A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture História

A evolução do Civic Type R: de leveza e agilidade à selvageria turbinada

Sem dúvida o Honda Civic Type R é um dos grandes esportivos da atualidade. Além de ter um apelo especial para boa parte dos entusiastas apenas pelo fato de ser um hot hatch, ele tem um visual incrível e um motor 2.0 turbo de 310 cv. Mesmo que esta força toda vá para as rodas dianteiras (o que, para alguns, é errado), ele faz curvas muito bem graças a seus sistemas eletrônicos e à suspensão muito bem acertada. Há, ainda, outra razão para que o Type R seja tão falado atualmente: ele tem tradição. A história do Type R começa lá nos anos 90, com a sexta geração do Civic hatchback, conhecido como EK9. Você certamente o conhece: produzido entre 1997 e 2000, é este o cara que tem um dos motores aspirados com maior potência específica da história: o quatro-cilindros B16, de 1,6 litro, entregava nada menos que 185 cv a 8.200 rpm — 115 cv por litro! Foto: Honda Tuning Tudo bem que torque não era seu forte — eram só 16,3 mkgf, que davam as caras às 7.500 rpm —, mas o B16 e

Matérias relacionadas

“Milagre!!” Uma campanha bem sacada contra os espertinhos da vaga de deficientes

Dalmo Hernandes

Honda Crossroad: quando o Land Rover Discovery virou um SUV japonês

Dalmo Hernandes

Silver Bullet: a história do Plymouth GTX de 700 cv que era um street racer de fábrica

Dalmo Hernandes