A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Vídeo

Este idiota invadiu uma corrida com seu carro — e foi preso por isso

O Reino Unido está cheio de categorias regionais de automobilismo que parecem muito divertidas — você não precisa ser profissional, é só ter a grana, o carro, se inscrever e correr. Mas tem gente que não acha isso o suficiente e prefere invadir uma corrida que está sendo transmitida ao vivo com seu VW Polo, para desespero de sua namorada. Não entendeu? Então continue lendo, porque nós vamos explicar direito esta história absurda.

A Fun Cup é uma categoria de endurance que acontece desde 2002 no Reino Unido. Os carros são monopostos com estrutura tubular, bolha de VW Fusca, motor VW de 130 cv e câmbio sequencial. As corridas costumam durar de quatro a oito horas e são televisionadas, e a etapa do último sábado (14), no circuito de Brands Hatch, não foi exceção. Sendo assim, imagine a surpresa de todos os espectadores e telespectadores quando, no meio dos carros de corrida, apareceu um VW Polo branco, de rua!

A presepada foi de autoria de Jack Cottle, um rapaz de 21 anos que achou que seria divertido levar sua namorada e seus amigos para um passeio pelo autódromo durante a corrida. Este é o vídeo da “brincadeira”, filmado de dentro do carro:

A namorada de Cottle está claramente desesperada. Ela implora para que ele não entre na pista e, quando ele ignora seus pedidos, continua insistindo para que ele saia de lá. “Você vai bater o meu carro!” ela diz enquanto chora desesperadamente. Os amigos deles, no banco de trás, continuam rindo. Depois que ela insiste muito, ele finalmente encontra uma saída e deixa a pista. A corrida foi interrompida por causa dele.

A princípio muita gente duvidou que o vídeo, que circulou no domingo (15), fosse real — será mesmo que alguém seria idiota a ponto de invadir, de carro, um autódromo no meio de uma corrida? Aparentemente sim — este é o vídeo da transmissão da corrida na TV britânica:

Sim, aparentemente existe mesmo alguém capaz de cometer uma idiotice dessas. Mas não demorou para que ele enfrentasse as consequências. Ainda no domingo, o caso foi denunciado à polícia do condado de Kent, onde fica o circuito de Brands Hatch, e ontem (16) Cottle foi preso. A acusação? Cárcere privado — provavelmente por levar o carro de sua namorada para o autódromo sem seu consentimento e não sair de lá mesmo sob insistência dela — com tudo registrado em vídeo.

Entrevistado pelo Daily Mail, ele diz não se arrepender do que fez — pelo contrário:

As pessoas estão aumentando a proporção da coisa toda. Só se vive uma vez e eu gosto de viver cada dia como se fosse o último, e agora estou sendo condenado por ser diferente.

Acontece que ele não tem noção dos perigos de se invadir uma corrida ao vivo, ou da gravidade desta contravenção. No automobilismo não faltam casos de invasão de pista com consequências ruins, de prisões a mortes.

Em 2003, o ex-padre irlandês Neil Horan invadiu o autódromo de Silverstone durante o Grande Prêmio da Inglaterra. Vários pilotos tiveram que desviar dele, e o safety car foi acionado para garantir sua segurança… até que ele fosse detido por um fiscal de pista e preso, julgado e condenado a dois meses de prisão por “transgressão agravada”:

Agora, falando em invasões é impossível não lembrar do acidente envolvendo Tom Pryce em 1977 no circuito de Kyalami, na África do Sul. O carro do piloto italiano Renzo Zorzi perdeu o controle durante a 21ª volta e bateu no muro. O combustível vazando direto no motor causou um incêndio, e dois fiscais de prova correram para ajudá-lo, atravessando a pista. O primeiro, chamado William, conseguiu chegar até o carro em chamas. Já o segundo, Jensen van Vuuren, então com 19 anos, não teve a mesma sorte: ao atravessar a pista, foi atropelado pela Shadow do britânico Tom Pryce, que vinha a cerca de 280 km/h.

O corpo de Van Vuuren ficou irreconhecível. O extintor que ele carregava atingiu Pryce na cabeça, arrancando seu capacete e o matando na hora. O vídeo abaixo mostra o momento do impacto — fica o aviso: mesmo com qualidade ruim, as cenas são bem fortes.

Não foi bem uma invasão de pista, mas depois foi revelado que, ainda que o procedimento padrão da pista fosse exatamente este, os dois fiscais atravessaram a pista sem autorização de seus superiores.

Sim, é perigoso invadir a pista no meio de uma corrida, e as consequências podem ser bem piores do que uma prisão.

Matérias relacionadas

Bugatti Veyron, Pagani Huayra, McLaren P1, Porsche 918 e LaFerrari: cinco hipercarros juntos na pista!

Dalmo Hernandes

Piloto é intoxicado por monóxido de carbono em seu Toyota e desmaia em track day

Leonardo Contesini

Tiff Needell compara o Audi R8 V10 em Forza 5 e na vida real. Será que ficou realista?

Dalmo Hernandes