A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Chevrolet Tracker chega em março, o ronco do novo Lamborghini, nova Fiat Strada em foto oficial e mais!

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Chevrolet Tracker chega em março

A Chevrolet está aprontando para o lançamento do novo Tracker, crossover derivado do Onix e que será fabricado no Brasil. A estreia do carro nas concessionárias está marcada para o dia 17 de março segundo o portal Autos Segredos. O modelo chegará com duas opções de motorização, o 1.0 turbo de 116 cv usado no Onix e um 1.2 turbo de 133 cv e 21,5 kgfm inédito no Brasil. A versão de entrada com motor 1.0 turbo terá opção de câmbio manual, enquanto as versões mais caras serão apenas automáticas.

A nova geração do Tracker ficou maior e mais espaçosa que a atual importado do México e ficou mais leve, o que deve garantir um desempenho melhor e consumi menor que o modelo importado apesar dos motores menores. Assim como o Onix, o Tracker vai chegar com uma politica agressiva de preço e de equipamentos, contando com seis airbags, controle de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa e outros itens que podem ser vistos no Onix. (Eduardo Rodrigues)

 

Mercedes confirma GLA e GLB no Brasil

Como esperado, a Mercedes confirmou o lançamento de seus crossovers GLA e GLB no Brasil. O anúncio foi feito nesta última terça-feira (11) durante o lançamento do elétrico EQC.

A fabricante não deu detalhes sobre quais versões serão vendidas no Brasil, contudo, a confirmação dos motores 1.3 turbo e 2.0 turbo, dá uma ideia sobre o que será oferecido. As possibilidades são o GLA200, GLA250 e GLA35 AMG, GLB200, GLB250 e GLB35 AMG, contudo não é certo que os seis modelos serão trazidos. A Mercedes pode, por exemplo, optar por oferecer somente o GLA na versão 200 e o GLB nas versões 250 e 35 AMG por uma questão de segmentação dos preços.

 

A única versão confirmada, por ora, é o GLB35 AMG, que está previsto para o início do segundo semestre. O modelo é equipado com a versão de 306 cv do 2.0 turbo combinado ao câmbio de sete marchas e embreagem dupla banhada em óleo, e mantém os sete lugares.

Apesar de não haver detalhes sobre os preços, podemos estimar que eles serão oferecidos na faixa de R$ 160.000 pelo GLA200 a R$ 300.000 pelo GLB35 AMG. (Leo Contesini)

 

Nova Fiat Strada é revelada por completo

Enfim, a mini-Toro… ou melhor, a nova Fiat Strada foi revelada pela Fiat, que decidiu quebrar o mistério depois do vazamento de ontem (11). E o que a gente vê é mesmo uma versão reduzida da Toro, não há por que contestar: o perfil da carroceria é muito parecido, bem como o desenho dos faróis e lanternas.

A dianteira tem um quê de Argo, mas os faróis de contorno distinto e a grade maior, com o emblema da Fiat escrito por extenso, dão à face da picape uma identidade própria. Ainda não há imagens da traseira, mas a semelhança com a Toro deve ser mantida por lá, também – afinal, a Toro vende bem e é natural que a Fiat queira aproveitar-se disto com sua nova picape compacta.

Também não foram divulgadas informações oficiais a respeito do conjunto mecânico, mas é dada como certa a adoção dos motores Fire Evo 1.3 e 1.4, e possivelmente o 1.3 Firefly de 101 cv na vesão topo de linha com cabine dupla – talvez até com câmbio CVT. Fora isto, sabe-se que a Strada antiga continuará à venda ao menos na versão de cabine simples, que ainda faz bastante sucesso entre os frotistas.

A nova Strada deverá ser lançada de uma vez em abril – e, até lá, não duvidamos que novas fotos sejam mostradas. Ou vazadas… (Dalmo Hernandes)

 

BMW X5 híbrido xDrive45e M Sport é lançado no Brasil por R$ 456.000

A BMW anunciou ontem (11) a chegada do X5 xDrive45e M Sport ao Brasil, versão híbrida de seu SUV grande. O modelo já pode ser encomendado por R$ 455.950, e as entregas começam em março.

O SUV é movido por um seis-em-linha de três litros com 286 cv entre 5.000 e 6.000 rpm, mais 45,8 kgfm de torque entre 1.500 e 3.500 rpm; ligado a um motor elétrico de 113 cv e 37,2 kgfm de torque. Combinados, os motores entregam 394 cv e 61,2 kgfm de torque – suficientes para levar o X5 xDrive45e aos 100 km/h em 5,6 segundos, com máxima de 235 km/h. O câmbio é automático de oito marchas, e leva a força do conjunto para as quatro rodas.

Segundo a BMW, o X5 híbrido é o SUV mais eficiente à venda no Brasil atualmente, com a maior autonomia puramente elétrica entre todos os automóveis híbridos disponíveis no mercado. A autonomia no modo puramente elétrico é estimada em 87 km. O X5 xDrive45e usa uma bateria de 24 kWh que, de acordo com a fabricante, leva seis horas e meia em um carregador doméstico do tipo wall box.

O SUV é equipado com o BMW Live Cockpit, que integra o quadro de instrumentos e a central multimídia em duas telas de 12,3 polegads; head-up display; conjunto de assistências ao motorista Driving Assistant Professional, que inclui alerta e assistente de mudança de faixa, alerta de tráfego em cruzamento e assistente de estacionamento; câmera de 360°; e reconhecimento de gestos. (Dalmo Hernandes)

 

Lamborghini divulga teaser com ronco de seu novo hipercarro

A Lamborghini prepara o lançamento de um novo hipercarro feito para as pistas em 2020 – eles só não disseram quando (embora saibamos que o Salão de Genebra, em março, está fora de questão). De todo modo, eles não querem que a gente esqueça: agora, foi revelado um teaser com o ronco do monstro.

O carro está no dinamômetro, sem carroceria, preso por algumas correntes e cabos que parecem ter bastante trabalho para segurá-lo. E ele tem um ronco liso, agudo e alto, como um bom V12 naturalmente aspirado. Segundo a Lamborghini, o hipercarro é vagamente baseado no Aventador, mas possui carroceria completamente diferente (possivelmente inspirada no conceito Terzo Millennio, abaixo).

O V12, supostamente, também possui ligação com o motor do Aventador, mas será muito mais forte: fala-se em pelo menos 840 cv. E, embora a Lamborghini dispense os turbocompressores, não está descartada a possibilidade de um sistema híbrido, talvez até com supercapacitores. (Dalmo Hernandes)

 

Hipercarro de Jim Glickenhaus revelado

A Scuderia Cameron Glickenhaus revelou o desenho final de seu carro que vai participar da categoria Hypercar de Le Mans. O SCG 007 possui o estilo mais original dos carros da categoria até o momento, com linhas da dianteira inspiradas na Ferrari 330 P4 e inspiração nos conceitos Alfa Romeo B.A.T. na traseira. Apesar do desenho finalizado, os testes de túnel de vento serão realizados mais tarde no mês, o desenvolvimento do hipercarro ainda está em andamento.

O motor foi confirmado como um V6 3.0 biturbo capaz de produzir 852 cv durante 30 horas seguidas. O desenvolvimento do carro conta com a participação de veteranos da Fórmula 1, da categoria LMP1 de Le mans e da Podium Advanced Technologies — a empresa responsável pelo SCG003C e por aquele Lancia Delta de duas portas.

O cronograma da Scuderia Cameron Glickenhaus está definido, a engenharia do carro será finalizada até junho, a linha de produção estará pronta de julho, o carro começa a ser feito em agosto e em setembro iniciam os testes. O carro será produzido em uma tiragem limitada conforme manda o regulamento. Glickenhaus quer ter a primeira equipe americana a levar o troféu de Le Mans desde a vitória da equipe de Carroll Shelby em 1967 com o Ford GT40 Mk. IV. (Eduardo Rodrigues)

 

Aston Martin apresenta versão aberta do Vantage

A Aston Martin revelou nessa terça (11) a versão conversível de seu esportivo Vantage, que recebeu o nome Roadster no lugar do tradicional Volante da marca. O novo Vantage Roadster vem com o mesmo motor V8 4.0 da Mercedes-AMG do coupé, que produz 510 cv e 70 kgfm. E, assim como o modelo fechado, o câmbio pode ser manual de sete marchas feito pela Graziano ou o conhecido automático de oito marchas da ZF.

O teto do Vantage Roadster é de tecido e pode ser aberto ou fechado em apenas 6,8 segundos em velocidades de até 50 km/h. A diferença de peso entre o Roadster e o coupé é de apenas 60 kg, a Aston Martin diz que a diferença se dá principalmente pelo mecanismo simples e leve do teto. O fabricante garante que a rigidez estrutural do roadster é similar a do coupé.

O desempenho do Roadster é praticamente o mesmo do coupé, o zero a 100 km/h é feito em 3,7 segundos, dois décimos mais lento que o modelo fechado. A velocidade máxima é de 306 km/h, 8 km/h mais lento. De início a Aston Martin apresentou apenas o conversível do Vantage “básico”, para 2021 estão planejadas versões AMR e comemorativa de 70 anos do nome Vantage para o Roadster. (Eduardo Rodrigues)

 

Matérias relacionadas

Alguém está vendendo esta coleção de 13 Ferrari por quase R$ 60 milhões

Dalmo Hernandes

Top Gear no Brasil, começa o Rally Erechim, um Golf GTI do futuro e mais!

Leonardo Contesini

Lei Seca multa mais por recusa ao bafômetro que por embriaguez, Renault Logan perde versões, Porsche compra parte da Rimac e mais!

Leonardo Contesini