A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
História WTF? Zero a 300

A vodka mais cara do mundo, feita em homenagem ao Rali Monte Carlo de 1912, foi roubada e encontrada dias depois, vazia e amassada

Sim, é exatamente isto que você leu. Semana passada, a garrafa de vodka mais cara do mundo, que foi feita em homenagem a dois pilotos russos que competiram no Rali Monte Carlo de 1912, foi roubada do bar onde estava, em Copenhague, na Dinamarca. Dias depois a polícia encontrou a garrafa, vazia e amassada, em frente a uma construção. Caramba! A internet adora dar uma leve exagerada nas coisas. É o que acontece, por exemplo, com a Rússia: nós mesmos já fizemos diversas piadas com os soviéticos, falando sobre como eles não sentem frio, bebem vodka no café da manhã, caçam ursos no quintal de casa e dirigem tanques de guerra disfarçados de carros chamados Lada. Acontece que, bem, certos russos fazem por merecer a reputação. É o caso do jornalista Andrey Nagel que, em 1912, ao lado de V. Mikhailov, saiu de São Petersburgo, na Rússia, em direção ao principado de Mônaco para competir no Rali Monde Carlo. O carro deles era um Russo-Baltique, um dos p

Matérias relacionadas

As rivalidades mais marcantes da indústria automobilística brasileira – parte 3: anos 2000 e 2010

Dalmo Hernandes

BMW Série 1 agora é nacional (e mais barato), o novo Escort de Ken Block em ação com Ryan Tuerck, o novo Mini conversível e mais!

Leonardo Contesini

Project Cars #506: a conversão do meu Mercedes-Benz C280 em um C36 AMG

Leonardo Contesini