A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Top

Os fora-de-série com mecânica VW a ar que existem pelo mundo

O Puma não nasceu como Volkswagen, disso você deve saber bem – o primeiro Puma nasceu de um projeto feito sobre a mecânica dos DKW, o GT Malzoni, que com o motor dois-tempos venceu corridas e entrou para a história do automobilismo brasileiro entre 1964 e 1966. Mas foi com a mecânica Volkswagen "a ar", tanto do Fusca quanto de outros modelos da família, que na época era mais moderna e mais acessível, que o Puma tornou-se o fora-de-série mais bem sucedido da indústria automotiva brasileira, e certamente o mais cultuado pelos entusiastas. O barato do Puma, para mim, é o fato de ele emular a estética dos esportivos europeus da década de 1960, com a simplicidade mecânica, a robustez e a experiência ao volante característica do Fusca – que, independente da opinião de cada um a seu respeito, é decididamente diferente do que se tem em qualquer outro carro vendido no Brasil. Fruto da demanda do mercado por um carro de visual esportivo que não tinha a opção de comprar um importado, o Puma

Matérias relacionadas

Toyota Supra A80: as versões mais raras e extremas

Dalmo Hernandes

24 Hours of LeMons: os melhores e mais bizarros carros de 2017

Dalmo Hernandes

Os carros que você precisa comprar antes que se tornem clássicos – e muito mais caros

Dalmo Hernandes