A revista semanal dos entusiastas | jorn. resp. MTB 0088750/SP
FlatOut!
Image default
Car Culture Carros Antigos História

Keith Richards e o Bentley Continental que mudou a história dos Rolling Stones

O ano era 1965. Os Rolling Stones, uma das maiores bandas de rock do planeta, estavam juntos havia apenas três anos, e haviam acabado de emplacar seu primeiro hit internacional: (I Can't Get No) Satisfaction. A canção composta por Richards e, hoje em dia, é conhecida por qualquer pessoa em qualquer lugar do planeta, não parava de tocar no rádio. E, da noite para o dia, aqueles quatro moleques tinham todo o dinheiro que quisessem para viver como rockstars. E continuam assim até hoje — só não são mais moleques, claro. A banda formada em Londres, de repente, tornou-se uma das maiores do mundo. Antes disso, os Stones já haviam emplacado alguns singles nas paradas britânicas e ganhado dinheiro o bastante para levar uma vida confortável (e dar várias festas, claro), mas nada comparável a um sucesso mundial. Ainda mais para cinco moleques de vinte-e-poucos anos. Com a grana de Satisfaction na conta bancária, os rapazes comparam carros,

Matérias relacionadas

Hispano-Suiza, parte 1: aviões, motores, madeira e os melhores carros do mundo

Dalmo Hernandes

Os supersedãs com motor W18 e V24 que a Mercedes tentou fazer

Leonardo Contesini

Três anos sem Paul Walker: relembre a coleção do astro de “Velozes e Furiosos”

Dalmo Hernandes