FlatOut!
Image default
Motos

1986: o ano da Honda CBX 750 F


“A CBXzona rolava macia quando entramos numa queimada perto da estrada. Umas coisas pretas começaram a bater na gente. Eram abelhas, furiosas com o fogo na sua casa. Uma me picou na mão, através da luva de pano. O braço esquentou. Filha da p... Acelerei rápido. E é exatamente nessas acelerações, para fugir de abelhas ou carros derrapando, que a CBX mostra a sua segurança de sumir quando necessário – e recuperar qualquer moleza de fim de tarde.”– Josias Silveira, Duas Rodas, maio de 1986 Trinta e seis anos quase exatamente nos separam de maio de 1986. Trinta e seis anos é muito tempo, sem sombra de dúvida; mas empalidece quando olhamos como o Brasil motorizado mudou de lá até aqui. Para começo de conversa, importações eram proibidas aqui, de carros ou motocicletas, e, portanto, as opções eram reduzidíssimas, principalmente em desempenho e tecnologia. Em automóveis, numa época em que recebíamos notícias de fora da popularização da injeção eletrônica, dos motores DO