A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Salão de Detroit 2015

John Cooper Works 2015: o Mini mais potente de todos os tempos estreia no Salão de Detroit

Depois de um pequeno “vazamento” de fotos em dezembro, a Mini finalmente apresentou o modelo 2015 do John Cooper Works. E se o visual não tem grandes novidades (afinal, como mudar o visual de um Mini?), o que está sob o capô deve compensar a espera e apimentar o estilo clássico do pocket rocket. 231 cv está bom para você?

salaodetroit-barata-mini-1

Sim, o novo Mini John Cooper Works produz exatamente 231 cv de potência e 32,5 mkgf de torque — um aumento de 20 cv e 4 mkgf em relação ao seu antecessor, conseguido graças à substituição do antigo 1.6 turbo pelo novo 2.0 turbo da BMW. Com esses números o Mini JCW 2015 se tornou o carro mais potente já produzido pela marca. Ou melhor dizendo: “os carros”, pois a versão JCW será oferecida nos modelos Hardtop (o antigo Hatch) e Paceman (o crossover de duas portas).

salaodetroit-barata-mini-9 salaodetroit-barata-mini-7

Mas sendo topo de linha da atual geração, não basta apenas ter um número vistoso de potência. Ele precisa honrar um compromisso com o histórico de sua linhagem, que pode ser traçada de volta aos anos 1960, quando surgiram os primeiros “Mini Cooper” e o modelo ganhou a aura esportiva que seria fundamental para a reinvenção da marca no começo da década passada. Por isso, visando corrigir os pontos fracos da geração anterior o novo Mini John Cooper Works ganhou um diferencial eletrônico e um sistema de Compensação de Esterçamento por Torque para a direção elétrica.

salaodetroit-barata-mini-5

Carros de tração dianteira com torque elevado tendem a esterçar a direção sob aceleração — você nota um pouco desse efeito ao arrancar rápido sem segurar o volante. Por isso, no modelo anterior, quando você acelerava o carro durante uma curva, o torque aplicado sobre as rodas dianteiras aumentava o peso e a resistência da direção. Agora, com o diferencial blocante eletrônico esse efeito deverá ser minimizado.

Além do diferencial, o JCW também ganhou freios Brembo e suspensão recalibrada com amortecedores adaptativos de dois modos (Sport e Comfort). Por fora, ele recebeu o tradicional bodykit mais agressivo que inclui para-choques com tomadas de ar maiores, escape com saída dupla centralizada, rodas de 17 polegadas (ou 18 se você pagar um extra) exclusivas da versão e emblemas John Cooper Works por todos os lados da carroceria. Por falar nela, a Mini separou um catálogo de cores exclusivas para a versão.

salaodetroit-barata-mini-18

salaodetroit-barata-mini-16 salaodetroit-barata-mini-15

Por dentro ele tem volante de couro, pedais de aço inoxidável, bancos com apoios laterais maiores, e detalhes vermelhos nos bancos e no console central. O enorme velocímetro central mudou-se para um lugar mais convencional, atrás do volante, e em seu lugar agora há um sistema multimídia com display TFT sensível ao toque.

salaodetroit-barata-mini-14 salaodetroit-barata-mini-17

O comprador poderá escolher o Mini JCW com câmbio manual ou automático, ambos de seis marchas. O automático é o mais rápido deles; se você trocar as marchas usando as borboletas no volante, os 100 km/h chegam em 5,9 segundos. Com o manual, você precisará praticar as trocas perfeitas para fazer o mesmo em 6,1 segundos, mas ganha o sistema de sincronização de rotações em reduções de marcha (o “punta-tacco automático”), enquanto o automático traz sistema stop-star para melhorar o consumo de combustível. O modelo começa a ser vendido nos próximos meses nos EUA, e deve chegar ao Brasil no segundo semestre.

salaodetroit-barata-mini-10

 

Quem também deu as caras no estande da Mini em Detroit foi o conceito Vision Superleggera. Este roadster quase erótico foi produzido em parceria com a Carrozzeria Touring Superleggera para o Concorso d’Eleganza Villa d’Este de 2014, mas provavelmente não será produzido em série em um futuro tão próximo.

salaodetroit-barata-minib-2 salaodetroit-barata-minib-3

 

FlatOut em Detroit

salaodetroit-barata-det-3

Caso você ainda não saiba, o FlatOut está em Detroit acompanhando de perto cada minuto e cada novidade do Salão para trazer uma cobertura especial para você! Teremos galerias exclusivas, entrevistas e tudo o que você quer saber sobre os lançamentos do evento — do Alfa Romeo 4C ao novíssimo Acura NSX, passando por um Ford GT40 original (sim, o modelo dos anos 1960!) e um BMW CSL “Batmóvel”, também original.

salaodetroit-barata-det-1 salaodetroit-barata-det-2 salaodetroit-barata-det-4

Fique ligado no site, pois nos próximos dias teremos uma programação especial com a cobertura do Salão!

 

Matérias relacionadas

Chevrolet Corvette Z06, Volt e Bolt e o novo Cadillac CTS-V são os destaques da GM em Detroit

Dalmo Hernandes

Mercedes apresenta os novos GLE 63 AMG Coupe, C450 AMG Sport, Maybach S600 e um carro do futuro

Leonardo Contesini

Alfa Romeo 4C Spider e Mazda MX-5 Miata: os roadsters entusiastas do Salão de Detroit

Dalmo Hernandes