A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture História

Bolinha, G3 e G4: a história da segunda geração do Volkswagen Gol

Uma das maiores marcas do Gol sempre foi a longevidade de suas gerações. Enquanto a primeira levou dezesseis anos para morrer completamente, a segunda precisou de ainda mais tempo — de 1995 a 2014, ainda tivemos a segunda geração do Gol nas lojas, sob a alcunha de G4. E, mesmo com quase vinte anos de carreira, até que o Gol, que já estava longe de ser a última palavra em hatchbacks populares, ainda vendia razoavelmente bem. A segunda geração do Gol, lançada em 1994, ficou conhecida como "Bola" ou "Bolinha", mas nem era tão arredondado assim — o Chevrolet Corsa, que estreou no Brasil no mesmo ano (e é vendido até hoje...) era bem mais merecedor do apelido. No entanto, dá para entender: o novo Gol conviveu ainda por dois anos com o antigo, que continuava bastante procurado e só morreu de verdade em 1996. Ou seja, para diferenciá-lo do "Quadrado", o brasileiro começou a chamá-lo de "Bolinha". Faz sentido. O fato é que o Gol de primeira geração, além de já ser um projeto basta

Matérias relacionadas

Qual foi o primeiro carro equipado com suspensão ajustável?

Leonardo Contesini

A futura picape média da Fiat, a 226, mostra sua carroceria definitiva

Gustavo Henrique Ruffo

Kawasaki Ninja: a origem de uma das motos esportivas icônicas de todos os tempos

Dalmo Hernandes