A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Projetos Gringos

Este cara fez um motor radial usando peças de Fusca — e não é que deu certo?

Opostos, em linha ou em V: destes três modos são posicionados os cilindros no motor da maioria dos carros (porque motores rotativos não têm cilindros). Contudo, existe uma configuração menos conhecida — ao menos para quem não é muito ligado em aviação: os motores radiais, com um virabrequim central e os cilindros “brotando” dele.

Mas parece que um holandês chamado Arnold de Man os conhece muito bem — a ponto de conseguir construir sozinho um motor radial usando peças de Fusca. E o resultado é simplesmente impressionante!

14471766920_a634e759dd_b

O princípio de funcionamento de um motor radial é simples: os cilindros, que normalmente são ímpares e formam o desenho de uma estrela (na Alemanha os radiais são conhecidos como Sternmotor, literamente “motor-estrela”), realizam movimentos reciprocantes e movimentam o virabrequim, que costuma ser ligado diretamente à hélice do avião — e isto é demonstrado com perfeição pelo motor radial “caseiro” de Arnold:

Segundo a descrição do vídeo, Arnold usou as peças de dois motores VW 1200 que, na verdade, têm deslocamento de 1.192 cm³. Cada um dos sete cilindros desloca 298 cm³ — ou seja, o volume total do motor é de 2.086 cm³. Arnold diz que aproveitou os cilindros, pistões, cabeçotes, válvulas, bomba de óleo e motor de partida dos boxer VW — boa parte deles modificados para o novo propósito.

Ele também postou um vídeo com algumas imagens e detalhes do processo de fabricação de alguns componentes , como as bielas, o bloco, o virabrequim e o contrapeso. Note que, como todo radial, o motor feito por Arnold tem uma biela mestra, que coordena o movimento das outras bielas. Normalmente o pistão com a biela mestra fica no cilindro do topo:

Arnold diz, em um dos comentários abaixo do vídeo no YouTube, que não tinha nenhuma aplicação específica em mente quando fez este motor — nenhum monomotor ou carro. “Eu só queria fazer um motor radial”, ele diz. Bem, para nós é um motivo bom o suficiente. Até porque a engenharia por trás de um motor radial certamente é uma das mais fascinantes. Duvida? Então dê uma olhada neste gif que mostra como os elementos internos de um motor radial se movem quando em funcionamento:

BrowserPreview_tmp

Não parece que ele está dançando? Shake that booty, radial!

[ Via Jalopnik US ]

 

 

 

Matérias relacionadas

Fiat 500 Abarth Motore Centrale é exatamente o que você está pensando

Dalmo Hernandes

High Downforce: o McLaren F1 mais raro do mundo é ainda mais especial

Dalmo Hernandes

Você precisa assistir a esta corrida de Velozes e Furiosos com carros de controle remoto

Dalmo Hernandes