FlatOut!
Image default
Projetos

Este drift trike motorizado é o nosso novo brinquedo de gente grande favorito


As festas ainda não acabaram e muita gente está de férias. Por isso ainda dá tempo de aproveitar as diversões à moda antiga que sugerimos antes do Natal. Entre elas estava o drift trike que, como o nome mesmo diz, garante diversão a beça para quem curte esportes radicais e derrapagens controladas: você só precisa de uma ladeira e habilidade (que se adquire com algumas boas sessões de treino). Mas e se você quiser levar seu trike a um novo nível?

A resposta é óbvia: coloque um motor nele!

trike

Temos certeza de que, quando criança, você queria sair por aí colocando motor em tudo — na sua bike, no seu skate, no seu patinete e até no seu carrinho de rolimã. A gente era assim. Então por que não fazer isto agora que você cresceu e não precisa mais pedir para os seus pais?

Foi o que os caras da grife Gentleman Automotive Streetwear, ou só “GAS”, fizeram em parceria com a fabricante de relógios Rockwell Watches. Bem, não conhecíamos estas duas empresas até hoje e não entendemos muito bem porque elas se juntaram para fazer um drift trike motorizado, mas o fato é que eles fizeram e o levaram para um autódromo (o Miller Motorsports Park, em Utah) e o resultado é este vídeo… inspirador:

Veja bem, você pode comprar seu próprio drift trike, ou você pode fazer como eles e construir o seu sozinho. Aqui no Brasil existem lojas que vendem trikes prontos ou os componentes para montá-los — guidão, garfo, quadro, rodas, banco e pedais. Não é a coisa mais fácil do mundo, mas também não é física quântica. E, dependendo dos seus conhecimentos de engenharia, você ainda pode adaptar um motor e outras coisas que tornem seu triciclo de drift mais versátil.

Por exemplo: em vez de usar traseiras rodas de PVC ou polipropileno (sem aderência, elas deslizam pelo asfalto), os caras aproveitaram o eixo traseiro de um kart e suas rodas com pneus de borracha. Em vez de instalar os freios na dianteira como é costume (normalmente são usados freios de bicicleta), eles os colocaram freios Willwood na traseira para travar as rodas e poder executar os drifts. 

O motor é um monocilíndrico Honda de 9 cv (provavelmente um GXV270, de 270 cm³, que no Brasil custa cerca de R$ 1.600) e fica instalado no eixo traseiro, ao lado do piloto — que fica descentralizado, mas aparentemente isto não atrapalha na condução. Pelo contrário!

Agora, os caras da GAS não foram os primeiros a fazer um trike com motor — longe disso. Há diversos vídeos de projetos parecidos espalhados pelo YouTube, e até encontramos uma galera aqui do Brasil que se reúne para curtir seus triciclos motorizados:

Se pararmos para pensar, os triciclos motorizados são praticamente karts de três rodas — e seria animal disputar uma corrida com eles. Quem topa?

 

 

ESTA Chevy GMC 500 2.0 16V Turbo
PODE SER SUA!

Clique aqui e veja como