A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Automobilismo

Circuit Paul Ricard: a história e a transformação do atual circuito do GP da França

Nesta semana a Fórmula 1 desembarca em Le Castellet para a 87ª edição do GP da França, que retornou ao calendário da categoria em 2018, no Circuito Paul Ricard. Realizado pela primeira vez em 1906, em um circuito de estrada na região de Le Mans, o GP da França nunca teve uma sede fixa, revezando-se em seus primeiros 60 anos entre autódromos locais como La Sarthe e Montlhéry, e circuitos temporários de rua como Reims, Rouen e Clermont-Ferrand. Isso começou a mudar justamente com a inauguração de Paul Ricard, em 1971. Construído pelo magnata das bebidas Paul Ricard — que mais tarde formaria a Pernod Ricard, dona de marcas como as vodcas Absolut e Chivas Regal — o circuito foi o primeiro autódromo moderno da Fórmula 1. É claro que, na época, ele não agradou os puristas, que o consideraram muito “artificial”, mas com áreas de escape para os pilotos, instalações modernas para as equipes e infra-estrutura adequada para os espectadores. Se você está se perguntando porque u

Matérias relacionadas

Como era o mundo da última vez que não havia brasileiros na F1?

Leonardo Contesini

Mexido, não batido: uma breve história da Martini Racing

Leonardo Contesini

Bloody roots: A raiz do amor às pistas e o Palio de Track Days de Pedro Testa

Juliano Barata