FlatOut!
Image default
Car Culture História

Cometa Flecha Azul: a história do ônibus mais icônico do Brasil


Foto: Chailander Borges Nós, entusiastas, relutamos sempre que devemos deixar o volante aos cuidados de outra pessoa. E sempre preferimos viajar de carro, conduzindo, a andar de ônibus. É natural, está no nosso sangue. Dito isto, entusiastas de verdade também sabem apreciar outros veículos, e os ônibus podem, sim, ser veículos admiráveis. Especialmente no caso do Cometa Flecha Azul, o ônibus mais conhecido do Brasil. E com razão: seu visual tipicamente americano e seu motor que passava dos 360 cv nas versões mais potentes, além do padrão de conforto superior a boa parte dos outros ônibus que circulavam pelas rodovias brasileiras até o fim da década de 1990, fizeram do Flecha Azul uma lenda entre os apreciadores dos grandes veículos de transporte coletivo. A história da Cometa começa no fim da década de 1930, com o ex-aviador italiano Tito Mascioli, que decidiu morar no Brasil depois de visitar o País algumas vezes. Em 1937, Mascioli comprou um pedaço de terra no Bairro do Jaba