A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Cinema

Fast 8: tudo o que se sabe sobre o novo “Velozes e Furiosos” até agora

Quando o primeiro “Velozes e Furiosos” foi lançado, em 2001, talvez ninguém imaginasse que, quinze anos depois, a franquia continuaria fazendo sucesso no cinema — e sobreviveria até mesmo à morte de um de seus protagonistas. Claro, há pelo menos dez anos as corridas de rua, que eram o grande mote, deixaram de ser o foco da trama — que, em vez disso, passou a envolver assaltos milionários e operações policiais internacionais, usando os carros apenas como pano de fundo.

Mas tudo isso você provavalmente já sabe. E também já deve saber que o oitavo filme da franquia já está marcado para estrear em 14 abril de 2017 e que, depois dele, outros dois estão a caminho até 2021. Aliás, os outros dois filmes também têm data marcada: 19 de abril de 2019 para o nono e 2 de abril para o décimo — mas estes ainda estão longe.

O que importa é que, ainda que os detalhes do enredo de Fast 8 ainda sejam bem obscuros, a equipe do filme já soltou várias informações interessantes para nos dar alguma ideia do que esperar. Neste post, vamos juntar tudo o que sabemos até agora.

 

De volta às origens

Uma das principais queixas dos fãs da franquia “Velozes e Furiosos” é que, ainda que o enredo dos filmes tenha melhorado bastante, as corridas de rua foram deixadas de lado. Em uma entrevista concedida ao site da MTV em janeiro de 2015, Vin Diesel declarou que estava disposto a trazer Fast 8 de volta às origens.

Na época, Diesel ainda estava às voltas com a escolha de um novo diretor e considerava seriamente a volta de Rob Cohen, diretor dos primeiros filmes, para garantir que Fast 8 tivesse o mesmo espírito — algo importantíssimo, pois era o desejo de Paul Walker. Em um post no Facebook, Diesel disse o seguinte:

Paul sempre quis que Rob Cohen dirigisse mais um filme, e foi por isso que eu insisti. Acredito que ele possa e vá dar um bom reset na franquia, trazendo-a de volta ao que era a base desde o início… corridas. E ele também conseguiria lidar bem [em termos de enredo] com a questão de Brian O’Conner, visto que ele e David Ayer foram os criadores desse personagem que é adorado por tanta gente.

Em outubro de 2015, porém, foi anunciado que o diretor do novo filme será F. Gary Gray, que conseguiu notoriedade recentemente com o drama biográfico Straight Outta Compton, que conta a história do lendário conjunto de rap americano NWA. Esperamos que ele continue com a ideia de colocar trazer as corridas de rua de volta.

 

Isto também inclui os personagens

eva mendes

Aparentemente o clima de revival não se limitará ao enredo do filme — alguns personagens das antigas também podem retornar. Boatos falam em Monica Fuentes (Eva Mendes), a agente à paisana de “+ Velozes + Furiosos” (2 Fast 2 Furious, 2003) e Sean Boswell (Lucas Black), o jovem discípulo de Han Lue em “Velozes e Furiosos: Desafio em Tóquio” (The Fast and the Furious: Tokyo Drift, 2006).

seanboeswl

Mais um bom sinal, na nossa opinião. Além disso, Dwayne “The Rock” Johnson, Kurt Russell, Nathalie Emmanuel e, claro, todo o elenco principal já estão confirmados para representar seus papéis mais uma vez.

 

Imperator Furiosa!

A boa recepção que Charlize Theron teve como Imperator Furiosa, a guerrilheira de “Mad Max: Estrada da Fúria” levou o time de “Velozes e Furiosos” a chamá-la para interpretar a vilã de Fast 8 — e ela aceitou. E, segundo consta, ela será “a maior adversária já enfrentada pelo time”. Altas expectativas neste quesito, podem apostar.

 

Nova York, Cuba e Islândia

The channeling of Dom begins here in Cuba. Gracias por todo mi Gente! @fgarygray #F8

Um vídeo publicado por Vin Diesel (@vindiesel) em

Dos sete filmes já lançados, seis tinham Los Angeles como principal cenário — com exceção de “Desafio em Tóquio” que, bem, era ambientado em Tóquio. Agora, a coisa vai ser diferente: como fica bem claro por um dos teaser-postersFast 8 será ambientado na cidade de Nova York. Diesel confirmou a informação em outubro do ano passado.

Já se sabe que parte da ação também acontecerá em outros países: em um vídeo recente, Tyrese Gibson (o Roman Pearce, que apareceu pela primeira vez no segundo filme) revelou que a equipe estava filmando em Cuba. Será que vamos ver algumas relíquias americanas dos anos 1950 acelerando pra valer?

Fast 8 filming – stunt cars galore! #iceland #fast8 #baadventure16 #behindthescenes #stunts

Uma foto publicada por Brett Daniels (@theromulans) em

Cuba, no entanto, não será a única ilha onde a história de “Velozes 8” acontecerá: a equipe também foi vista filmando na Islândia, que fica entre a Groenlândia e a Europa, na divisa entre o oceano Atlântico Norte e o oceano Ártico.

Por alguma razão, uma cena envolve um carro caindo de um prédio em Cleveland, Ohio — uma locação bem menos glamourosa do que se costuma usar na franquia.

 

Mas e os carros, afinal?

Passed a truck load of cars for fast and furious 8 tonight on my way home from work on i95 near Fredericksburg va

Um vídeo publicado por Kenny Gass =SunSet= VA (@onelow1ton) em

Se as corridas de rua vão voltar, os carros precisam ser bacanas. A  gente só espera que a volta às origens se limite ao enredo, e não à estética dos carros, mas isto provavelmente não vai acontecer. O que vai acontecer com certeza é a volta do Dodge Charger de Dom Toretto — que, pelo que se vê neste flagra postado no Instagram, tem para-lamas gigantescos e pneus absurdamente largos.

Esta cegonha carregada com um Subaru Impreza, um Rally Fighter e um Lamborghini Murciélago também dá uma pista.

Na Islândia, além dos Lada Niva e veículos blindados, boatos dizem que haverá uma cena com o Ripsaw EV2, veículo todo-terreno com lagartas em vez de pneus — que, como Charlize Theron, também apareceu no último “Mad Max”.

 

Matérias relacionadas

Cinema sobre rodas: a história dos drive-ins

Dalmo Hernandes

Os segredos do Dodge Charger de Dom Toretto no primeiro “Velozes e Furiosos”

Dalmo Hernandes

C’était un rendez-vous: os segredos do curta-metragem que é um dos melhores filmes sobre carros já feitos

Dalmo Hernandes