A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
História Zero a 300

Como um médico britânico ajudou a inventar o capacete de corrida

Se você quer correr de carro em um circuito de verdade, é preciso usar os equipamentos de segurança necessários. Além de bancos do tipo concha, cintos de competição e gaiola, é preciso usar macacão, luvas, sapatilhas, balaclava e capacete. No mínimo. Dos equipamentos que o piloto usa no corpo, o capacete sem dúvida é que mais chama a atenção. Na Fórmula 1, por exemplo, o piloto precisa usar no macacão as cores de sua equipe, mas as cores do capacete são livres. Muitos pilotos acabam tendo sua imagem irremediavelmente ligada às cores de seu elmo. Ayrton Senna é o primeiro exemplo que vem à cabeça, naturalmente, mas existem outros – o capacete preto de James Hunt, o branco com tartan escocês de Jackie Stewart, a bola de tênis de Nelson Piquet. Agora, a principal função do capacete é mesmo proteger o crânio, o rosto e os miolos do piloto em caso de acidente. E não precisa nem mesmo ser uma colisão com outro monoposto – uma peça

Matérias relacionadas

Jeep Renegade de cara nova, V8 Turbo da Ferrari eleito o melhor motor do mundo, Toyota Supra na Nascar e mais!

Leonardo Contesini

Mazda RX-7 254: o monstro com motor Wankel que correu em Le Mans nos anos 80

Dalmo Hernandes

Como o antigo motor de pistões opostos pode se tornar uma alternativa eficiente para o futuro

Leonardo Contesini