FlatOut!
Image default
História Zero a 300

A história da Toyota Hilux, a indestrutível pick-up japonesa que dominou o mundo


Normalmente as picapes não são os veículos que mais atraem os entusiastas – exceto em casos bastante específicos, como modelos derivados de automóveis, como o Chevrolet El Camino e as Utes australianas; ou versões esportivas que subvertem a vocação para o trabalho das picapes, como a Ford F-150 SVT Lightning ou a GMC Syclone. Não se costuma ver a Toyota Hilux em listas de picapes legais já feitas por aí – até porque legal é um conceito vago, que pode ter várias interpretações. Isto é uma injustiça, pois os critérios para classificar uma picape como bacana ou não precisam ser diferentes daqueles que utilizamos para modelos esportivos, por exemplo. E, enquanto picape, a Hilux faz por merecer seu sucesso contínuo – em 2018 ela completa 50 anos de existência e não dá sinais de cansaço. Como? Em resumo, mudando de cara e mantendo a essência. Vamos desenvolver melhor esta história a partir de agora, como forma homenagear a Toyot