A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Edições anteriores

FlatOut Edição 75: guia de compra do Chevette, VTI turbo de 450 cv, a origem do Titânio e mais!

Caros leitores, muito bem vindos à mais nova edição do FlatOut Brasil! Aqui temos elencadas as matérias exclusivas para assinantes. Caso você ainda não faça parte do universo do FlatOut, clique aqui e assine agora mesmo! Caso queira conferir as edições anteriores, clique na imagem abaixo.


 

FlatOut Street

Unindo o melhor de dois mundos, este Civic VTi tem um B18 turbo que, além de girar a 9.500 rpm (hell yeah) tem nada menos que 454 cv nas rodas. Para uso quase diário está bom, não? Confira no FlatOut Street da semana – e babe nas fotos!

Turbo e 450 cv (!): Jack e seu Civic VTi EK4 | FlatOut Street


 

Guia de Compra

 

Um clássico fácil de manter e que ainda pode ser encontrado em bom estado sem exigir restauração é o Chevette “quadrado”, o modelo da fase 1983-1993. Nesta terceira parte do Guia de Compra do Chevette, conversamos com proprietários e especialistas no modelo para descobrir tudo o que você precisa saber sobre esta versão que, felizmente, ainda não está valorizada e, para muitos, foi o auge do Chevette no Brasil

Chevette “quadrado” 1983-1993: tudo o que você precisa saber na hora de comprar o seu


 

FlatOut Entrevista

Fundador da revista Duas Rodas e da Oficina Mecânica, autor do fantástico livro “Sorvete de Graxa”, Josias é um dos mais respeitados jornalistas automobilísticos ainda em atividade no Brasil. Mas é mais que isso: Mendigomobilista de carteirinha, é também dono de um milhão de histórias de graxa e estrada incríveis. Simplesmente imperdível!

Josias Silveira, o graxeiro jornalista | Flatout Entrevista


 

História

Há nem muito tempo atrás, todo Ferrari tinha que ser V12. Tanto que, para lançar um carro menor, com um V6 e mais barato, Enzo resolveu que não seria um Ferrari: seria um Dino.

Ferrari Júnior: A breve história da marca Dino


 

“…o SM era incrivelmente longo, baixo, aerodinâmico, exótico. Seu interior parecia o módulo de comando da nave espacial que trouxe o primeiro casal de franceses para o planeta terra, a muito tempo atrás, de uma galáxia muito, muito distante. Mesmo de fora, sem conhecer detalhes, passava a imagem exata do que era: uma completa reinvenção do automóvel.”

O futuro visto de 1970: o Citroën SM


 

Automobilismo

Especiais de homologação? McLaren de volta? Afinal, quais (e como) serão os hipercarros que irão disputar Le Mans em 2021?  Falamos sobre os cinco confirmados, os outros quatro potenciais competidores e explica o regulamento nesta matéria.

Quais serão os Hypercars de Le Mans em 2021?


 

Car Culture

Este é um Bugatti Type 57SC Atlantic, um dos carros mais bonitos, caros e raros do planeta – só fizeram quatro deles. É de se pensar que é impossível desaparecer com um carro assim, não é? Pois um deles sumiu há exatos oitenta anos, e ninguém sabe onde ele foi parar. Isto também aconteceu com os carros de James Dean e Jim Morrison, além de outros automóveis famosos que sumiram sem deixar rastros.

Os carros mais famosos do mundo que desapareceram sem deixar rastro


 

Hachi-roku com motor 1.5? Skyline com motor 1.8? Sim, estes carros existiram – são as versões “erradas” de esportivos icônicos, que não enganam ninguém mas decepcionam um pouquinho.

Toyota AE85 e outras versões “erradas” de esportivos lendários


 

Porsche com câmbio Mercedes ou Mercedes com câmbio Porsche? Depois de topar com essa plaqueta confusa, procuramos a explicação e agora compartilha esta história quase desconhecida com os FlatOuters.

Quando a Porsche usou transmissões da Mercedes


 

Mercado

Pensando em um novo carro para o dia-a-dia? Só tem R$ 35.000 para gastar? Esta é a sua lista: separamos seis carros que custam entre R$ 30.000 e R$ 35.000 para o uso diário nas cidades e estradas.

Guia FlatOut de Usados: seis carros de R$ 30.000 a R$ 35.000 para o dia-a-dia


 

Técnica

Como um material pode ser exótico e abundante ao mesmo tempo? É o caso do titânio: é um dos metais mais comuns da superfície terrestre, mas é insanamente caro — mais caro que metais menos comuns. O segredo está na forma de consegui-lo.

O insano processo de extração do titânio


 

 

Matérias relacionadas

FlatOut Edição 63: Fiat 147 Rallye Turbo, guia de compra do BMW M3 E36 americano, o carro do futuro e mais!

Leonardo Contesini

FlatOut Edição 10: os carros desenvolvidos sem autorização, a história do V6 Alfa Romeo, polêmica das cadeirinhas e mais!

Leonardo Contesini

FlatOut Edição 12: adeus ao Beetle, 50 anos de CB750 Four, História de Silverstone, Dinâmica na Pista e mais!

Juliano Barata