A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Zero a 300

Fiat Toro 2020 será revelada neste mês, Bentley vai correr em Pikes Peak com combustível sintético, falta de semicondutores pode durar anos e mais

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco!

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Fiat Toro 2022 será revelada em abril

A Fiat Toro 2022 já apareceu em flagras e agora tem seu visual confirmado oficialmente. No mais novo teaser da picape, é possível ver a nova grade com o emblema “FIAT” por extenso e a nova configuração de luzes. E agora temos uma data para esperar: 22 de abril.

Além do novo visual na dianteira, a Toro também terá o interior atualizado, com quadro de instrumentos digital e mais equipamentos – incluindo cruise control adaptativo. As versões e motores continuarão praticamente os mesmos, com o 1.8 eTorQ a gasolina e o 2.0 turbodiesel. Mas também é esperada a adoção do novo motor 1.3 GSE turbo.

A expectativa, aparentemente, é que a Fiat Toro fique mais refinada em tempo de encarar um rival de peso – a picape Ford Maverick, prevista para chegar ao Brasil em 2022.

 

Bentley vai correr em Pikes Peak com combustível sintético

E o desenvolvimento dos combustíveis sintéticos continua – agora é a Bentley quem dá mais um passo. A fabricante decidiu juntar forças com a Porsche nos testes do e-fuel, e colocará para correr na subida de montanha de Pikes Peak um Continental GT3 adaptado para utilizá-lo.

Atualmente a Bentley é a recordista entre veículos de produção no trajeto de 20 km, tanto carros quanto SUVs. Agora, o Continental GT3 participará na categoria Time Attack 1, para veículos modificados a partir de modelos de rua. Para isto, o carro recebeu um novo conjunto aerodinâmico, com uma enorme asa traseira (que jamais seria permitida no regulamento da FIA para os GT3), um difusor na parte traseira que também não é pequeno, e um splitter frontal em dois níveis.

O carro usa o mesmo motor V8 4.0 biturbo, porém adaptado para queimar e-fuel – o que, segundo a Bentley, vai ajudar a reduzir as emissões de gases nocivos à atmosfera em até 85% ao longo da corrida.

A Porsche já disse que o objetivo é fazer com que os carros movidos a combustível sintético sejam tão limpos quanto os elétricos – ou até mais, considerando o processo de produção e descarte de baterias. E a Bentley já se manifestou dizendo que, com o e-fuel, espera que os proprietários de seus modelos a combustão possam desfrutar deles por muitos anos ainda, mesmo depois que a empresa passe a fabricar apenas carros elétricos.

 

Escassez de semicondutores na indústria automobilística pode durar anos

Além dos protocolos de distanciamento, a falta de semicondutores é outro fator que levou muitas fabricantes de automóveis a interromper sua produção nos últimos meses. E isto não deve mudar tão cedo: de acordo com o Automotive News, a escassez dos componentes eletrônicos deverá durar mais tempo que o previsto, podendo se arrastar por alguns anos. Mesmo após o fim da pandemia.

A publicação colheu depoimentos de fornecedores de semicondutores, que foram unânimes: mesmo que a situação global se normalizasse nesse ano, os impactos da pandemia continuariam a ser sentidos. Isto porque, à medida em que a demanda por automóveis aumentar, as fabricantes de componentes eletrônicos precisarão se redobrar para suprir as fabricantes com semicondutores – algo que não ocorre em semanas, ou mesmo meses.

Fora isso, como a maior parte dos bens de consumo eletrônicos e gadgets utiliza semicondutores, a indústria fica à mercê do seu comportamento sazonal: em determinadas épocas do ano, especialmente de novembro a dezembro, as fabricantes de itens como celulares, computadores e consoles de videogame precisam de mais semicondutores, o que deverá afetar diretamente sua disponibilidade para as fabricantes de automóveis. Isto porque os semicondutores, feitos de silício, são utilizados em todos os circuitos eletrônicos de um carro – o que não afeta apenas carros elétricos, mas todos os automóveis que possuam qualquer tipo de circuito. Ou seja: todos, ponto final.

 

Triumph Scrambler 1200 granha série especial em homenagem a Steve McQueen

Embora seja mais admirado entre os entusiastas por sua associação aos carros, Steve McQueen também era adepto das duas rodas. Tanto que em “Fugindo do Inferno” (The Great Escape, 1963) McQueen usa uma Triumph TR6 de especificação militar – uma moto que se tornou ícone graças ao filme.

E a Triumph decidiu homenagear McQueen com uma edição especial da Scrambler 1200, sua moto “customizada de fábrica”. Desenvolvida em parceria com Chad McQueen, filho do ator, a Scrambler 1200 recebeu uma pintura verde especial e revestimento marrom no banco, imitando a motocicleta usada no filme.

Como Steve McQueen tornou a Triumph Bonneville uma lenda entre as motocicletas

Cada unidade terá sua numeração gravada na mesa do guidão, que também trará uma reprodução da assinatura de Steve McQueen; e também um certificado de autenticidade com o número de chassi da moto e as assinaturas de Nick Bloor, CEO da Triumph, e de Chad McQueen.

Mecanicamente a Scrambler 1200 especial não muda: ela continua usando o motor boxer 1200 de dois cilindros e 89 cv, ligado a um câmbio de seis marchas.

 

Ford terá SUV elétrico com base Volkswagen

A parceria entre Ford e Volkswagen acaba de ganhar mais um fruto. Além da nova Amarok, que será baseada na próxima F-150 e será fabricada pela Ford na África do Sul, agora as empresas planejam um novo SUV elétrico. Ele usará a plataforma MEB da Volkswagen, mas será um modelo da Ford com lançamento previsto para 2023.

O modelo já foi flagrado no que parece ser uma maquete de clay pelos britânicos da Autocar. Segundo eles, o novo SUV elétrico da Ford será produzido em Köln, na Alemanha, e possivelmente será uma alternativa da Ford ao ID.4 – dividindo com ele o entre-eixos de 2,76 metros e o powertrain composto por baterias de 52 kWh ou 77 kWh. A Volkswagen planeja uma versão esportiva do ID.4, a GTX, com potência superior a 300 cv, e o modelo da Ford pode muito bem ganhar uma variante na mesma pegada.

 

 

Matérias relacionadas

Ruf SCR 2018: o novo “super 911” de fibra de carbono e inox com motor de 510 cv dá as caras em Genebra

Dalmo Hernandes

Mercedes apresenta o A35 AMG de 306 cv, Ferrari confirma sucessora da LaFerrari e seus planos até 2022, McLaren Senna estará no Salão do Automóvel e mais!

Leonardo Contesini

Ford lança Ka com novo motor 1.5 de 136 cv, Civic Type R quebra mais um recorde, Corvette Yenko/SC revelado com 1.000 cv e mais!

Leonardo Contesini