A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
História

Jerry Can: a origem nazista de um dos maiores símbolos dos Jeeps

Apesar dos pesares da Segunda Guerra Mundial, o que restou do conflito teve uma influência fortíssima na formação da cultura automotiva moderna. Os esforços de guerra resultaram em um salto tecnológico veicular nunca visto até então. Dos materiais leves emprestados pelos aviões à confortável direção hidráulica, há inúmeras invenções e técnicas desenvolvidas para a Guerra que acabaram adotadas pela índústria e pelos entusiastas nos anos seguintes. Essa é a parte conhecida da história. Outra parte menos comentada, mas igualmente interessante, é a logística de abastecimento desses motores. Você nunca se perguntou como os exércitos abasteciam tantos jipes, tanques, caminhões e motos? Entregar o combustível era simples: navios e caminhões davam conta do recado. O problema era a distribuição: você não poderia enfiar um barril de 200 litros em um tanque, nem exigir que seus soldados rolassem o negócio no front. Além disso concentrar o combustível em um único veículo de

Matérias relacionadas

Keith Richards e o Bentley Continental que mudou a história dos Rolling Stones

Dalmo Hernandes

Ferrari 250 GT SWB “Breadvan”: quando os italianos fizeram um furgão de corrida

Dalmo Hernandes

A Tragédia de Le Mans em 1955: os 60 anos do pior acidente da história do automobilismo

Dalmo Hernandes