A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture WTF?

Este Porsche 911 era o carro dos sonhos de alguém — e se tornou um pesadelo (Update: ele conseguiu!)

Imagine economizar por anos para comprar o seu carro dos sonhos e descobrir que ele saiu da fábrica com todos os problemas possíveis. Agora, imagine que o carro em questão é um Porsche 911. Desanimador, não é? Pois é exatamente isto que está acontecendo com Nick Murray e seu 911, que ele comprou em junho de 2013. Sério: nunca vimos um carro, de qualquer marca, com tantos defeitos de fábrica quanto este.

A atual geração do 911, a 991, foi lançada em 2012 e largamente elogiada como a melhor até entaõ: desempenho incrível, mecânica aperfeiçoada, comportamento dinâmico impecável e o melhor visual em anos. Ninguém imagina que um modelo que é referência não só entre os esportivos, mas entre os automóveis em geral, possa dar tanta dor de cabeça ao seu dono.

Desde que comprou o seu 911, Nick vem encontrando, dia após dia, novos defeitos no carro, e os vem documentando em uma série de vídeos bem detalhados, além de fazer um resumo com todos eles em seu vídeo mais recente, abaixo:

Nick tenta ser bem humorado, dizendo que o carro é “fantástico”, mas que a Porsche foi tão bacana que resolveu dar a ele alguns “opcionais extras”, que ele foi descobrindo aos poucos. Primeiro, os sensores de estacionamento não funcionavam, e depois o carro não ligava. Quando conseguia andar com o carro, ele notou que as janelas baixavam sozinhas alguns milímetros, causando um ruído parecido com um apito quando o vento entrava pelas frestas, e os espelhos retrovisores começaram a mudar de posição sozinhos.

Diversas mensagens de erro começaram a aparecer no painel e na tela multimídia e, quando o carro passava por uma lombada, todos os mostradores do carro simplesmente desligavam e retornavam com mais mensagens de erro, como um computador velho. Mais tarde, Nick notou também que, depois de dirigir por períodos mais longos, a bateria descarregava. Mas o defeito mais assustador era uma fumaça que saía do painel e das portas e ocupava todo o interior do carro. Como apontou o Jalopnik, é provável que a raiz de tudo esteja no sistema elétrico/eletrônico do carro — de fato, alguns problemas na fiação foram encontrados durante uma das visitas do carro à autorizada. Como tudo nos carros modernos é interligado, uma falha acaba gerando uma série de problemas por todos os lados.

erro 911

Obviamente, Nick procurou a Porsche dos EUA para resolver o problema. A empresa, então, ficou com o carro para consertá-lo, confiantes de que encontrariam a causa de todos os problemas e devolveriam o carro a seu proprietário em perfeito estado. Contudo, não foi bem assim: o carro ficou dois meses nas mãos da autorizada para voltar pior do que antes: além de alguns problemas persistirem, agora o carro estava com uma infiltração de água pelo painel — que formou uma “pequena piscina” no assoalho — e com várias peças de acabamento interno mal encaixadas (algumas até caíam enquanto Nick dirigia seu carro).

Depois de ter seu carro levado, “consertado” e entregue algumas vezes, Nick se cansou e decidiu que queria seu dinheiro de volta ou um carro novo, livre de problemas. Contudo, a Porsche diz que, no máximo, pode dar a ele o valor do carro usado. Obviamente, ele não aceitou — e chegou a receber “ameaças veladas” dos advogados da marca.

Como o próprio Nick diz, ele não é “um daqueles ricos babacas que compram Porsches o tempo todo — talvez eu seja um babaca, mas não  um babaca rico”. Se ele fosse, certamente não se importaria em receber um valor mais baixo do que o que pagou no carro como compensação pelos transtornos e comprar um carro novo. Mas ele adora o 911 — tanto que ele aproveita os momentos em que o carro funciona bem para curtir os momentos ao volante (ele já rodou mais de 20 mil km com ele) e até fazer alguns vídeos com suas impressões ao volante. E ele é um verdadeiro cavalheiro — fala com calma, ironiza a própria situação, e deixa claro que não deixou de gostar dos carros da Porsche por causa dos problemas com seu carro.

neunelfer

 

Estamos diante de um cara que conseguiu seu carro dos sonhos e, perdão pelo clichê, acabou ficando com um pesadelo nas mãos. Este é, certamente um caso isolado (afinal, estamos falando de engenharia alemã aqui), mas precisava acontecer justamente com alguém que trabalhou e economizou por tanto tempo para comprar um? Ele diz que, enquanto a Porsche não devolver seu dinheiro ou lhe der um carro novo — preferindo economizar alguns trocados com consertos que não resolvem nada —, ele vai continuar fazendo seus vídeos, e pede que quem os assiste ajude a espalhar sua história.

Torcemos para que a situação se resolva da melhor forma possível, e vamos acompanhar o que acontecerá daqui em diante.

UPDATE: Ele conseguiu!

Esta foi rápida: depois da comoção que seu último vídeo causou na internet e nas redes sociais, a Porsche USA entrou em contato com Nick mais uma vez — desta se oferecendo para comprar o carro de volta pelo valor pago ou dar a ele um carro novo. A Porsche até tinha se disposto a entrar em um acordo baseado nas leis específicas para carros com defeitos de fabricação do estado de Connecticut, onde o neozelandês mora hoje, mas ele julgava que este caso era diferenciado e merecia uma solução mais específica. E ele conseguiu o que queria — “nada mais, nada menos”, como ele diz no vídeo.

Certamente esta decisão foi benéfica não apenas para Nick, mas também para a Porsche e sua imagem junto aos consumidores. Da nossa parte, só desejamos que isto não precise se repetir.

Matérias relacionadas

O misterioso envolvimento de DeLorean com o tráfico de cocaína

Leonardo Contesini

Especial FlatOut em Araxá: a invasão de 50 anos de Ferraris

Leonardo Contesini

Os carros de rua com motor exposto mais incríveis já feitos – parte 1

Dalmo Hernandes