A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Zero a 300

Jeep Renegade e Compass em versões híbridas, o ronco do V12 de Gordon Murray, BBS pede recuperação judicial e mais

Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

BBS anuncia pedido de recuperação judicial — pela terceira vez

A fabricante alemã de rodas BBS, responsável por alguns dos modelos mais icônicos da história e fornecedora de marcas e modelos consagrados nas pistas e fora delas, protocolou nesta segunda-feira (20) o pedido de recuperação judicial.

É a terceira vez que a BBS passa por esta situação, que é uma ação legal para impedir sua insolvência — situação na qual as dívidas são maiores que o montante dos bens e da receita da empresa. Segundo o comunicado divulgado pela própria BBS em seu site oficial, a medida foi “um passo necessário para evitar a insolvência iminente nos próximos meses devido à repentina omissão de pagamentos confirmados”. Em outras palavras, a BBS não recebeu os pagamentos de seus devedores e, por isso, não poderá honrar suas despesas.

A BBS cita como principais causas desta situação a atual condição do mercado, resultado pela pandemia do coronavírus, além da paralisação de suas duas fábricas devido à quarentena. A empresa ainda disse que antes de protocolar o pedido de recuperação judicial, iniciou uma “estratégia de retomada para toda a empresa”, que será levada a cabo após a recuperação. Os administradores judiciais já foram indicados e um deles atuou na reestruturação da BBS em seu último pedido de recuperação, realizado em 2011.

Aqui é importante citar que há uma certa confusão nos termos legais que, se mal traduzidos ou interpretados, podem levar a crer que a BBS está falida. Isso se deve à diferença na terminologia de cada país e na definição de suas leis de falência. No caso da BBS, a medida legal é análoga à recuperação judicial da legislação brasileira. (Leo Contesini)

 

Jeep lança Renegade e Compass híbridos; dupla chega ao Brasil em 2021

Depois de anunciar a chegada das versões híbridas de Renegade e Compass, a Jeep finalmente apresentou a dupla eletrificada nesta última segunda-feira (20). Batizados Renegade 4xe e Compass 4xe, os modelos são híbridos do tipo plug-in, e combinam o motor 1.3 turbo (que também está prometido para o Brasil) a um motor elétrico no eixo traseiro, dispensando assim os cardãs e diferenciais central e traseiro.

Os dois são equipados com uma bateria de 11,4 kWh, capacidade relativamente modesta, escolhida para não comprometer o espaço interno e do porta-malas. Com isso, eles deverão ter entre 40 e 50 km de autonomia puramente elétrica. O tempo de recarga em uma tomada convencional monofásica é de 1 hora e 20 minutos.

 

O conjunto terá 190 cv e 240 cv, dependendo da versão. Na versão Limited o motor 1.3 turbo terá 130 cv e 27,5 kgfm, enquanto nas versões Trailhawk e S o 1.3 terá 180 cv e 27,5 kgfm. Em todas elas o motor elétrico tem 60 cv e 25,4 kgfm.

A dupla está cotada para o mercado brasileiro a partir de 2021, porém antes deles, a Jeep irá lançar por aqui o Renegade e o Compass com os motores 1.3 turbo — aparentemente com a mesma potência usada nos modelos híbridos. (Leo Contesini)

 

Ouça o novo V12 aspirado do supercarro de Gordon Murray

O herdeiro de fato do McLaren F1, o GMA T.50, está chegando e tem tudo para ser tão incrível quanto seu antecessor. Não apenas porque ele terá um V12 aspirado de 3,9 litros feito pela Cosworth, mas porque Gordon Murray está obcecado pelo controle de peso do carro e já tem uma receita pronta para um supercarro desde que os supercarros começaram a ficar grandes demais.

Embora o T.50 ainda não tenha sido exibido, seu motor já está pronto e já podemos ouvi-lo sendo testado na bancada.

Ele terá mais de 650 cv e 46 kgfm, componentes internos de titânio e poderá girar 12.100 vezes por minuto, superando o Aston Martin Valkyrie, que também tem um V12 Cosworth com corte de giros em 11.400 rpm. Além disso, Murray diz que nenhum outro motor terá respostas tão rápidas quanto este. Infelizmente o vídeo só nos mostra o motor pouco acima da lenta, mas não deve demorar para divulgarem esse negócio girando 12.000 vezes. (Leo Contesini)

 

Lamborghini apresenta Aventador SVJ Xago Edition

 

A Lamborghini ainda vai levar algum tempo para substituir o Aventador – os rumores mais recentes nos dizem para não esperar nada antes de 2014. Contudo, o supercarro com motor V12 naturalmente aspirado continua dando origem a séries limitadas e edições especiais.

A última delas é o Aventador SVJ Xago Edition. De acordo com a Lamborghini, o carro foi criado para celebrar os hexágonos – que são um elemento marcante no design dos carros da marca já há alguns anos. A Lamborghini diz que o uso dos hexágonos é inspirado pelo chamado Hexágono de Saturno, um conjunto de nuvens no pólo norte do planeta que tem o formato de um hexágono quase perfeito – cuja origem é desconhecida até hoje.

No carro, o polígono de seis lados aparece na carroceria, em um padrão na cor prata nos para-lamas e nas portas. Além disso, os componentes aerodinâmicos têm frisos azuis e as rodas são pintadas de preto brilhante.

O motor, naturalmente, não recebe mudanças – continua sendo o V12 mais potente da história da Lamborghini, com 6,5 litros, 770 cv e 73,5 kgfm de torque. É o bastante para levá-lo de zero a 100 km/h em 2,8 segundos, com máxima de 350 km/h.

O exemplar divulgado é o primeiro de dez unidades do Aventador SVJ Xago Edition. Cada um deles terá um esquema de cores exclusivo feito sob as especificações do proprietário, assim cmo o acabamento interno. E cada um dos carros terá uma plaqueta numerada.

O Aventador SVJ Xago Edition também serve para inaugurar a versão online do programa de personalização Ad Personam da Lamborghini – ao menos por enquanto não será mais possível viajar até o estúdio da marca em Sant’Agata Bolognese para personalizar seu carro in loco. Por outro lado, a Lamborghini não acredita que isto vá atrapalhar o negócio. Ao contrário: a fabricante espera atender ao menos 150 pedidos especiais até o final do ano. (Dalmo Hernandes)

 

Novo Peugeot 208 brasileiro terá versão elétrica no lançamento e painel digital 3D

Duas novidades a respeito do novo Peugeot 208 vendido no Brasil surgiram nesta semana. A primeira veio da própria Peugeot, em seu primeiro teaser “oficial”: o painel digital do hatchback, que será uma versão evoluida do i-Cockpit – ou seja, um quadro de instrumentos digital em posição mais elevada que o normal, acima do volante. A diferença é que, agora, o painel terá efeitos tridimensionais de projeção holográfica. De acordo com a Peugeot, o sistema permitirá que o quadro exiba informações relevantes para o funcionamento do carro “à frente” da tela principal.

O painel terá cinco modos de visualização e, pelo que diz a Peugeot, dois deles serão totalmente personalizáveis pelo motorista.

A segunda novidade vem através do perfil Opinião Sincera no Instagram – um flagra de três unidades do novo 208 em Porto Alegre (RS), possivelmente para a gravação de um comercial. O destaque fica pela placa – Peugeot e-208 GT, correspondente à versão com motor elétrico. Apesar do nome, não é uma versão esportiva: o motor elétrico entrega, na Europa, 134 cv, e é suficiente para levar o carro de zero a 100 km/h em 8,1 segundos. A autonomia é de 340 km (padrão europeu) com uma carga na bateria de 50 kWh.

Até agora, esperava-se que o novo 208 viesse primeiro com motor a gasolina – o já conhecido 1.6 16v usado pelo modelo antigo – e só depois fosse introduzida a versão elétrica, em meados de 2021. Pelo visto, o último a chegar será o novo motor 1.2 turbo.

Este tipo de flagra geralmente antecede uma nova leva de informações oficiais, então vamos ficar atentos. (Dalmo Hernandes)

 

Ford Mustang Mach-E 1400: sete motores elétricos e 1.420 cv

O Ford Mustang Mach-E pode não ser o tipo de Mustang que encanta os entusiastas, mas isto não quer dizer que a Ford não está se esforçando para mudar isto. A demonstração mais recente é o Mach-E 1400, versão de corrida do crossover elétrico que usa nada menos que sete motores para entregar 1.420 cv (1.400 hp).

São três motores no eixo dianteiro e quatro no eixo traseiro, alimentados por uma bateria de 56,8 kWh com sistema de arrefecimento líquido. Os motores são ligados a seus respectivos diferenciais e também entre si, sendo possível variar a distribuição da força entre os dois eixos – algo útil, por exemplo, em provas de drift.

As baterias também podem ser carregadas pelo sistema de recuperação de energia cinética (KERS) acoplado aos freios, que são os mesmos Brembo usados pelo Ford Mustang GT4 de competição.

Além do novo conjunto motriz, o Mach-E 1400 também tem modificações na carroceria, que recebeu elementos aerodinâmicos radicais como uma enorme asa traseira, spoiler frontal com canards aerodinâmicos e caixas de roda bem mais largas e ventiladas. O trabalho de modificação foi feito pela Ford Performance em parceria com a RTR Vehicles, a empresa do piloto de drift Vaughn Gittin Jr, que também oferece pacotes de preparação para o Mustang.

De acordo com a Ford, o Mustang Mach-E 1400 serve não apenas como uma vitrine para a tecnologia e o desempenho dos carros elétricos, mas também como plataforma de testes – em um ambiente de competição, a Ford poderá entender melhor o funcionamento do conjunto elétrico em diferentes condições, e aplicar esta experiência em carros elétricos de rua. (Dalmo Hernandes)

 

 

Matérias relacionadas

Alonso de volta à Fórmula 1 pela Renault, o novo Chevrolet Groove, Ferrari “perde direito” sobre 250 GTO e mais!

Leonardo Contesini e Dalmo Hernandes

Jeremy Clarkson processado por discriminação, o novo Honda Civic Coupé, Mercedes Classe E flagrado e mais!

Leonardo Contesini

Um Pontiac GTO de plaqueta, caracterizado como The Judge e com motor de corrida à venda no Brasil

Dalmo Hernandes