A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
GT40 Classificados Zero a 300

Um belo Chevette 83, um Civic cupê 1.6 turbo, um Mitsubishi Evo X 100% original e as novidades do GT40

Salve, pessoal! Como vai o começo de semana? A gente está aqui, na labuta, e aproveitamos para dar uma conferida nas novidades do GT40, e agora temos mais uma lista com os anúncios de pessoa física que pintaram nos últimos dias.

Como você sabe, a gente sempre está fazendo promoções com passe livre para diferentes modelos. Uma das últimas foi para a família Chevette e, como resultado, o AE86 brasileiro marca presença forte na lista de hoje, em praticamente todas suas versões de carroceria – só faltou o raro sedã de quatro portas.

Fora os Chevas, ainda há espaço para o JDM e para os carrões americanos dos anos 1980 e 1990 na lista de hoje. Lembre-se: variedade é uma das marcas do GT40. Agora, vamos dar uma olhada no que temos para hoje:

 

img_98500_4_464f5569-b644-41b6-90e9-12dc7153384b

O dono deste Chevrolet Chevette 1983 diz que o carro não foi restaurado, e sim que está bem conservado, com pintura, interior e acabamentos são originais de fábrica e estrutura íntegra. O carro tem placa preta e o dono diz que as modificações visíveis, como a altura da suspensão e os faróis de milha com lentes amarelas, são reversíveis – a suspensão, por exemplo, está com amortecedores de Opala, mas os originais estão guardados. [highlight color=”eg. yellow, black”]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

 

img_97708_4_d641a15e-7311-46ae-941e-cddc284d56cc

Este exemplar de 1993, de acordo com seu proprietário, recebeu um turbocompressor Garrett operando a 0,7 bar, mais Hondata, modificações no sistema de injeção e novo sistema de escape no motor D16, chegando a 244 cv aferidos em dinamômetro. A suspensão tem amortecedores Eibach e molas Skunk2, as rodas são Konig Daylite de 17 polegadas, e entre as modificações estéticas nota-se faróis de lente lisa com lanternas âmbar e lanternas traseiras cristal, além de bancos Recaro vermelhos originais do Civic Type R. [highlight color=”eg. yellow, black”]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_98704_4_8ad92888-a089-41c5-ac9c-22cffea97205

O anúncio deste Mitsubishi Lancer Evolution X 2010/2011 é sucinto: “Carro original, 46.600 km rodados, manual do proprietário, chave reserva, todas as revisões feitas em concessionária.” Sendo assim, é de se esperar que tudo esteja em ordem. Só para relembrar: o motor é u 2.0 16v turbinado de 295 cv com comando duplo variável Mivec, acoplado a uma caixa de dupla embreagem e seis marchas que leva a força do motor para as quatro rodas. O conjunto mecânico é suficiente para que o sedã vá de zero a 100 km/h na casa dos seis segundos baixos. [highlight color=”eg. yellow, black”]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_98048_4_a8a1eecc-ab02-4a67-9959-1bd22fe8c8fb

Segundo o proprietário, este Chevrolet Caprice 1992 é um legítimo carro de polícia americano, modelo 9C1, com suspensão reforçada e motor V8 small block 350. O anúncio diz que o carro pertenceu ao Consulado dos Estados Unidos em Brasília/DF, e que está com toda a mecânica revisada, incluindo fluidos trocados, molas e amortecedores novos e saída de escape com abafador em inox. [highlight color=”eg. yellow, black”]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_98556_4_3b69e6bf-499c-4352-bd9a-816622ae5dd8

Eis um carro americano ainda mais exótico em terras brasileiras: o Oldsmobille Cutlass Ciera, obscuro (no Brasil, ao menos) sedã fabricado em 1988 e equipado com um motor V6 de 2,8 litros e câmbio automático com alavanca na coluna. O proprietário afirma que este exemplar foi todo restaurado nos padrões originais e que está funcionando muito bem – incluindo equipamentos como o cruise control e o sistema de ar-condicionado. [highlight color=”eg. yellow, black”]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_97608_4_595ef86a-b40e-4232-ae4e-3aea49a4bb7a

Segundo o anúncio, este BMW E36 é um 325iA, ou seja, é um exemplar de fabricação alemã, mais raro. O motor é um seis-em-linha de 2,5 litros com cabeçote de 24 válvulas e 192 cv, acoplado a um câmbio automático de quatro marchas. O proprietário diz que possui todos os documentos relativos ao histórico do carro, incluindo os papéis da importação, e que o E36 pertence à mesma família desde zero-quilômetro. [highlight color=”eg. yellow, black”]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_98304_4_9c64f46d-221b-4efd-8dd8-4b4f949be973

Como já dissemos, esta lista é repleta de representantes da família Chevette por conta da semana com free pass que promovemos há pouco tempo. Neste caso, trata-se de uma Marajó SE 1987, com motor de 1,6 litro e 73 cv movido a álcool e câmbio de cinco marchas. O anúncio diz que este é um exemplar de segundo dono bastante original, apto a placa preta. [highlight color=”eg. yellow, black”]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_98372_4_74a3106c-4cbd-42c8-95d5-e79528fcff2f

Quem prefere os hatchbacks talvez se interesse mais por este exemplar de 1984 que, de acordo com o anúncio, também é de segundo dono e está em estado de conservação exemplar, com pintura e interior originais, assim como o motor 1.6, que é movido a gasolina de fábrica e rodou 90.000 km. O carro tem placa preta e acessórios que podem ser removidos, como os dois faróis de milha com lente amarela na dianteira. [highlight color=”eg. yellow, black”]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

img_98456_4_48b61d15-7570-4f03-adce-e93285172ae7

A Chevy 500 foi lançada em 1983, e trata-se da única picape compacta com tração traseira fabricada no Brasil. Segundo o proprietário, este carro tem um nível de originalidade considerável em termos mecânica, pintura e interior. Ele também diz que foram realizados diversos serviços de manutenção recentemente, como a troca da embreagem, revisão do sistema elétrico e do carburador, e substituição do hidrovácuo dos freios. [highlight color=”eg. yellow, black”]Clique para vere o anúncio.[/highlight]

 

img_98444_4_dd9aa83f-4694-4974-9785-291d1b8d7da3

Há quem diga que não existe esse negócio de heresia, e que o motor certo para o Chevette é o Volkswagen AP – só precisa de uma flange para o câmbio, tem as dimensões corretas, é mais moderno e conta com muito mais opções de preparação. No caso deste Chevette 1976, o motor é um AP 1.8 vindo de um Polo Classic e alimentado por um sistema de injeção programável FuelTech FT250. Além disso, o carro teve a elétrica refeita. [highlight color=”eg. yellow, black”]Clique para ver o anúncio.[/highlight]

 

Matérias relacionadas

Cinco versões da Kombi que só foram produzidas no Brasil

Leonardo Contesini

Personalização de fábrica: conheça as “custom shops” das fabricantes de esportivos e modelos de luxo

Leonardo Contesini

Os novos personagens de “Carros 3”, Petrobras anuncia novo reajuste, Cadillac lança serviço de “assinatura” de carros e mais!

Leonardo Contesini