FlatOut!
Image default
Car Culture

BMW 320i nacional ganha motor flex, Peugeot 208 será apenas elétrico na próxima geração, Alex Zanardi volta a falar após cirurgia e mais


Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicoshistórias de carros e pilotosavaliações e muito mais!

FLATOUTER

Plano de assinatura com todos os benefícios: acesso livre a todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site, participação no nosso grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!). Exponha ou anuncie até sete carros no GT40 e ainda ganhe descontos em oficinas e lojas parceiras*!

R$20,00 / mês

*Benefícios sujeitos ao único e exclusivo critério do FlatOut, bem como a eventual disponibilidade do parceiro. Todo e qualquer benefício poderá ser alterado ou extinto, sem que seja necessário qualquer aviso prévio.

CLÁSSICO

Plano de assinatura básico. Acesse todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site1, além de poder expor ou anunciar até três carros no GT402.

De R$14,90

por R$9,90 / mês

1Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em oficinas ou lojas parceiras.
2A quantidade de carros veiculados poderá ser alterada a qualquer momento pelo FlatOut, ao seu único e exclusivo critério.

 

BMW 320i nacional ganha motor flex

A BMW anunciou que a linha 2021 do sedã 320i, fabricado em Araquari (SC) conta agora com motor bicombustível. O 2.0 turbo entrega 184 cv entre 5.000 e 6.500 rpm, e 30,6 kgfm de troque entre 1.350 e 4.000 rpm. Ele continua ligado ao câmbio automático de oito marchas já utilizado anteriormente, sempre com tração traseira.

O BMW 320i 2021 é vendido em três versões – GP, de R$ 245.950; Sport GP, que custa R$ 259.950; e M Sport, de R$ 265.950. A partir da Sport GP, o BMW 320i também passa a vir com uma chave digital que utiliza o aplicativo BMW Connected para smartphones e smartwatches. É possível gerar até cinco chaves digitais diferentes, que podem ser sincronizadas com cinco dispositivos. Com a chave digital, é possível abrir o carro, dar a partida e configurar aspectos como limite de velocidade máxima e volume do sistema de som.

 

Peugeot 208 será exclusivamente elétrico na próxima geração

Ainda incomodado com a ausência do motor turbo no Peugeot 208 vendido no Brasil? Não se preocupe: na próxima geração, prevista para 2025 na Europa, o hatchback francês não terá nenhum motor a combustão – será exclusivamente elétrico em todos os mercados.

Brincadeiras à parte, a decisão é séria, e foi revelada aos britânicos do Auto Express pelo executivo  Jean-Philippe Imparato, CEO global da Peugeot. Imparato afirma que as versões elétricas foram responsáveis por 14% das vendas da Peugeot na Europa nas últimas dez semanas (ou seja, dois meses e meio). À luz desta informação, a Peugeot decidiu que o não apenas  próximo 208, mas também seu SUV compacto, o 2008, já poderão abandonar os motores a combustão tradicionais.

O executivo diz que, além do sucesso do e-208 e do e-2008, a legislação europeia cada vez mais rígida com os carros a combustão interna tem seu papel nesta decisão. E tudo indica que outras fabricantes da Europa dançarão conforme a mesma música nos próximos anos.

 

Nissan Sentra estará na Stock Car em 2022

A Stock Car, atualmente com Chevrolet e Toyota no grid, receberá uma terceira fabricante a partir de 2022: a Nissan, que terá uma versão Stock do Sentra na competição. Quem descobriu a novidade foram os colegas do site Motorsport.com, que conversaram com fontes anônimas ligadas à categoria.

Segundo a publicação, a chegada da Nissan faz parte de uma expansão planejada da Stock Car. Já na temporada 2021, antes mesmo de ter mais uma fabricante no grid, a Stock Car será transmitida em TV aberta e fechada e também na Internet, com sinal para o mundo todo.

 

Novo Honda City é fotografado em testes no Brasil

Previsto para estrear no Brasil ainda em 2021, o novo Honda City foi flagrado em nossas ruas pela primeira vez. Feitas por um leitor e publicadas pelo site Auto Mais, as fotos mostram a nova geração do sedã com disfarces leves, que não escondem as linhas da nova carroceria – até porque elas são bem conhecidas, pois o novo City já é vendido em outros mercados.

A grande novidade ficará por conta do motor, se tudo correr como esperado: o novo City deve estrear um inédito 1.0 turbo no Brasil, com três cilindros, 122 cv e 17,6 kgfm – que também já está presente em outros países. A aposta é que apenas a versão de topo utilizará o motor turbo, enquanto as demais continuarão com o atual motor 1.5 quatro-cilindros aspirado. Sem falar, claro, na variante hatchback, também inédita por aqui, para ocupar a lacuna deixada pelo Fit como Honda de entrada no Brasil – o monovolume ficou caro demais,

 

Fiat 500e também é flagrado no Brasil

Outra novidade flagrada no Brasil nesta semana foi o Fiat 500e – a nova geração do compacto, que mantém a identidade visual inaugurada em 2007 (que é incrivelmente atual, apesar da idade), mas ganhou uma nova plataforma e powertrain elétrico. O carro foi prometido pela Fiat, ainda para 2021 e apesar de gerar certa descrença por conta do preço elevado dos elétricos no Brasil, a fabricante ítalo-mineira pelo visto vai honrar sua palavra.

A foto do Fiat 500 foi publicada no Instagram pelo perfil @carroscamuflados. Segundo a página, o carro rodava pelas ruas de Belo Horizonte (MG) quando foi fotografado por um de seus seguidores. O carro traz pouquíssimos disfarces visíveis – apenas adesivos cobrindo emblema e outros detalhes menores. É fácil confundi-lo com um 500 de primeira geração, tamanha a semelhança entre ambos.

Ao que parece, este exemplar é um 500e Action, versão de entrada que usa um motor elétrico de 95 cv (70 kW) e uma bateria de 23,8 kWh. É o bastante para ir de zero a 100 km/h em 9,5 segundos e obter autonomia de até 180 km – alcance claramente voltado ao uso urbano. Com isto, realmente fica claro que o novo 500e será um carro de nicho no Brasil, com o objetivo maior de cultivar a imagem da Fiat como marca tecnológica e moderna, e não de bater recordes de vendas.

 

Yamaha Super Ténéré 1200 tem produção encerrada no Brasil

A Yamaha anunciou nesta semana o fim da produção da maxitrail Ténéré 1200, fabricada em Manaus (AM) vendida no Brasil desde 2010. Embora a fabricante não tenha revelado os detalhes por trás da decisão, mas tudo indica que trata-se de um reflexo do mercado europeu. Por conta das leis de emissões na Europa, a Ténéré 1200 teve sua próxima geração cancelada – o que impossibilita sua renovação por aqui.

Por outro lado, a Yamaha deve trazer em breve a versão de 700cc da Ténéré, que foi apresentada há dois anos no Salão de Milão e usa o mesmo motor bicilíndrico de 689 cm³ da naked MT-07. A fabricante assegura que podemos ficar tranquilos quanto à sua atuação no Brasil, que inclui a produção de 15 motocicletas diferentes para o mercado interno e também para exportação.

 

Alex Zanardi volta a falar após cirurgia

Alex Zanardi, possivelmente um dos homens mais resilientes do mundo, voltou a falar após uma série de cirurgias reconstrutivas na face. O ex-piloto italiano sofreu um acidente em junho de 2020, quando participava de uma corrida com sua bicicleta de mão (handbike) na Itália – ele foi atingido por um caminhão e sofreu traumatismo craniano e fraturas faciais.

Nos últimos meses, Zanardi esteve em coma induzido por conta do risco de danos neurológicos irreversíveis. As primeiras boas notícias vieram no fim de 2020, quando um comunicado oficial informou que Zanardi havia recuperado os sentidos e podia se comunicar por gestos.

Agora, após uma nova bateria de cirurgias cerebrais e faciais, Alex Zanardi voltou a falar. Ele comunicou-se com sua família e os médicos confirmaram que, a princípio, não há danos irreversíveis em sua capacidade mental. Contudo, só o tempo dirá se Zanardi conseguirá recuperar-se completamente. Para quem já perdeu as duas pernas e 75% do sangue em um acidente na Fórmula Indy, há quase 20 anos, e voltou a correr menos de dois anos depois, esta deve ser só mais uma barreira para superar. Nossos bons pensamentos estão com ele.

 

 

 

Este Uno 1.5R pode ser seu!

Participe!

Clique aqui e veja como

Compartilhe agora