A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Notícias

Toyota planeja criar versão esportiva nos moldes da AMG e BMW M

Embora seja mais conhecida por seus sedãs prateados sem muito tempero na dinâmica e no design, a Toyota tem um passado bem sucedido no ramo esportivo nas ruas e nas pistas — basta lembrar do primeiro esportivo japonês, das várias gerações do Celica e do Supra, ou de seus esforços em Le Mans, no WRC, na Indy e na Nascar.

Curiosamente, a Toyota nunca se preocupou muito em criar versões esportivas de seus carros comuns — por versões esportivas entenda modelos com motor mais potente, suspensão recalibrada e visual mais agressivo. O máximo que você pode ter atualmente são kits de performance da TRD, que não são radicais como um modelo criado por uma divisão esportiva. Mas esta história pode mudar em alguns anos.

maxresdefault

Como você talvez saiba, o atual CEO da Toyota, Akio Toyoda, é um grande fã de automobilismo. Desde 2009, quando assumiu a liderança da fabricante, ele é presença constante no grid das 24 Horas de Nürburgring (como piloto, que fique claro) e já declarou em diversas ocasiões que gostaria de tornar a marca mais interessante para entusiastas. Considerando o retorno da Toyota a Le Mans ou o sucesso do GT 86 e a parceria para desenvolver o novo Supra, ele estava falando muito sério.

Agora, seu próximo passo é transformar a Gazoo Racing, sua parceira no automobilismo, na divisão esportiva oficial da fabricante — exatamente como a Mercedes fez com a AMG na virada dos anos 1980 para os 1990. A Gazoo Racing já vende modelos Toyota modificados no Japão, e é a responsável pela operação das equipes da fábrica no Mundial de Rali (WRC) e no Mundial de Endurance (WEC).

Em entrevista à revista britânica Autocar, o chefe da divisão de powertrains da Gazoo e da Toyota, Koei Saga, disse que gostaria de ver a expansão dos modelos de rua da Gazoo para fora do Japão, passando de divisão de automobilismo a sub-marca como a BMW M.

Toyota-TMG-Motorsport-38

“Na Europa o desafio é maior porque temos mais concorrentes, e também temos a questão dos custos. Contudo, estou trabalhando muito para que possamos ser uma marca como a BMW M”, disse à revista. Ainda não se sabe se a Toyota já deu o sinal verde para essa transição, mas esse tipo de planejamento é sempre muito sigiloso. Se chegamos a um ponto em que um engenheiro-executivo o está mencionando em entrevistas à mídia estrangeira, é porque o plano pode estar em estágio avançado.

Além disso, as operações esportivas da Toyota são baseadas na Alemanha, onde a fabricante está desenvolvendo o novo Supra em parceria com a BMW, o que nos leva a imaginar que também pode haver alguma participação da Gazoo no desenvolvimento da nova geração do esportivo, embora Saga tenha se recusado a falar sobre o assunto com a Autocar.

Matérias relacionadas

Autódromo ou arena? Fasp questiona uso de Interlagos para eventos não automobilísticos

Leonardo Contesini

Audi R8 ganhará V6 biturbo do Porsche Panamera como sucessor do V8 aspirado

Leonardo Contesini

O último de todos os Mitsubishi Lancer Evolution está sendo leiloado no eBay

Leonardo Contesini