FlatOut!
Image default
História

Como a Chevrolet ensinou a Porsche a fazer curva


“Zora gerenciava por emoção pura. Ele não entendia nada das teorias de Harvard ou do MIT, ou os programas empresariais de Alfred Sloan na GM; ele apenas gerenciava com emoção. Nos envolvia em suas paixões, transformando-as em nossa paixão conjunta. Quando isso acontecia nossa dedicação era total, infinita… ele gerenciava por amor ao automóvel. Como gerente, se você conseguir isso, nunca mais precisa olhar para trás; esses caras vão te seguir até os quintos dos infernos se preciso for.” (Roy Sojberg, um jovem funcionário de Zora Arkus-Duntov na GM, que muito tempo depois se tornaria o engenheiro-chefe do primeiro Dodge Viper.) Zora Arkus-Duntov era uma figura única. Era praticamente um alienígena na provinciana, puritana e isolada Detroit dos anos 1950. Era Um judeu russo nascido na Bélgica (seus pais estudavam em Bruxelas quando o tiveram, e voltaram a São Petersburgo quando ele