A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Notícias

Caminhão de airbags Takata explode no Texas e mata mulher dentro de casa

Na última segunda-feira (22), um caminhão carregado de componentes para airbags da Takata explodiu em uma rodovia no Texas, a caminho da fábrica da companhia. A explosão de proporções gigantescas destruiu uma casa, matando a moradora e danificando outras residências pelo local.

O caminhão vinha da cidade de Del Rio, e seguia em direção a Eagle Pass, onde fica uma fábrica da Takata, transportando detonadores e propelente (o gás responsável pela expansão da bolsa inflável).

Ainda não se sabe muito a respeito do incidente. De acordo com o site de notícias local News 4 San Antonio, o caminhão seguia em direção ao sul na rodovia US 277 quando seu conteúdo explodiu. O motorista, Mario Alberto Rodriguez, e seu carona ficaram feridos, mas conseguiram sair de dentro do caminhão antes da explosão. Um veículo que vinha na direção oposta também foi atingido, e o casal de idosos que estava nele também se feriu. As quatro vítimas foram transferidas para hospitais nas imediações.

A explosão também atingiu uma casa na beira da rodovia, onde vivia Lucila Robles, de 69 anos. A casa ficou destruída e, de acordo com o site Conexion Del Rio, a morte da mulher só foi confirmada na quarta-feira (24), depois da análise de peças dentárias encontradas no local. Até então, acreditava-se que ela estava desaparecida.

Relata-se que destroços da explosão foram encontrados a até três quilômetros de distância do local, e que pelo menos dez casas nas proximidades tiveram vidros quebrados e dobradiças arrebentadas pela onda de choque. Uma cratera formou-se no asfalto, e a rodovia ficou bloqueada por cerca de 30 horas.

c981040e-1183-40ae-8264-c22476c6aeed-large16x9_14107702_1691324867859461_4998513223226793256_o

De início, acreditava-se que a explosão havia sido causada por uma colisão. Eis o que disse um porta-voz da Takata sobre o incidente:

Um caminhão levando detonadores e propelente para airbags que estava sendo operado por uma empresa contratada para a Takata se envolveu em um incidente. De acordo com relatos preliminares, o acidente causou um incêndio, que levou a uma explosão. A Takata imediatamente enviou seu pessoal para o local e vem trabalhando de perto com a empresa contratada e as autoridades apropriadas para investigar o incidente. A Takata tem rígidos procedimentos de segurança quanto ao transporte de seus produtos, que cumprem ou excedem todas as exigências do regulamento. Nossos sentimentos para a família da mulher que morreu como resultado do acidente, e para as quatro pessoas feridas, que foram imediatamente levadas para San Antonio para receber tratamento médico.

De acordo com o Departamento de Segurança do Texas, porém, a possibilidade de a explosão ter sido causada por uma colisão foi descartada. Vale lembrar que, recentemente, a Takata precisou realizar o maior recall de todos os tempos, envolvendo 53 milhões de veículos esquipados com seus airbags. As peças com defeito, quando acionadas, também soltavam pedaços de metal, que acabavam virando projéteis. No total, 169 pessoas ficaram feridas e duas morreram por conta do problema.

Ainda que a causa da explosão não tenha ficado clara, há algumas possibilidades. Mas antes, é preciso entender o funcionamento básico de um airbag.

bolsas-de-airbags-620x346

Como explicamos no post sobre o caso da Takata, o airbag funciona através da liberação de nitrogênio, causa pelo aquecimento de trinitreto (ou azida) de sódio em pó – o material propelente. O aquecimento é disparado pelo sinal elétrico de um detonador, acionado pelo sensor de impacto do carro.

8ec6a0c4-4a6c-4bd4-9913-a63be2a86197-large16x9_14068472_1691324921192789_1065050218066943879_o

Com centenas de detonadores e vários quilos de trinitreto de sódio na caçamba de um caminhão, nem seria necessário fogo ou mesmo uma faísca – um súbito aquecimento, a eletricidade estática ou até mesmo um impacto mais forte pode ter dado origem à explosão.

Matérias relacionadas

Preço da gasolina pode subir 6% em 2014 e chegar a 10% em 2015

Leonardo Contesini

Hyundai lança novo Elantra no Brasil. Para brigar com quem?

Leonardo Contesini

CBA e organizadores de track days chegam a acordo para regulamentação dos eventos

Leonardo Contesini