A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
História

A história do Elise, o carro que salvou a Lotus

Em 2020 a Lotus apresentou ao mundo sua mais recente criação: o Evija, um hipercarro elétrico com um motor em cada roda, aerodinâmica extremamente sofisticada e potência na casa dos 2.000 cv. Dois mil cavalos. Em um Lotus. Embora não queiramos questionar a qualidade técnica do Evija, é inevitável apontar que, considerando a tradição da Lotus, ele simplesmente não parece se encaixar nesta história. Agora que a Lotus faz parte da chinesa Geely (que, nos últimos anos, também abocanhou a Volvo), é de se imaginar que eles tenham recursos financeiros para bancar um projeto deste calibre. Mas o Evija ainda deve levar algum tempo para, aos olhos dos entusiastas, fazer sentido enquanto produto. Falando a verdade, o hipercarro é praticamente o oposto de tudo o que a Lotus significa desde o início: uma marca de carros leves, simples e divertidos de guiar. Aqueles que lembram da Lotus de antigamente certamente estão tendo flashbacks para a época do Esprit. O esportivo, lançado em 1976, tinh

Matérias relacionadas

Alfa Romeo 2300: os 40 anos do último cuore sportivo brasileiro

Dalmo Hernandes

Os 40 anos do BMW M1 Art Car de Andy Warhol

Dalmo Hernandes

De 240 a 370: o legado dos Z-cars da Nissan

Dalmo Hernandes