque retrô bacana, não?

189321_Front_3-4_Web 189321_Interior_Web

Contudo, para ter uma Silverado Yenko, você primeiro precisa comprar uma Silverado normal, que custa US$ 46.000 (cerca de R$ 150 mil em conversão direta). Então, precisa pagar mais US$ 47 mil por todas as modificações, sem contar os opcionais. Sim: mais que o preço de outra pick-up igualzinha à sua. Se serve de consolo, a SVE oferece garantia de três anos ou 60.000 km para motor e supercharger – afinal, eles instalam um motor novo. De qualquer forma, só farão 25 exemplares da Silverado Yenko: além de ter a grana, é preciso ser rápido.

Matérias relacionadas

As rivalidades mais marcantes da indústria automotiva brasileira – parte 1: anos 60 e 70

Dalmo Hernandes

Fiat terá motores 1.0 e 1.3 turbo, Elon Musk manda um Tesla para o Espaço, Ford apresenta Ranger Raptor e mais!

Leonardo Contesini

Uma manhã no museu: a história do Tucker 48 brasileiro

Leonardo Contesini