FlatOut!
Image default
Zero a 300

Jetta GLI volta com 231 cv e DSG de 7 marchas | Ford confirma F-150 para o Brasil | o novo Mercedes-AMG Classe C e mais!


Bom dia, caros leitores! Bem-vindos ao Zero a 300, a nossa rica mistura das principais notícias automotivas do Brasil e de todo o mundo. Assim, você não fica destracionando por aí atrás do que é importante. Gire a chave, aperte o cinto e acelere conosco.

O Zero a 300 é um oferecimento do Autoline, o site de compra e venda de veículos do Bradesco Financiamentos. Nesta parceria, o FlatOut também apresentará avaliações de diversos carros no canal de YouTube do Autoline – então, clique aqui e se inscreva agora mesmo (e não esqueça de ativar o sininho)!

 

Este é o novo VW Jetta GLI

O novo Jetta GLi foi anunciado, com alterações e atualizações que o deixam mais interessante, e deve chegar as lojas em maio deste ano, importado do Mexico. Será oferecido em versão única, ao preço de R$ 216.990.

Visualmente é um face-lift leve, que pouco altera a aparência geral, mas que dá aspecto renovado. As rodas são agora de liga-leve de 18 polegadas com novo desenho e acabamento diamantado e pneus 225/45. O comprimento aumentou um pouquinho (38 mm) com o face-lift, para 4747 mm no total.

O motor é o mesmo 2.0 TSI : turbo, injeção direta, comando de válvulas com variador de fase na admissão e escape, além de “lift” variável no escape. São 231 cv e 35,7 kgfm de torque. A novidade é a nova transmissão DSG de sete marchas, que deve melhorar tanto desempenho quanto consumo.

O desempenho continua sensacional: acelera de 0 a 100 km/h em 6,7 segundos, e a velocidade máxima é de 249 km/h. A suspensão traseira é multilink com barra estabilizadora, e a dianteira McPherson. O diferencial é autoblocante de série, e os freios a disco são ventilados de 312 mm na dianteira e sólidos de 300 mm na traseira.

Dentro do carro, o multimídia antigo foi trocado pelo sistema VW Play com tela de 10,1 polegadas, com espelhamento Apple CarPlay e Android Auto sem o uso de cabos. A central tem HD interno de 10GB para armazenamento de músicas e apps, podendo ainda receber novos aplicativos por download, e conexão Wi-Fi via smartphone. (MAO)

 

Ford F-150 confirmada para o Brasil em 2023

Mais uma notícia boa, e esperada, para nosso mercado. A picape mais vendida do mundo, a Ford F-150, finalmente será vendida no Brasil. Durante o Agrishow, maior feira agrícola do país, a Ford declarou que a picape será oferecida aqui em 2023.

Obviamente é só isso, oficialmente. Versões, preços e motores ainda são uma incógnita. Mas o melhor chute é que venha com o V8 de 405 cv e cinco litros, o mesmo do Mustang já a venda aqui, e na versão de acabamento Lariat, a mais lógica para a posição de carro de luxo que ocupará aqui, sem subir o preço de venda demais. A saber, nos EUA os outros motores disponíveis são: 2.7 V6 turbo de 329 cv, 3.5 V6 turbo de 408 cv, ou o 3.5 V6 híbrido de 436 cv. O câmbio da F-150 é sempre o automático de 10 marchas.

O carro mostrado no Agrishow era a versão Lariat com o pacote FX4, uma das configurações intermediárias. A estratégia de preços deve ser evitar a topo de linha “Limited” para não subir demais o preço. A F-150 já é vendida hoje na Argentina. Aqui, será o primeiro concorrente “oficial” das Ram.

Melhor que isso, só se fosse criada uma versão especial para o Brasil, chamada F-1000. E que a Chevrolet finalmente também entrasse na brincadeira, trazendo novamente a Silverado. (MAO)

 

Mercedes divulga primeira imagem do novo AMG da Classe C

Ontem o M2, hoje um AMG da Classe C. São carros teoricamente de posicionamentos diferentes, mas que têm potencial para competir entre si, ao menos que por acaso, na hora em que o cliente começa a considerar um esportivo alemão para uso geral. Especialmente porque, vindo do México, o M2 tenderá a ser atraente. E o Mercedes C63 AMG deixará de ter seu grande atrativo nos últimos 20 anos: o motor V8 — o que significa que os modelos de entrada da AMG na Classe C, não terão mais de quatro cilindros.

Lembra dessa história? Alguém na AMG decidiu que a direção para a qual Tobias Moers brilhantemente apontou a divisão esportiva não era adequada para o futuro e, por isso, o novo C63 AMG terá um motor quatro-cilindros turbo com assistência elétrica. O que esperamos ver sob o capô? O 2.0 turbo de 425 cv do A45 S combinado ao motor elétrico de 48 volts que a Mercedes chama de EQ Boost ou ainda a um motor elétrico da linha EQ, o que permitiria ao sedã chegar aos 480-500 cv apesar de ter metade dos cilindros do antecessor. Será estranho vê-lo brigando com um BMW M3 com seu seis-em-linha biturbo de 510 cv roncando como um seis-em-linha ronca, ainda que um tanto abafado pelos caracóis.

Isso, claro, se a Mercedes não mudou os planos e desistiu dessa ideia absurda de colocar um quatro-cilindros no mais potente dos Classe C — algo que só aconteceu nos anos 1980, quando o Classe C sequer tinha um seis-em-linha.

O primeiro teaser do carro é emblemático desta nova fase da AMG pós-Moers: ele não mostra roncos, pneus, freios, escape, suspensão ou algo que faça o entusiasta que compra os modelos AMG ter uma reação fisiológica perineal. Em vez disso, ela mostra os faróis do carro. Ou melhor, o farol esquerdo do carro fazendo um jogo de luzes, para mostrar que ele terá iluminação baseada em matriz de LED ou algo do tipo.

Não há nenhuma menção ao desempenho do carro, sua motorização, potência ou mesmo eficiência. O primeiro contato do público com o Mercedes-AMG W206 é um teaser dos faróis. E isso diz muito sobre os próximos anos da AMG.

É claro que esse carro pode ser apenas um C43 ou um C53 e não o aguardado C63 — note que o para-lama dianteiro não parece muito mais largo que o da atual Classe C comportada. Mas ainda que seja o mais modesto deles, será isso mesmo o que os compradores da AMG esperam de um AMG? Faróis de LED com luzes dançarinas? (Leo Contesini)

 

Koenigsegg Jesko Absolut pretende ser o mais veloz da história

O Koenigsegg Jesko apareceu pela primeira vez no Salão Automóvel de Genebra em março de 2019, seguido pelo Jesko Absolut, focado em velocidade máxima, um ano depois. Como bem sabemos, no meio de uma pandemia, que certamente atrasou os planos da marca sueca para ele. Mas o projeto continua.

A Koenigsegg divulgou novas imagens do primeiro Jesko Absolut de pré-produção. É um carro de teste para o programa Jesko Absolut, que usa o mesmo V8 de 5,0 litros biturbo do Jesko normal. Mas com o Cx incrível de 0,278, o Absolut promete andar mais rápido que qualquer outro Jesko.

O objetivo do projeto é claro e sem dúvidas: criar o carro de produção mais rápido do mundo. Com 1.600 cv combinados com as mudanças aerodinâmicas e o câmbio exclusivo de nove marchas, o Jesko Absolut tem uma velocidade máxima teórica de cerca de 531 km/h. O fundador da empresa, Christian von Koenigsegg, já disse que será o carro mais rápido que a Koenigsegg já construirá em toda sua história, futuro incluso.

Conseguirá a Koenigsegg a coroa definitiva do carro de rua mais veloz da história? Vamos ter que esperar para ver. (MAO)

 

Argentina tem Fiat Cronos HGT manual

Sim, aqui no Brasil é muito difícil de um carro deste tipo acontecer. Mas o fato de que ele existe é digno de nota, e mostra a sutil sofisticação do mercado da nossa vizinha Argentina.

O carro que vocês podem ver nas fotos é o Fiat Cronos HGT. Enquanto aqui no Brasil se espera alavancar as vendas deste sedã esquecido pelo mercado com um 1.3 Firefly acoplado a um câmbio CVT, na Argentina o carro vai muito bem, obrigado, sendo o mais vendido sedã do país. E agora recebe uma versão esportiva bem interessante.

É na verdade um carro bem simples: o 1.8 E.torQ, aspirado, apenas a gasolina, com 130 cv, acoplado a um câmbio manual de seis marchas. Rodas aro 17 e decoração esportiva completam o pacote. Nada para se escrever cartas apaixonadas para o pessoal lá de casa, mas um simples, ainda que obviamente interessante sedã familiar com um tempero esportivo. Será uma série limitada de 550 carros.

Para quem lembra, tivemos um HGT aqui, mas com câmbio automático, o que era o inverso do que se espera neste tipo de carro. Infelizmente, cada vez temos menos opções de carros familiares interessantes por aqui: já morreram as peruas, e o câmbio manual em sedãs deste tipo, também segue o caminho do Dodô.

Será que nenhuma empresa por aqui se anima em suprir este mercado? Nem que fosse com um motor turbo mais forte, se automático é inevitável? E um acerto mais bem feito que o estranho Virtus GTS, claro. Sim, Abarth, estamos falando contigo. (MAO)

 

 


Ainda não é assinante do FlatOut? Considere fazê-lo: além de nos ajudar a manter o site e o nosso canal funcionando, você terá acesso a uma série de matérias exclusivas para assinantes – como conteúdos técnicos, histórias de carros e pilotos, avaliações e muito mais!

FLATOUTER

Plano de assinatura com todos os benefícios: 30% OFF na loja durante a 3ª temporada do Goodguys, acesso livre a todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site, participação no nosso grupo secreto no Facebook (fique próximo de nossa equipe!). Exponha ou anuncie até sete carros no GT40 e ainda ganhe descontos em oficinas e lojas parceiras*!

R$ 26,90 / mês

ou

Ganhe R$ 53,80 de
desconto no plano anual
(pague só 10 dos 12 meses)

*Benefícios sujeitos ao único e exclusivo critério do FlatOut, bem como a eventual disponibilidade do parceiro. Todo e qualquer benefício poderá ser alterado ou extinto, sem que seja necessário qualquer aviso prévio.

CLÁSSICO

Plano de assinatura básico. 15% OFF na loja durante a 3ª temporada do Goodguys, acesse todas as edições da revista digital do FlatOut e demais matérias do site1, além de poder expor ou anunciar até três carros no GT402.

R$ 14,90 / mês

ou

Ganhe R$ 29,80 de
desconto no plano anual
(pague só 10 dos 12 meses)

1Não há convite para participar do grupo secreto do FlatOut nem há descontos em oficinas ou lojas parceiras.
2A quantidade de carros veiculados poderá ser alterada a qualquer momento pelo FlatOut, ao seu único e exclusivo critério.

ESTA Chevy GMC 500 2.0 16V Turbo
PODE SER SUA!

Clique aqui e veja como