FlatOut!
Image default
Zero a 300

Detalhes do Polo 170 TSI | o lançamento do BMW M3 Touring | o Jaguar da Rainha e mais!


Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Volkswagen Polo e Virtus 170 TSI poderão rodar até 16,5 km/l

Enquanto os protótipos do Virtus e do Polo 170 TSI andam bastante agitados pela região de Taubaté/SP, o Inmetro acabou divulgando uma novidade sobre eles: a lista de eficiência energética do programa de etiquetagem veicular trouxe o consumo desta futura versão de entrada da linha TSI.

Além dos modelos já oferecidos pela Volkswagen atualmente, a tabela traz Polo TSI e Virtus TSI, sem nenhum nome de versão, apenas a sigla do motor, como já ocorre com o Polo MSI, o que indica que se tratam das versões de entrada com o motor turbo.

De acordo com a lista, o Polo pode rodar até 9,6 km/l na cidade e 11,6 km/l nas rodovias quando abastecido com etanol. Com gasolina, as médias sobem para 13,8 km/l em trecho urbano e 16,5 km/l em trecho rodoviário. Isso com o câmbio manual, que será a única opção do Polo 1.0 TSI.

Já o Virtus terá a opção de manual ou automático. Com a caixa manual, ele pode rodar 9,6 km/l na cidade e 11,4 km/l na estrada, usando etanol. Com gasolina, o manual pode chegar a 13,8 km/l na cidade e 16,3 km/l na estrada. O automático, como esperado, bebe mais: faz 8,7 km/l na cidade e 11 km/l na estrada usando etanol, e 12,4 km/l na cidade e 15,6 km/l na estrada com gasolina.

Considerando o movimento dos carros próximo à fábrica, o lançamento está próximo. Um fator curioso é que um dos protótipos que vimos em testes parecia ter bancos dianteiros com encosto de cabeça integrado, como os bancos do Up. Pode ser por que o Polo/Virtus usa a mesma estrutura de banco do Up (trilhos, inclusive), mas eventualmente poderia ser uma mudança para torná-lo mais acessível e mais competitivo frente ao Onix. Teremos que esperar mais para saber. (Leo Contesini)

 

BMW M3 Touring será apresentada no próximo dia 23

Depois de mais de 35 anos de espera, a BMW finalmente irá apresentar a versão Touring do M3. O modelo, que já está sendo apresentado a conta-gotas desde o ano passado, quando foi confirmado, será lançado no próximo dia 23 de junho, durante o Goodwood Festival of Speed, no Reino Unido.

O lançamento faz parte das comemorações pelos 50 anos da BMW M, e terá a perua acelerando na subida de montanha de Goodwood ao lado de seus irmãos M3 e M4 CSL, onde poderemos descobrir como será seu desempenho frente às outras versões de carroceria.

Falando em desempenho, ao que tudo indica, o M3 Touring já rodou em Nürburgring Nordschleife e, segundo os rumores vindos daqueles lados do mundo, seu tempo foi de 7 min 30s. (Leo Contesini)

 

Lamborghini comemora 20.000 Urus produzidos

Um pouco de perspectiva. O Lamborghini Miura, corrente de 1966 até 1973, teve 764 unidades produzidas.  O Countach? Ficou quinze anos de produção, e foi um dos grandes sucessos da marca: 1983 automóveis produzidos. O Diablo ficou onze anos em produção, e chegou a 2884 carros vendidos. Na verdade, somente quando comemorou 50 anos de idade em 2013, a Lamborghini comemorou a marca de 20 mil carros produzidos. E lembrando: 20 mil carros é a produção anual do Audi A8.

Miura: menos de 800 carros

Mas agora é oficial: a Lamborghini é uma fábrica de SUV, que faz alguns carros esporte nas horas vagas. Em julho do ano passado, a Lamborghini anunciou um marco de produção para o Anus Urus. Naquele momento, o 15.000º exemplar havia saído da linha de montagem na fábrica de Sant’Agata Bolognese. Agora, menos de um ano depois, chega a notícia de que a foi produzido o Anus Urus número 20.000. Na cor “Viola Mithras” (ein?) com teto panorâmico e pinças de freio pretas, o carro foi encomendado por um cliente no Azerbaijão.

Como foi lançado em 2018, foram necessários apenas quatro anos para fabricar 20.000 SUVs, tornando o Anus Urus o modelo mais vendido da empresa, por uma margem enorme. Mais 500 pessoas foram contratadas para aumentar a produção e a área da fábrica dobrou de 80.000 para 160.000 metros quadrados.

Como negócio não há dúvida que é um sucesso, e a garantia da contínua existência da marca. Ainda que isso faça dos seus carros esporte apenas símbolos, mantidos em produção para validar a existência dos SUV. Uma história deveras comum hoje em dia. (MAO)

 

Jaguar cria E-Type especial para o Jubileu da Rainha

Existem muitos tipos de Restomod; a maioria deles apela para colocar uma mecânica de um carro moderno debaixo de uma carroceria antigo, o que torna o exercício um cosplay de carro antigo apenas. Ou uma caricatura as vezes, quando se altera demais o carro antigo para colocar rodas modernas de 91274129274132 polegadas.

Os mais interessantes têm outro mote: melhorar o conceito antigo, usando a tecnologia moderna, mas sem destruir o que fez o carro famoso para começo de conversa. Se foi estilo, este fica intocado; se foi o motor, este permanece, mas modernizado, injetado, preparado para ser a mesma coisa, ampliada em apelo.

Assim foi este Jaguar, criado para que o dono participasse dos desfiles em comemoração ao jubileu de platina da rainha da Inglaterra. Criado pela Jaguar Classic, o carro é simplesmente uma ode ao carro original.

O E-Type Roadster reconstruído tem uma carroceria em um tom personalizado de azul que se inspira na cor da “Union Jack”, a bandeira do Reino Unido. Os faróis de LED substituem as lâmpadas originais. No interior, há estofamento de couro na cor vermelha que vem da tonalidade das caixas de correio britânicas.

O carro também possui várias atualizações em relação a um Roadster E-Type original da Série 1. Em vez do seis cilindros em linha de 3,8 ou 4,2 litros original, este conversível agora tem um motor de 4,7 litros, modernizado e cuidadosamente preparado. Nada da caixa Moss dos anos 1960: o câmbio manual é moderno de cinco marchas, infinitamente mais suave, silencioso e refinado. A suspensão é totalmente refeita e recalibrada, os freios a disco são modernos e maiores, e também são maiores e mais modernos os pneus e rodas; mas a aparência é mantida absolutamente original. Nada de rodas de aro 20 e pneus série, 35, o que arruinaria o conceito original.

O acabamento interno foi inspirado nas caixas de correio britânicas, com estofamento de couro vermelho com acabamento à mão, volante de madeira e console central de metal. O modelo foi adaptado com o sistema Classic Infotainment, que tem tela sensível ao toque, navegação e conectividade Bluetooth sem estragar a aparência correta do período. Este sistema, que estreou nas E-Type 60 Collection Editions no ano passado, está disponível para todos os proprietários de E-Type que desejam uma atualização tecnológica para seu carro clássico.

Uma placa no painel comemora: “E-Type 1961-2021”. Quando o E-Type ganhou as ruas da Inglaterra para um público embasbacado com seu desenho aerodinâmico, a Rainha Elisabeth II já tinha dez anos no trono. Incrível.

O dono deste incrível roadster também queria celebrar uma data particular sua neste carro: pediu à Jaguar um carro do ano em que nasceu. A Jaguar Classic encontrou um exemplo com data de construção apenas dois dias após o aniversário do cliente. (MAO)

 

Conheça os novos Bentley Continental GT S e GTC S

A Bentley anunciou na segunda-feira o novo Continental GT e GTC S com motor V-8, e parecem ser a melhor escolha da linha, pelo menos para o tipo de motoristas que gostam realmente de dirigir.

Muitas publicações especializadas lá fora dizem que o W-12, apesar de avassaladoramente potente com seus 650 cv, não tem lá uma personalidade entusiasmada, e torna o carro um pouco pesado. Já o Conti GT V8, com 542 cv, tem potência mais do que suficiente, e você pode realmente sentir o menor peso ao dirigir. Além disso, o V-8 soa melhor. No Continental GT S, esses atributos são aprimorados com um escapamento esportivo e o Bentley Dynamic Ride, um sistema anti-roll ativo de 48 volts. O GT S não recebe o diferencial traseiro eletrônico do Speed, porém.

A aparência externa dos novos modelos é alterada também. Todo o acabamento cromado é escurecido e as rodas de 22 polegadas estão disponíveis em preto ou bronze fosco. A especificação interna tem uma mistura de couro e acabamento em camurça, mas sendo um Bentley, pode ser encomendado da forma que o cliente desejar.

Existem agora seis variantes do Continental GT, 12 se você quiser separar cupês e conversíveis. No entanto, é bastante fácil de entender, pois cada motor é oferecido com um acabamento básico, mais luxuoso e mais esportivo. Para o V-8, há o Continental GT V8, S e Azure básico, e para o W-12, é o carro básico, Speed ​​e Mulliner. Assim como a Porsche, que desenvolveu a plataforma do Continental GT, a Bentley quer oferecer um carro para cada cliente concebível.

Uma estratégia de personalização que está muito em voga atualmente. Se você tem dinheiro suficiente, as opções são infinitas; o que é cada vez mais diferente para quem não tem. (MAO)

 


Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicos, histórias de carros e pilotos, avaliações e muito mais!

FLATOUTER

Plano de assinatura com todos os benefícios: 30% OFF na loja durante a 3ª temporada do Goodguys, acesso livre a todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site, participação no nosso grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!). Exponha ou anuncie até sete carros no GT40 e ainda ganhe descontos em oficinas e lojas parceiras*!

R$ 26,90 / mês

ou

Ganhe R$ 53,80 de
desconto no plano anual
(pague só 10 dos 12 meses)

*Benefícios sujeitos ao único e exclusivo critério do FlatOut, bem como a eventual disponibilidade do parceiro. Todo e qualquer benefício poderá ser alterado ou extinto, sem que seja necessário qualquer aviso prévio.

CLÁSSICO

Plano de assinatura básico. 15% OFF na loja durante a 3ª temporada do Goodguys, acesse todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site1, além de poder expor ou anunciar até três carros no GT402.

R$ 14,90 / mês

ou

Ganhe R$ 29,80 de
desconto no plano anual
(pague só 10 dos 12 meses)

1Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em oficinas ou lojas parceiras.
2A quantidade de carros veiculados poderá ser alterada a qualquer momento pelo FlatOut, ao seu único e exclusivo critério.

ESTA Chevy GMC 500 2.0 16V Turbo
PODE SER SUA!

Clique aqui e veja como