A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Motos

Doritos em duas rodas: 10 motos com motor Wankel

A história do motor rotativo de Felix Wankel todo mundo conhece: um cientista nazista fascinado por válvulas e motores rotativos sai da prisão em 1947, e funda um pequeno laboratório de pesquisa em Lindau, às margens do Bodensee (Lago Constança).  É contratado para prestar consultoria à NSU de Neckarsulm, principalmente em válvulas rotativas para motores 4 tempos. Lá, convence a empresa a usar um eficiente e inovador compressor mecânico de seu desenho em motores de competição. A geometria do compressor era uma carcaça com o formato do número 8, mas bem alisado no meio. Dentro dele, girava excentricamente um triângulo ovalizado, suas três pontas sempre em contato com a carcaça. Aberturas laterais na carcaça admitiam ar atmosférico num ponto, e mais adiante expeliam ar comprimido. Era, na verdade, o motor Wankel como conhecemos, funcionando aqui como um compressor mecânico, um blower psicodélico alemão. Felix Wankel conseguiu, aos poucos, viabilizar seu novo motor de combustão in

Matérias relacionadas

Wayne Rainey: a carreira interrompida de um dos maiores talentos da MotoGP

Carlos Eduardo Almeida

Super Blackbird: a história da Honda CBR1100XX

Dalmo Hernandes

Yamaha YZ250: a história da lendária “Yammy YZ”

Dalmo Hernandes