A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Automobilismo História

Autódromo Hermanos Rodríguez: a história de um dos circuitos mais velozes da Fórmula 1

Neste final de semana a Fórmula 1 atravessa o Atlântico mais uma vez, retornando à América do Norte para o Grande Prêmio do México. A prova, como sempre, será realizada no Autódromo Hermanos Rodriguez, construído em um complexo esportivo na capital mexicana, a Cidade do México, ou México D.F. Apesar de completar 60 anos neste ano — e de ter sediado o GP do México pela primeira vez em 1962 — até hoje o circuito recebeu apenas 20 edições da prova, mas é um dos poucos autódromos do mundo a ter recebido a Nascar, a F1 e a Indy. Como isso aconteceu — e como ele evoluiu ao longo dos anos — é o que veremos neste post.   O início O circuito foi idealizado por Pedro Natalio Rodriguez, na época conselheiro do presidente mexicano Adolfo Lopez Mateos. Rodriguez, por acaso, tinha dois filhos envolvidos com o automobilismo — Pedro e Ricardo — e propôs ao presidente que usasse as ruas do complexo esportivo Magdalena Mixhuca para criar um circuito de corrida de automóveis. O cir

Matérias relacionadas

Top speed: a evolução da velocidade máxima dos carros de rua

Dalmo Hernandes

Laranja celeste: a história da Gulf Oil no automobilismo

Leonardo Contesini

O BMW Glas 3000-V8 Fastback é único no mundo – e não é um BMW

Dalmo Hernandes