A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture História

Baader-Meinhof Wagen: quando o BMW 2002 se tornou o carro favorito de terroristas alemães

A Segunda Guerra Mundial acabou em 1945. Os aliados venceram, o Terceiro Reich caiu e, não muito tempo depois, o mundo se dividiu entre os EUA e União Soviética. Essa divisão ficou mais evidenciada na Alemanha, que perdeu a guerra para potências divergentes e acabou dividida em duas partes, dando origem à Alemanha Ocidental e à Alemanha Oriental. O lado ocidental pagava "reparações" às nações aliadas na forma de carvão e cessão de fábricas desativadas. No lado oriental, mais de 6,5 milhões de alemães foram expulsos e os que ficaram foram submetidos ao regime socialista da União Soviética. Assim, os Aliados adotaram a política de não oferecer apoio para que a Alemanha Oriental se reerguesse como nação. Não vamos entrar em detalhes históricos e questões políticas – até porque o FlatOut é um site sobre carros, certo? Mas, para entender esta história toda, é preciso compreender o que levou à formação do Baader-Meinhof Gang – nome pelo qual ficou mais conhecido o Red

Matérias relacionadas

Games que marcaram a infância: Driver 2

Dalmo Hernandes

1.600 cv, 480 km/h e motor flex: este é o novo Koenigsegg Jesko, o sucessor do Agera

Leonardo Contesini

Pony Car internacional: os carros inspirados pelo Mustang original

Marco Antônio Oliveira