A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Zero a 300

Brazilian design: os carros desenvolvidos no Brasil e vendidos em todo o mundo

Apesar de termos carros montados no Brasil desde o início do século 20, foi somente a partir de 1956 que eles começaram a ser fabricados por aqui. Nos primeiros anos eles eram todos modelos estrangeiros produzidos sob licença por fabricantes nacionais como a FNM, a Romi e a Vemag, o que era perfeitamente normal para a época, vide a história da Lada, SEAT e Dacia. Mas nascida como modo de equilibrar nossa balança comercial, a indústria automobilística sempre foi mais voltada ao mercado interno — especialmente porque a verdadeira abertura aos importados só aconteceu em 1990; antes disso tivemos um período de sobretaxação e outro de proibição completa. As restrições comerciais com outros países mantiveram nosso mercado fechado e bastante limitado em termos de desenvolvimento de modelos. Nos anos 1960 e 1970, os modelos locais eram, em sua maioria, variações sutis de projetos estrangeiros. O Corcel, por exemplo, era um Renault 12 com

Matérias relacionadas

O Demolidor: o filme de 1993 que previu os carros de 2020

Leonardo Contesini

Farol baixo poderá ser obrigatório durante o dia, “Velozes e Furiosos 8” vai para Cuba, modelos BMW M terão tração integral e mais!

Leonardo Contesini

Não dá para ficar mais insano do que um Citroën C2 com dois motores V6

Dalmo Hernandes