A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Project Cars Project Cars #361

Fiat Palio 1.8R Turbo: a montagem do motor e uma cara nova para o Project Cars #361

E aí, galera Flatouter! Beleza? Como eu disse no final do último post, fui conferir mais uma vez o que estava rolando no BGT em Lindóia, mas na volta o carro aqueceu. Por sorte estávamos em dois carros e tive grande ajuda de dois amigos. Ao abrir o capô não vimos sinal de água até retirar uma das velas, parecia que havia aberto uma torneira. Sim, tinha dado zica.

Depois de 8 horas procurando e esperando guincho, deixei o carro na oficina ás 2:30 da madrugada de uma segunda-feira, eu estava puto, com fome e 650 “estalecas” mais pobre. No outro dia, olhando melhor, a junta do cabeçote foi para o espaço, cabeçote empenou (pela terceira vez) e o coletor de admissão estava empenado também, essa foi a causa do circo todo na estrada. O coletor de admissão empenou bem do lado de uma das galerias de água, quando deu pressão, empurrou a água para tudo quanto foi lado. Por muita sorte não aconteceu nada pior.

Como o cabeçote já havia empenado algumas vezes, resolvi colocar um novo. Depois de peregrinar por algumas FIATs e Chevrolets, o jeito foi procurar os usados mesmo, porque os valores de um novo estavam catastróficos. Para minha infelicidade, muito dos motores anunciados ou vendiam apenas o motor inteiro ou o cabeçote já não estava 100%. Por sorte achei um cabeçote STD de Cobalt 1.8 e depois de constatar que se tratava das mesmas medidas do meu, arrematei por um valor honesto. Cheguei a cogitar de trocar de 8 para 16v, colocando o cabeçote do Stilo, mas não é fácil de achar um em bom estado e o valor é alto também.

A esquerda o cabeçote de Cobalt (dei sorte de achar um em perfeito estado) e a direita o meu antigo.

FOTO 2_Cabeçotes

Por aí começaram as surpresas! Resolvi comprar prisioneiros de cabeçote novos e forjados para garantir a vedação, mas quando chegou, surpresa! O prisioneiro novo, certo para o meu motor, ficava folgado no bloco mas justo no cabeçote. Em algum momento nas primeiras montagens ao invés de comprar os prisioneiros próprios para aquele motor (ou por não achar disponível), colocaram algum prisioneiro qualquer (suspeitamos que seja de AP). Como eles são mais grossos, refizeram apenas as roscas e alargaram os buracos do meu antigo cabeçote. Como eu não queria mexer no cabeçote novo, resolvi manter os prisioneiros e mandamos refazer apenas a “barriga” dele, porque por ser mais grosso não entrava no cabeçote STD. Final da novela, estou com prisoneiros para cabeçote 1.8 novo forjado em casa pegando poeira. Se alguém precisar, dê um toque.

FOTO 3_Cabeçote

Prisioneiro refeito

Foto 4_Prisioneiro antigo

 

Prisioneiro com rosca maior em baixo e menor em cima

FOTO 5_Prisioneiros

Prisioneiros novos para Motor GM F1 (Palio, Siena, Montana, Strada, Corsa, ETC). Estou vendendo

Como tive que abrir o motor, já aproveitei para dar uma geral. Para nossa surpresa, depois de quase 4 anos rodando turbo, os pistões e camisas estavam bons, apenas com um pouco de folga. Resolvemos trocar apenas as bronzinas de Biela, anéis dos pistões e mais algumas coisinhas.

Junta do cabeçote, Junta da tampa do Cabeçote, filtro de óleo (pq coloquei oleo novo) e tampa do reservatório de água (já que vazou, melhor garantir e trocar).

Foto 6_Juntas e Filtro

Anéis especiais IAPEL

Foto 7_Aneis

Pistão IAPEL e Bielas Scatt

FOTO 8_Pistao

Jogo novo de Bronzinas de Biela. As antigas estavam com umas marquinhas

Foto 9_Bronzinas de biela novas

Motor aberto

Foto 10_Motor desmontado

Há algum tempo suspeitávamos de que a válvula reguladora de pressão já não estava nos seus melhores dias, por indicações peguei uma Wastgate Macktech 300 zerada. Mas como no mundo da adaptação é quase raro você substituir algo sem ter alguma surpresa, tive que refazer a saída dela, mas ao invés de joga-lá devolta para o escapamento, deixamos livre. Quando ela abre é um espetáculo a parte, o ronco  assusta quem está no passageiro e mais ainda quem está em volta do carro!

Foto 11_Valvula nova

Válvula Wastgate Macktech 300 nova

Foto 12_WastgateEscapamentoErrado

Válvula instalada. Faltou pouca coisa para ficar certo com o escape antigo. Aproveitei que tinha ir até a loja de escape e pedi para tirar o abafador final. Ficou apenas com um intermediário. Eu curti.

Eu ainda não estava satisfeito com a “pegada” da turbina que ainda vinha um pouco tarde, melhorou quando troquei para a Biaggio, mas ainda queria um pouco mais cedo. Depois de pesquisar, peguei a MasterPower R474, linha Racing, zerada. Essa nova linha vem com refrigeração á água e foi o melhor custo x benefício que achei. O resultado? Bem mais divertida do que a antiga Biaggio. Depois de tudo montado, jogamos no Dino e tive uma nova surpresa: a embreagem.

Era só colocar um pouco de pressão que ela patinava. Resolvi deixar com 0.6bar e esperar o gerente do banco parar de me ligar para poder trocar a embreagem. Depois de algum tempo resolvi tirar a embreagem Multidisco da Displatec e trocar por disco de cerâmica com 6 pastilhas e sem molas com platô de 980lbs. Ficou muito melhor! O pedal da embreagem ficou mais macio e sem trancos, até minha esposa curtiu! Ainda estou com a Multidisco encostada na oficina, se alguém interessar da um toque.

Um vídeozinho com o novo ronco, 0.6Bar de pressão e a embreagem patinando.

Turbina MasterPower R474 .50/48 Com Refluxo -Rotor 49,5mm x 64,0mm

Foto 15_DiscoDeEmbreagem_Fevereiro 2016

Novo disco de cerâmica da Displatec

Depois da troca da embreagem, resolvi deixar a configuração com 1Bar no pé e 1.6Bar no booster, assim vieram 284cv e 32.8kgfm com 1Bar e 339cv e 47.3kgfm com 1.6Bar.

Infelizmente não filmamos a primeira puxada de 284cv, o video já começa da segunda puxada que deu 267cv (deixando claro a necessidade da troca do intercooler).

Aqui uma filmagem do cofre com a nova turbina e o Launch Control funcionando.

Quem acompanha o Forum do Clube Palio sabe que há tempos eu me atrevi a trocar a frente do meu palio de G4 para G4.5, aquele farol que sai nos Siena com projetor e afins. Bom, fiz a troca, mas de igual mesmo só tinham os encaixes dos parafusos do parachoque, todo o resto é tudo diferente. Até os suportes do farol de milha são diferentes. Fui comprando as peças aos poucos e por esses tempos consegui finalmente pintar tudo e instalar. Tive alguns problemas com a pressurização que encostava no farol, mas dando um jeitinho aqui e outro ali consegui montar.

Farol do Palio 1.8R G4,5 com Projetor e parachoque sem pintura

Aproveitei que ia ter que pintar o parachoque e mandei pintar de preto brilhante as grades da frente e repintar o parachoque traseiro que estava com uns ralados.

Coloquei lâmpadas Crystal Vision em tudo. A iluminação do novo farol é bem superior ao antigo. Depois de várias ligações para a Fiat, funileiro e mecânico, o resultado foi o esperado.

FOTO 22_Nova frente

Bom galera, como todos aqui estão cansados de saber, em carro modificado o trabalho nunca para. Estamos sempre trocando uma peça aqui, pintando uma coisinha ali e melhorando alguma outra coisa lá. Ainda quero colocar um intercooler maior, refazer a pressurização (que ainda não está 100%), colocar coletores melhores, refazer a linha de água e várias outras coisas. Mas por hora o “palim” vai ficar assim, se surgirem grandes mudanças nos próximos meses eu tento voltar e relatar para vocês. Muito obrigado pelo espaço cedido a esse singelo “Palim” e espero ter ajudado de alguma forma.

Abraço a todos e até mais!

Por Paulo Henrique, Project Cars #361

0pcdisclaimer2

Matérias relacionadas

Gol Turbo 1.9 Draw-Through: o projeto finalmente está pronto!

Leonardo Contesini

Project Cars #339: a história do meu Peugeot 106 1.6 aspirado

Leonardo Contesini

Project Cars #255: a despedida do meu Fiat Uno Turbo 1995

Leonardo Contesini