A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Avaliações

Aceleramos o Range Rover Sport SVR: o titã (ex) recordista de Nürburgring no mundo real

Não se iluda com a elegância do sotaque, metáforas complexas e o tradicionalismo de ritos: ingleses são especialistas na arte da guerra. No mundo sobre rodas, eles se especializaram em todos os extremos: dos pequenos, leves e falsamente ingênuos Mini Cooper e Lotus Elite aos facínoras brutamontes TVR – lembrando que, se os músculos do Shelby Cobra eram americanos, seu corpo era londrino. Situação similar à do Ford GT40, que também nos lembra o Lola T70. Para cada Lotus de Colin Chapman há um monstruoso BRM de 16 cilindros. Partindo desta base, fica mais fácil de entender por que o Range Rover Sport SVR existe. Mas compreender não significa deixar de ficar perplexo. Ele já parte de uma base superlativa, então é como apagar um incêndio com nitrometano. Ora, o Range Rover Sport V8 HSE Dynamic, que avaliamos em agosto de 2014, já traz em seu cofre o V8 5.0 Supercharger, compartilhado com nada menos que o Jaguar F-Type, suspensão de alumínio com amortecedores e barras estabilizado

Matérias relacionadas

Aceleramos o Range Rover Velar R Dynamic com o motor 2.0 turbo de 300 cv

Leonardo Contesini

Aceleramos o Mercedes-Benz GLA 250, 2.0 turbo de 211 cv: o motor perfeito para o conjunto

Juliano Barata

Audi TT RS: como anda a nova geração do monstrinho de cinco cilindros?

Dalmo Hernandes