FlatOut!
Image default
História

A história do Citroën XM, o último carro “maluco” da fabricante francesa


Houve um tempo em que o nome Citröen, para os entusiastas, era sinônimo de inovação e soluções exóticas, tanto na engenharia quanto no design. O simpático e excêntrico 2CV é só parte desta história: já na década de 1930 a fabricante francesa quebrou as regras do segmento de luxo ao apostar na tração dianteira com o Traction Avant – um carro que, na verdade, estava à frente de seu tempo em vários outros aspectos, como a construção em monobloco de aço. Quase um século depois, e a maior parte dos automóveis à venda ainda utilizam este mesmo arranjo. Depois do Traction Avant, os modelos de topo da Citroën se tornaram vitrines para novas tecnologias e tendências de design. O sucessor do Traction Avant foi nada menos que o Citroën DS, lançado em 1955 – um dos carros que melhor representaram a ousadia da engenharia automotiva francesa. Foi com o DS que a Citroën introduziu sua famosa da suspensã