A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Top

Os Matchbox mais raros e valiosos do planeta

Miniaturas já deixaram há muito tempo de ser apenas brinquedos. Na verdade, temos certeza de que assim que os primeiros carrinhos começaram a ser vendidos, alguns pais começaram a comprar alguns carrinhos “para seus filhos” quando, na verdade, estavam começando sua própria coleção (digo por experiência própria, acredite).

As miniaturas em escala 1:64, como os Hot Wheels e Matchbox, estão entre as mais populares, e não é difícil entender o motivo: elas são baratas, algumas são muito bem acabadas e podem ser encontradas em basicamente qualquer lugar. Quer dizer, nem sempre elas são baratas.

Há não muito tempo atrás, contamos a história do colecionador Bruce Pascal, que ganhou um jogo de Hot Wheels em 1968 – o ano em que eles foram lançados – e se apaixonou imediatamente. Hoje, ele é o maior colecionador de Hot Wheels do planeta, com um acervo avaliado em US$ 1,8 milhão (mais de R$ 5,5 milhões) e alguns dos carrinhos mais caros do planeta.

Matchboxking

Hoje, vamos falar da Matchbox, que também tem algumas verdadeiras preciosidades em sua linha. Na verdade, os carrinhos Matchbox são ainda mais antigos que os Hot Wheels, como a gente contou neste post. Eles foram lançados em 1953, quando um cara chamado Jack Odell encomendou à fabricante de brinquedos Lesney Toys uma miniatura bem pequena para sua filha Ann. Ela gostava muito de carrinhos, e estudava em uma escola que só permitia que fossem levados brinquedos que coubessem em uma caixa de fósforo.

rolo

O brinquedo, um pequeno rolo compressor, fez muito sucesso entre os amiguinhos da garota. Uma coisa levou a outra e, no fim de 1953, a Lesney já havia patenteado o nome Matchbox (“caixa de fósforos” em inglês), que batizou sua nova linha de miniaturas.

Os Matchbox sempre foram considerados mais fiéis e mais caprichados do que os Hot Wheels, que eram carrinhos mais caricatos e coloridos. Por isto, em 1997, quando a Mattel (fabricante dos Hot Wheels) comprou a Matchbox, que passava por dificuldades financeiras, muitos fãs se revoltaram. Havia – ainda há, na verdade – uma rivalidade muito grande entre os adeptos de cada uma das linhas de miniaturas.

O fato é que, tal qual os Hot Wheels, os Matchbox também alcançam cifras astronômicas quando se trata de modelos raros e cobiçados. A gente selecionou, neste post, os Matchbox de coleção mais caros à venda hoje.

 

1967 Mercury Cougar Dark Cream Trial

s-l1600

Fabricado em 1967, ainda pela Lesney Toys, este é um dos Matchbox mais raros do planeta. Trata-se de um Mercury Cougar hardtop (irmão mais chique do Ford Mustang do mesmo ano) na cor bege com interior vermelho. É uma unidade de pré-produção, feita para testar cores e acabamentos, e sabe-se apenas de um punhado deles no mundo todo. A versão final de produção manteve o interior vermelho, mas cor escolhida para a carroceria foi o verde metálico.

s-l1600 (1)

A miniatura é uma verdadeira demonstração de como os Matchbox eram refinados: o interior é muito bem acabado, as portas abrem e as rodas esterçam em sincronia com o volante. Um deles está à venda no eBay por US$ 10.000, ou R$ 31 mil em conversão direta.

 

1965 BP Dodge Wrecker

bptruck

A miniatura de um caminhão Dodge usado pela British Petrol fabricada pela Matchbox em 1965 tem a cabine amarela e a caçamba verde. No entanto, os colecionadores ficam bem felizes quando uma série de carrinhos sai com algum erro da fábrica – e, neste caso, um 1965 BP Dodge Wrecker com a cabine verde e a caçamba amarela vale muito mais.

null_zps5799744d

Quanto mais? Digamos que um exemplar com as cores corretas em perfeitas condições custa por volta de US$ 15 no mercado, enquanto um reversed foi vendido em 2013 por nada menos que US$ 8.500 – o equivalente a R$ 26,3 mil.

 

1966 Opel Diplomat

Sierra Exif JPEG

Pelo nome, dá para chutar que o Opel Diplomat foi uma inspiração para a Chevrolet na hora de batizar as versões mais sofisticadas do Opala, embora ele ficasse acima do Rekord (o carro que deu origem ao Opalão) na linha da Opel. Para os colecionadores de Matchbox, porém, o que importa é a cor.

Vintage-Matchbox-Lesney-36c-Opel-DiplomatRESTO-MODIFIED-TO-RARE-_1

A maioria dos carrinhos era pintada de dourado, e um bom exemplar custa algo na casa dos US$ 25. A versão verde-piscina (sea green, em inglês), bem mais rara, costuma ser comercializada por valores acima dos US$ 9.000 (R$ 27,7 mil).

 

1971 Stretcha Fetcha Ambulance

s-l1600 (3)

Assim como acontece com os Hot Wheels, alguns Matchboxes são veículos fictícios, ainda que estes sejam bem menos comuns. A Stretcha Fetcha Ambulance é um deles. Vendida na década de 1970, ela é bastante rara em qualquer cor – laranja, branca ou verde limão, com exemplares custando até US$ 700 (R$ 2,15 mil).

s-l1600 (4)

Contudo, a versão mais valiosa é uma edição especial em verde militar fabricada na Espanha. Um exemplar está anunciado no eBay por US$ 5.000, o que dá cerca de R$ 15,5 mil em conversão direta.

 

1961 Bugatti Type 35

s-l1600 (5)

Assim como os carros de corrida que a Bugatti fazia nos anos 1920 e 1930 estão entre os clássicos mais valiosos da atualidade, a versão Matchbox do Bugatti Type 35 está entre as miniaturas 1:64 mais valiosas do planeta – especialmente na combinação específica de carroceria azul metálico e pneus cinza.

s-l1600 (7)

Um exemplar muitíssimo bem conservado está à venda no eBay por nada menos que US$ 4.995, ou aproximadamente R$ 15,4 mil. O nível de detalhes impressiona para uma miniatura fabricada há quase 60 anos.

 

1966 Ford Mustang Orange

s-l500

Cores especiais realmente têm um apelo muito grande entre os colecionadores de Matchbox. O Ford Mustang fastback fabricado em 1966 vinha nas cores vermelho com interior branco ou branco com interior vermelho. Hoje em dia, uma unidade bem conservada custa, em média, de US$ 10 a US$ 15.

s-l500 (1)

As unidades pintadas de laranja com interior vermelho, muito mais raras, também custam muito mais: seu preço no mercado varia entre US$ 800 e R$ 1.000 (algo entre R$ 2,45 mil e R$ 3.000), sendo que o único exemplar à venda atualmente está anunciado por US$ 900 (R$ 2,8 mil).

 

1968 Ford Kennel Truck prototype

2d237a78814b7bfc681da1b42a262c2a7

Assim como acontece com os carros de verdade, os protótipos dos Matchbox costumam valer muito mais dinheiro. Em 1968, a Lesney a Ford F-100 Kennel Truck (uma picape de canil, com cachorros de plástico e uma cobertura de acrílico na caçamba) na cor verde metálico. Um carrinho em boas condições costuma custar US$ 40 dólares (R$ 123). Já o protótipo na cor amarela, do qual não devem existir mais que cinco unidades, é muito mais valioso: a unidade das fotos acima está anunciada por £ 2,5 mil, ou R$ 9,6 mil em conversão direta.

!CD9f!WQCWk-$(KGrHqYOKokE0fkd2Jq0BNQVdOZYZ!--_12

Esta outra, que perdeu os cachorrinhos de plástico em algum momento de sua história, é um pouco mais acessível. Pouco mesmo: está anunciada por € 2,6 mil, ou por volta de R$ 8,5 mil.

 

1965 Mobilgas Tanker

s-l500 (2)

Lançados em 1957, os Major Packs da Matchbox eram miniaturas que vinham em caixinhas maiores, e eram feitos em escala 1:43. O Mobilgas Tanker, baseado em um caminhão Ford dos anos 1950, é um deles. E um dos Matchbox mais caros do mundo, também.

s-l500 (3)

O único exemplar anunciado no eBay está na Alemanha, e o vendedor pede por ele nada menos que € 2.550. É o equivalente a R$ 8,3 mil em conversão direta.

 

1961 Magirus-Deutz Crane

3259_l

Como de costume, guardamos o mais impressionante para o final. Conhecido como Matchbox nº 30, o Magirus-Deuz Crane foi lançado em 1961 na cor prata. O caminhão-guindaste de verdade era fabricado pela alemã M.girus-Deutz, e chegou a ser produzido sob licença no Brasil pela Companhia de motores do Nordeste.

Mesmo os exemplares comuns do Matchbox nº 30 são raros e valem uma boa grana: em média, US$ 260, ou R$ 800 em conversão direta.

A variação marrom é raríssima: na história recente, apenas dois exemplares foram comercializados. Um deles, segundo consta, foi comprado na década de 1980 por um colecionador chamado Charlie Mack, que pagou US$ 10 (R$ 30) por ele em uma venda de garagem. Três anos depois, ele vendeu o carrinho por US$ 10.000 (R$ 30,7 mil).

O outro exemplar do Magirus-Deutz Crane marrom foi vendido em 2004. O comprador foi o famoso colecionador de miniaturas Jim Gallegos que, na época, teria pago US$ 13.000 pela miniatura em 2004. Em valores corrigidos, são pouco mais de US$ 16,7 mil, ou R$ 51,4 mil.

Matérias relacionadas

Voando baixo: os carros com motores de avião mais absurdamente incríveis do mundo

Dalmo Hernandes

Tesouros sobre rodas: os achados mais incríveis do mundo automotivo – Parte 2

Dalmo Hernandes

Os melhores desenhos animados com carros de todos os tempos – Parte 1

Leonardo Contesini