A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Zero a 300

Audi Q5 Sportback é revelado, primeira moto BMW M, Califórnia quer proibir carros a combustão interna em 2035 e mais

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

BMW M1000 RR é a primeira motocicleta da divisão Motorsport

A BMW apresentou neste fim de semana sua primeira moto com a chancela da divisão Motorsport: a apropriadamente batizada BMW M1000 RR. A base é a S1000RR, uma das motocicletas mais potentes e velozes do plaenta, porém com ainda mais potência e menos peso.

 

O motor continua sendo o quatro-cilindros de 999 cm³ usado na S1000RR, porém com novos pistões forjados da Mahle, bielas de titânio Pankl, tuchos mais leves e um leve aumento na taxa de compressão – de 13,3:1 para 13,5:1. Com isto, a M1000RR entrega 212 cv a 14.500 rpm – a S1000RR tem 207 cv. A rotação máxima é de 15.100 rpm.

A BMW Motorrad não forneceu dados de desempenho, mas certamente há alguma vantagem sobre os 2,6 segundos que a S1000RR leva para chegar aos 100 km/h.

A M1000RR também ganhou uma seleção de componentes de fibra de carbono – incluindo duas aletas nas laterais da carenagem que, segundo a BMW, melhoram a estabilidade da moto em alta velocidade. O quadro também ganhou rodas de fibra de carbono, e as rodas exclusivas da versão são feitas no mesmo material. Os freios foram desenvolvidos com a experiêncida da BMW no Campeonato Mundial de Superbike, e têm pinças M pintadas de azul. A BMW M1000RR pesa 192 kg – 5 kg a menos que a S1000RR. (Dalmo Hernandes)

 

Ouça o ronco do novo BMW M4

Até agora só havíamos visto o novo BMW M4 por fotos, mas agora sabemos como ele ronca: o canal “Worldsupercars” publicou um vídeo do carro funcionando. O M4 fez uma participação especial no evento de lançamento da M1000RR.

O vídeo, infelizmente, não mostra o carro acelerando – apenas ligado em marcha lenta e dando umas beliscadas no acelerador. O ronco é grave e rouco na marcha lenta, e o escape se encarrega de produzir alguns belos estralos quando o motorista tira o pé do acelerador. Falta-lhe, talvez um pouco de personalidade, mas isto é comum nesta era de motores modernos turbinados, pensados para economizar combustível e poluir menos.

O motor, para quem não lembra, é o S58 – versão M do motor B58 usado por diversos modelos da gama BMW, e também no Toyota GR Supra. Na dupla M3/M4, ele entrega 480 cv na versão “básica” e 510 cv na versão competition. A rotação máxima fica nas 7.500 rpm. (Dalmo Hernandes)

 

Audi apresenta Q5 Sportback para brigar com X4 e GLC Coupé

A onda dos SUVs-cupê segue presente – e agora, a Audi mostrou mais um: o novo Q5 Sportback. A fórmula é conhecida: trata-se de um Q5 com teto “fastback”, porém exatamente igual ao SUV comum em todos os demais aspectos. Estes carros vendem, então é natural que as fabricantes apostem neles.

Rival para os BMW X4 e Mercedes-Benz GLC Coupé, o Audi Q5 Sportback fica entre o Q3 e o Q8. Suas dimensões são quase idênticas às do Q5 normal, apesar da carroceria diferente: o comprimento é 1 cm maior, chegando a 4,68 mm, mas largura (1,89) e entre-eixos (2,82 m) são os mesmos. O porta-malas é ligeiramente menor, claro, com 510 litros de capacidade – 40 litros a menos que o Q5.

A motorização também é a mesma: as versões mais simples usam o motor 2.0 TFSI de 261 cv e 37,7 kgfm, ligado a um sistema híbrido leve, enquanto a versão SQ5 Sportback deverá ter o V6 de três litros e 349 cv já usado no SQ5 tradicional.

As vendas na Europa e nos EUA começarão em algum momento de 2021, possivelmente no primeiro trimestre. Em questão de meses, porém, o Q5 Sportback deve chegar ao Brasil, como já é padrão. Preços serão divulgados mais perto do início das vendas. (Dalmo Hernandes)

 

Audi inaugura programa assinatura para seus carros mais caros no Brasil

Falando em Audi, a fabricante alemã anunciou o início de seu programa “Audi Luxury Signature”, no qual os clientes poderão pagar mensalmente pelo uso do carro sem comprá-lo – se não quiserem.

O serviço funciona de forma parecida com um leasing: o cliente vai até a concessionária, escolhe o carro e paga uma taxa mensal para utilizá-lo. Ao final do contrato – que dura 24 meses – o cliente pode optar por devolver o veículo ou comprá-lo com 12% de desconto sobre o valor da tabela Fipe.

O programa, segundo a Audi, está em fase experimental. O início  com duração prevista de quatro meses e apenas 20 carros disponíveis para a região metropolitana de São Paulo (SP). No total, há dois Audi A6, dois A7 Sportback, oito Q8 e oito e-Tron.

Os valores das mensalidades variam de acordo com o modelo e a versão, começando em R$ 9.590 para o Audi A6, e chegando aos R$ 13.290 para o Audi Q8 Performance Black. No preço estão inclusos 2.000 km mensais, seguro, IPVA, licenciamento, revisões e assistência 24h. Quilometragem adicional e equipamentos extras implicam em um aumento da mensalidade. (Dalmo Hernandes)

 

Califórnia quer banir carros a combustão em 2035

A governo da Califórnia anunciou uma decisão radical na última quarta-feira (23): a partir de 2035, nenhum carro de passeio novo vendido no Estado pode ter motor a combustão – apenas carros elétricos serão permitidos. Mesmo carros híbridos, leves ou plug-in, serão banidos. A medida prevê, ainda, que em 2045, a proibição de motores a combustão será estendida a veículos comerciais.

A lei californiana é mais rígida que a média nos EUA – a administração federal segue um cronograma menos ambicioso, que prevê a anulação das emissões de carbono pela frota norte-americana para 2050.

O governo da Califórnia ainda inclui como metas a expansão das redes de recarga e a construção de mais postos de abastecimento de hidrogênio – pois carros com motor a célula de combustível de hidrogênio, como o Toyota Mirai, não serão proibidos.

De acordo com o governador da Califórnia, Gavin Newsom, eleito em 2019, a medida conseguirá promover uma redução de até 35% nas emissões totais de dióxido de carbono no Estado. Ele também acredita que a migração total para carros elétricos será totalmente viável, pois a seu ver estes veículos já estarão bem mais acessíveis até lá. (Dalmo Hernandes)

 

Hyundai Elantra N TCR: carro de corrida é revelado – e prevê versão de produção

Enquanto a linha da Hyundai CAOA no Brasil se resume a SUVs e ao Azera, lá fora o sedã Elantra acaba de ganhar uma versão de corrida – o Elantra N TCR. O mais novo membro da família vem se juntar ao i30 N TCR e ao Veloster N TCR como opção aos entusiastas das corridas de turismo.

Equipado com um motor 2.0 turbo, o Elantra N TCR não teve as especificações exatas divulgadas, mas a categoria TCR da FIA prevê potência máxima de 345 cv e 41,8 kgfm de torque. O câmbio é sequencial de seis marchas, e leva a força para as rodas dianteiras.

Conforme o regulamento, o carro deve ter peso mínimo de 1.265 kg, incluindo o piloto. Embora não tenham sido divulgadas fotos do interior, é seguro dizer que o carro teve a cabine aliviada, e recebeu uma gaiola de proteção, banco concha e demais equipamentos de pista.

Não é de duvidar que o Elantra N TCR sirva como inspiração para uma futura versão N do Elantra de rua. Já existe o modelo N Line, com motor 2.0 turbo de 201 cv – então, é bem provável que um Elantra N de fato, como mesmo motor de 280 cv do Veloster e do i30 N, esteja nos planos e seja mostrado em breve. (Dalmo Hernandes)

Matérias relacionadas

Inferno verde: quando o Camel Trophy ousou cruzar a Amazônia na pior época possível

Dalmo Hernandes

Studebaker: a história de uma fabricante que estava à frente de seu tempo – parte 1

Dalmo Hernandes

Mustang pode ganhar versão híbrida 4WD, Porsche GT3 aparece sem disfarces, Bentley 1929 voltará a ser fabricado e mais!