A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture História

Dodge Viper: a víbora de dez cilindros que mostrou ao mundo como os americanos fazem supercarros – Parte 1

De vez em quando a gente gosta de parecer sofisticado, não é? Dizer que gostamos de esportivos europeus de comportamento dinâmico refinado, potência na medida certa, equilibrados em alta velocidade, elegantes, bons de guiar e de olhar. Assistimos a comparativos, analisamos tempos no cronômetro e participamos de longas discussões técnicas na Internet. Tudo para provar que gostamos de carros bons, no sentido mais puro da palavra. Só que hoje nós não vamos falar de sofisticação. Não estamos aqui para falar de um belíssimo supercarro italiano cheio de curvas, dono de uma herança nas pistas que vem dos primórdios do automobilismo. Viemos aqui hoje para falar do Dodge Viper que, ao lado do Corvette, representa o jeito americano de fazer superesportivos: estúpido, ignorante, agressivo e... matador. Lee Iacocca apresenta o Dodge Viper no Salão de Detroit de 1989 Nada menos do que se espera de um carro que, além de ter um V10 de mais d

Matérias relacionadas

Sébastien Loeb arrepia em Nordschleife nos preparativos para o WTCC em Nürburgring

Dalmo Hernandes

Dez carros de rua que usam motores desenvolvidos para corridas

Leonardo Contesini

Mid Night Club: a história da lendária gangue de street racers do Japão

Dalmo Hernandes