A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Pensatas

Adeus, Corvette C7: por que a última geração de motor dianteiro será um ícone para sempre?

O Chevrolet Corvette, agora, tem motor central-traseiro. Sua oitava geração, recém-revelada, é tecnicamente um supercarro – em sua versão básica ele tem um V8 de 6,2 litros e 500 cv atrás dos bancos dianteiros; tração traseira e câmbio de dupla embreagem e oito marchas. E, ainda é capaz de ir de zero a 100 km/h em menos de três segundos (em quanto tempo, exatamente, ainda não foi dito) – isto na versão básica, a Stingray. Tudo isto por US$ 60.000. Mas você provavelmente já sabe de tudo isto – e as chances de também saber que, para nós, ele é possivelmente o Corvette mais importante de todos os tempos, como explicamos neste post. Mas isto não significa que não sentiremos saudades do C7. Aliás, já estamos sentindo. E isto é inevitável. A imagem que o Chevrolet construiu ao longo de quase 70 anos é a imagem do esportivo norte-americano por excelência, com carroceria de fibra de vidro, um enorme V8 na dianteira,capô longo, traseira curta, dois lugares e vocação para enca

Matérias relacionadas

Este é o belíssimo protótipo do Grupo C da Alfa Romeo que jamais competiu

Dalmo Hernandes

O guia de versões especiais do Nissan GT-R | Parte 5: o GT-R R35

Leonardo Contesini

MTX Tatra V8 é o melhor supercarro tcheco do mundo – e provavelmente o único

Dalmo Hernandes