A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Edições anteriores

FlatOut Edição 41: Polo GTS vs. Sandero RS, a volta da Hummer, Nismo 350Z no Brasil, acidentes vs. velocidade e mais!

Caros leitores, muito bem vindos à mais nova edição do FlatOut Brasil! Aqui temos elencadas as matérias exclusivas para assinantes. Caso você ainda não faça parte do universo do FlatOut, clique aqui e assine agora mesmo! Caso queira conferir as edições anteriores, clique na imagem abaixo.


 

Lançamentos

Polo GTS vs Sandero RS: Juliano Barata compara e opina

Tecnicamente, a diferença de R$ 29.780 coloca Sandero RS e Polo GTS em dois segmentos distintos. Mas os comentários de leitores no site, no YouTube e em grupos automotivos de WhattsApp deixaram a mensagem transparente como água: a concorrência é direta e franca e é o assunto do momento. Por isso o editor-chefe Juliano Barata preparou este comparativo técnico, qualitativo e dinâmico para vocês, buscando não deixar pedra sob pedra. Tocada na pista, comportamento nas cidades e estradas, possibilidades de preparação, análise de plataforma e powertrain, espaço interno e acabamento, equipamentos, comparamos simplesmente tudo. Clique aqui para ler.


 

FlatOut Street

Marcos e seu Nissan 350Z Nismo S-Tune

Tente lembrar do seu carro favorito em Gran Turismo. Agora imagine se você o encontrasse na sua cidade e tivesse uma chance real de comprá-lo. Foi o que aconteceu com o Marcos, proprietário deste belíssimo Nissan 350Z Nismo S-Tune que inaugura nosso novo quadro, FlatOut Street! Clique aqui para ler.


 

Trânsito

As mortes no trânsito aumentaram em 2019 – mas desta vez não dá para culpar a velocidade

O número de mortes nas rodovias federais aumentou em 2019. Mas resista ao impulso de atribuir este aumento à redução dos radares — é melhor dar uma olhada nos dados e nos fatos antes. Clique aqui para ler.


 

Mercado e indústria

Os carros ficaram mesmo mais caros ou foi nosso poder de compra que diminuiu?

Há cinco anos, era possível comprar um carro zero-quilômetro com menos de R$ 30.000. Atualmente o modelo mais barato do país está na faixa dos R$ 43.000. Os sedãs médios, que custavam a partir de R$ 70.000, hoje partem dos R$ 90.000. Mas… foram os carros que ficaram mais caros, nosso poder de compra que foi esfarelado, ou as duas coisas? Tiramos a dúvida corrigindo os valores de 2015 de acordo com a inflação oficial. Clique aqui para ler.


 

História

Como a Alfa Romeo foi por muito tempo parte do legado fascista

Você consegue imaginar as belíssimas criações da Alfa Romeo sendo desenvolvidas pela ditadura fascista italiana? Pois isso aconteceu e durou muito mais tempo que o próprio fascismo. Clique aqui para ler.


 

A história das picapes Mercedes que deram certo

Uma notícia que não pegou absolutamente ninguém de surpresa foi o fim da produção da Classe X, a picape média da Mercedes-Benz. Mas houve dois casos de picapes da Mercedes-Benz que deram certo: a 170V, da década de 1930; e a 220D, dos anos 1970. Clique aqui para ler.


 

A história do Chevrolet Corvette | Parte final: C7, o último Vette de uma era

Em busca de uma performance mais próxima dos rivais de todo o mundo, de Porsche a Ferrari, passando por Lamborghini, Audi e até mesmo Honda, a Chevrolet decidiu abrir mão de uma das características mais marcantes do Corvette: o motor dianteiro. Não que já não existissem sinais – como já vimos, a fabricante flertava com esta ideia desde a década de 1960, com o próprio Zora Arkus-Duntov (o engenheiro responsável pela adoção do motor V8) como um dos principais defensores da ideia. Então, eles decidiram arriscar e colocaram o plano em prática. Mas não sem antes dar ao ‘Vette de motor dianteiro uma despedida à altura. O Corvette C7, inicialmente, teve uma recepção morna por causa de seu visual mais “quadrado”. Com o tempo, porém, ficou claro que seria o auge da evolução – para ficar melhor, só mesmo trocando o motor de lugar. Clique aqui para ler.


 

Opel K180 e Grummet: os Chevette alternativos feitos na América do Sul

Na Argentina, um Chepala “de fábrica”. No Uruguai, Marajó, Chevy 500 e cupê fastback com carroceria de fibra de vidro. Estes eram os curiosos Chevette alternativos que existiram na América do Sul. Clique aqui para ler.


 

Hummer: a ascensão e a queda dos SUV gigantes e beberrões

Nos anos 1990 e 2000, o Hummer foi um fenômeno: grande, baseado (e inspirado) em um veículo militar, beberrão e exagerado em todos os aspectos, ele fez sucesso e causou controvérsia, morrendo em meio à crise de 2009. E agora ele vai voltar, renovado e eletrificado. Clique aqui para ler.


 

Automobilismo

Como um jornalista inventou as pace notes e o papel de navegador

Até 1955 não existia o papel do navegador nas corridas. O co-piloto era um mecânico que acompanhava o piloto para ajudá-lo no meio do caminho. Isso mudou há exatos 65 anos, quando um jornalista inglês imaginou uma forma de derrotar os italianos em suas próprias estradas. Clique aqui para ler.


 

Matérias relacionadas

FlatOut Edição 07: os 100 anos da Citroën, a história da John Player Special, os diferentes EA888 e mais!

Leonardo Contesini

FlatOut Edição 61: um guia de compra do Focus Mk1, um raro Chevette GP 78, os motores mais antigos e mais!

Leonardo Contesini

FlatOut Edição 27: aceleramos o novo Jimny, o V12 Ferrari do futuro, a pré-história do automóvel e mais!

Leonardo Contesini