A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Vídeos

Etiqueta na pista: tudo o que você não deve fazer em Nürburgring Nordschleife (ou em qualquer autódromo)

O sonho de onze entre dez entusiastas é, um dia, acelerar em Nürburgring Nordschleife. O circuito alemão de mais de 20 km é a Meca da velocidade, um destino que qualquer um que goste de carros tem a obrigação de ir visitar ao menos uma vez na vida.

Digamos, então, que você guardou grana por meses, planejou sua viagem (temos um guia para te ajudar nisso!), pegou um avião, alugou um carro e finalmente conheceu o Inferno Verde. Mas você sabe como deve se comportar lá?

O vídeo abaixo, feito pelo pessoal do Auto Addiction, é uma coletânea de situações que você deve evitar ao máximo em Nürburgring – um circuito tão lendário, e tão presente em vídeos no Youtube e simuladores, que muita gente acredita ser especialista no traçado sem sequer ter ido até lá. Não importa quantas horas você passou memorizando o traçado em um simulador ou quantos onboards você assistiu na internet: quando você está lá, as coisas são completamente diferentes – é um desafio mesmo para quem já tem experiência considerável em autódromos.

Isto porque a administração de Nürburgring é bastante liberal quanto a quem pode entrar lá para dar umas voltas. Nos dias em que o circuito é aberto para turistas (os Touristenfahrten), basta chegar com qualquer veículo motorizado (qualquer um mesmo) e pagar a taxa por volta (a partir de 2017, € 25 de segunda a sexta-feira e €30 nos finais de semana). Nem todo mundo que está lá é piloto: há gente com experiência zero em um autódromo de verdade; gente que até já acelerou em um circuito, mas nunca em Nordschleife; e os entusiastas locais que vão sempre até lá e sabem muito bem o que estão fazendo.

Por esta razão, durante os Touristenfahrten, há certas regras e normas de conduta que devem ser cumpridas.

Como nas estradas da Alemanha, toda ultrapassagem deve ser feita pela esquerda – você não está em uma corrida. Como diz a introdução do vídeo, não há nenhum troféu para quem faz a volta mais rápida. Se você estiver tentando quebrar seu recorde pessoal, o faça com segurança, e não como o Lotus Elise que aparece aos 00:30. Esta é uma das regras mais básicas – e uma das mais desrespeitadas, também.

por-dentro

Formado por vias públicas da cidadezinha de Nürburg, o Nürburgring Nordschleife tem nada menos que 20,8 km de extensão, ao menos onze tipos de piso, 73 curvas e uma variação topográfica de cerca de 300 metros. Com isto, há muitos trechos rápidos e com baixa visibilidade, quebras de relevo e irregularidades na superfície da pista. Além disso, é um circuito estreito, com guard rails separados da pista apenas por uma estreita faixa de grama (ou seja, a área de escape é praticamente nula mesmo nos trechos mais velozes), zebras altas (que atrapalham a visibilidade e desestabilizam o carro) e largura média de apenas 6,7 metros. Acidentes são comuns e, quando acontecem, exigem alguns procedimentos básicos.

A primeira coisa que você deve fazer depois de bater o seu carro é parar ao lado da pista, o mais perto possível do guard rail, a fim de reduzir as chances de acidentes secundários. Não importa se você só deu uma pancadinha: qualquer vazamento de fluidos ou qualquer componente que se soltar do seu carro representam um risco para os outros motoristas que também estão ali (especialmente os motociclistas).

abraço-

Se você bateu e o carro parou, não saia de dentro dele imediatamente: antes, certifique-se de que tem visibilidade suficiente para sair do carro com segurança. No vídeo, temos exemplos bem claros do que não fazer. Aos 00:45, o VW Golf bate MK3 bate e ricocheteia de volta para a pista. O casal que estava lá dentro sai do carro e se abraça. Claro, provavelmente eles estavam nervosos, mas esta é uma péssima ideia. Atropelamentos fatais costumam acontecer exatamente neste tipo de situação.

A partir dos 2:15, o BMW Série 3 Compact se perde no meio de um drift (algo que deve ser evitado quando todos os outros na pista estão em grip) e bate no muro. Em vez de parar imediatamente, ele segue de volta para a pista e para bem na saída da curva Brunnchen , uma das mais cegas e traiçoeiras do Nördschleife. Fazendo isto, ele obriga os outros pilotos a reduzir a velocidade de forma brusca, o que quase sempre também acaba em colisões secundárias – especialmente quando outros carros decidem estacionar imediatamente para ajudar, sem se preocupar com o local onde param.

bmw-

 

Se você conseguir sair do carro com segurança, a primeira coisa que deve fazer é colocar o colete sinalizador (que é obrigatório para quem está a pé em Nürburgring) e ir para trás do guard rail. Depois, sempre com segurança, voltar algumas dezenas de metros e ajudar a sinalizar o acidente. Não faça como o cara de camiseta azul que aparece aos 4:30. Ele quase é atingido em cheio por um BMW Série 3 por estar em pé logo na entrada de uma curva, acenando os braços para sinalizar os outros motoristas de que havia um vazamento de óleo na pista.

hqdefault

A partir dos 3:15 do vídeo, vemos um bom exemplo: o motociclista vê que um Honda S2000 batido deixou um pedaço de si para trás (o motorista deveria ter parado o carro assim que bateu), para alguns metros à frente e, por trás do guard rail, vai até o local. Quando julga ser seguro o bastante, ele invade a pista e retira o pedaço de carro que estava atrapalhando os outros e poderia ter causado algum incidente.

motociclistagenteboa

Um último toque: em caso de acidente, valem as leis de trânsito vigentes na Alemanha. Por isso, as condições em que o mesmo ocorreu são apuradas pela polícia e, caso você tenha causado uma colisão por desrespeitar alguma das normas, certamente terá problemas com o departamento de trânsito alemão.

Matérias relacionadas

Como transformar uma Kombi em um hot rod de uso diário? Com um V8 de 7,7 litros e quase 600 cv, claro!

Dalmo Hernandes

Kawasaki Ninja H2R no Velo Città, acelerando o Renault Mégane RS, Mercedes 190E Cosworth no Brasil, um Santana CL de 500 cv e mais nos melhores vídeos da semana!

Dalmo Hernandes

Mercedes-AMG S63 cupê no Velo Città, testando o Audi RS3 Sportback na rua, um belo Alfa Romeo JK e mais nos melhores vídeos da semana!

Dalmo Hernandes